Descobertas, Reencontros, Imagens e Montanhas

normal (1)

Fotógrafos de escalada normalmente são mais badalados que celebridade. Afinal, quem é que não quer ser fotografado numa daquelas fotos de capa de revista? Não é um trampo fácil, e além de talento, é preciso muito trabalho e experiência! Tanto trabalho por trás das câmeras que normalmente os fotógrafos nunca aparecem.

Só que tem um fotógrafo Brasileiro que vem ganhando muito destaque ultimamente pois além de ser um daqueles fotógrafos cujas fotos são capa de revista, Poster de grandes marcas, faz vários vídeos de climb massa, ele vive a vida da mesma maneira que as celebridades do Climb. Numa Van, com sua mulher e os dois filhos, sempre pegando a estrada e escalando.

Estou falando de Francisco Taranto Jr., que apesar de ficar a maior parte do ano viajando, pode-se dizer que mora na França. Atualmente eles estão na estrada, mas a história começou alguns anos atrás, confira:

Um dia antes do nascimento de seu filho em 2010, Francisco comprou uma Van antiga com sua esposa Sandra. Depois de várias viagens junto de atletas profissionais, Francisco, Sandra e as crianças sonhavam em viajar pelas montanhas, com novas descobertas, conhecer pessoas e documentar tudo isso. Esse era o sonho deles, e por isso, chamaram-no de “DRIM” project (Descobertas, reencontros, imagens e montanhas).

normal

A Aventura deles começou no último outono (pra nós aqui do hemisfério Sul Primavera) na Grécia. Siga-os nesta aventura através dos seus diários de viagem:

http://experience.vaude.com/s/categories/87/stories/1359

Os episódios são curtinhos mas muito legais, vale muito ver os lugares por onde eles estão passando e as escaladas que as crianças já com essa idade tem feito e o amor que demonstram pela escalada e pela natureza. Da até uma invejinha branca hehehehe Mas eu chego lá! =D

(Já está no capítulo 5, entre no site pra ver todos os episódios!)

11a aos 2 anos de climb? Que tal 10c aos 60?

Vocês tão gostaaaando das fotos do blog né?

Pois é, vc aí com mimimi pq é gordo, porque é magro, porque é fraco, pq é forte, pq é careca… tsc tsc tsc.. Ta certo que se tivéssemos mais décimos graus de qualidade, com grande continuidade de movimentos, vias de 30m negativas de agarrão com crux bem definido, certeza que muito mais gente estaria mandando essa graduação na região, ou pelo menos tentando! Confesso que vias do tipo “FAZ-NÃOFAZ”  são bem chatas pra mim… essas que vc chega no crux e nao manda por nada… agora, quando vc até isola os movimentos mas não encadena, aí sim essas são as minhas favoritas! Pq parece que a via com um move impossível vc precisa ir fazer boulder, treinar, escalar outras vias, sei lá… hehehe (e insistir mais tbm né?) Mas enfim, chega de blablábla e vamos ao que viemos.

Vc aí fazendo doce pra ir treinar, botando a culpa na novela patroa, na baladinha, no trabalho, ou porque vc começou agora a escalar (faz só 2 anos)… Pois é, põe aqui na tela: faz uns 20 meses que o cara escala, e já mandou um 11a…e vc aí reclamando que o 6sup é muito foda! hehehe (e eu aqui reclamando que 9a8a, 7a é dificil! kkkkk) Bom, sou suspeito pra falar, mas eu adoro negativos de agarrão na “Caliza de Calidad”, e apesar de saber que muitas dessas vias não são de agarrão (se nao nao seriam ônzimo grau), sao negativas com caliza de calidad, o que já é 2/3 do que eu mais gosto ahahahaha A grama do Jardim do vizinho é sempre mais verde né? Detalhe para o cara no final do vídeo, todo humildão falando da via, que os descansos machucam, e da dor na bunda de fazer tantos drop-knees

(OOOO CARA TO COM UMA DOR NA BUNDAAAAAA)

E aí vc vai falar: Ahh, mas ele é jovem e tem um puta físico! Eu já to velho pra isso! TOOOMA, esse outro vídeo:

O pai do Edu Marin, (aquele mesmo do campus Board de 10m de altura que tem que fazer de top) que começou a escalar faz uns 10 anos, mandando seu primeiro 10c em Rodellar (Aahh, Rodellar) com 60 anos. Enfim: ele da uma entrevista falando sobre a conquista de vias, sobre a NÃO furação de agarras artificiais na via, e a ajuda que os que mais se beneficiam com a escalada NÃO DÃO para a abertura de vias. Interessante!

E esse aqui é para os religiosos superpoderosos de plantão…. um vídeo do Ateu Alex Honnold falando que pra ele a vida deve ser aproveitada, vivida… enfim.. O cara fazer tudo aquilo que ele faz e não acreditar numa força suprema que o esteja esperando com 21 virgens no paraíso quando ele cair no meio de um climb é ter muita personalidade! hahahha

E pra terminar se vc é um fudido que nao tem dinheiro nem pra ressolar sua Trinity da Snake, quanto menos comprar uma sapatilha de verdade, aqui vai um vídeo que vc vai adorar:

E chega por hoje!

Novo vídeo do Adam Ondra

E essa é a Maja ou a Natalija? Natalija Gros!

Ô que beleza, é só a gente mentalizar que o universo conspira a favor! Mais um vídeo de escalada essa semana, muito legal! Dessa vez Adam Ondra na Itália mandando o primeiro 11c da Sicília, em San Vito (MAMAMIAAAAA). O vídeo principal, com 10 minutos, mostra ele falando sobre a importância de doar medula óssea para salvar vidas. Muito bom!  E na sequência, detalhe para o vídeo feito de celular, todo toscão, mas com ótima qualidade, que mostra efetivamente muito melhor que o video principal uma coisa importante: ele quase não alcançando a agarra da cadena no crux, fato que não dá pra ver no vídeo “melhor”. Ah, e também neste segundo video aparece ele falando em italiano sobre a via propriamente dita… um video sem o outro não seria nada!

E agora o vídeo gravado do celular (mentira, só se for de um celular ultramoderno pq  a qualidade ta boa)

Bom, continuem votando na enquete, mas sem zuar o Barraco seus xibungo! hahahaha (se não eu não coloco as fotos do meu descanso de tela aqui no blog)

E é isso, enjoy!

Videozinhos de Praxe e projetos paralelos

Cataia, Atleta do SCPT na Espinhosa

Nossa!! Já fazem 20 dias que fiz o ultimo post! Pensava que tinha sido sei lá, uns 5 dias atrás! A verdade é que estou trabalhando pra caramba num projeto paralelo que ainda não posso divulgar publicamente (que os mais chegados já sabem o que é) e tenho escrito bastante por lá, o que provavelmente me tem sanado (ou seria: saciado) minha vontade de escrever e produzir conteúdo online. Enfim… Como sempre separei alguns videozinhos para vos alegrar a semana, e algumas fotenhas do climb do finde passado, quando eu voltei a escalar e fizemos uma sessão de fotos-insolação no platô do Bundão. O foda é que ultimamente ta foda selecionar BONS vídeos de climb. Eu explico: de cada 10 vídeos de escalada que saem na internet, 8 são de boulder, 6 são de rocklands, 1 da Suíca e 1 de Cocal, e aproximadamente metade desses 8 dão sono. Dos 2 que restam nem sempre são vídeos de qualidade que valem a pena ser assistidos, com aquele enredo, imagem em FullHD ou começo, meio e fim (sim, até um vídeo de um climb de 4mins precisa ter algum conteúdo – a era “escalada Brasil” de colocar o Nome da via, o cara escalando e subir os créditos quando ele a termina já era – embora as vezes alguns são muito simples assim, e muito bons) . Reflexões a parte, “empezamos!”:

Vídeo do Genial festival de escalada em Kalymnos, onde a galera tinha que ir escalando o máximo que desse, e “tickando” as vias numa lista… aí tinha prêmios… uma competição com estilo de festival, perfeito!

Vïdeo do J. Siegrist mandando a via Algorithm, a mais dificil daquele estado americano. Gosto muito da fotografia, do estilo de escalada e das vias do Siegrist, e vídeo dele é sinônimo de vídeo de qualidade!

Uma das minhas fãs, a Francesa Alizée Dufraisse escalando um 11a em Ceüse, na França. Vídeo de encher os olhos! A trilha sonora dispensa comentários de tão boa que se encaixou nos movimentos da Garota (QUE GAGOTAAAA!)

E se vc gostou do vídeo acima, apesar de eu já ter postado outro vídeo sobre ela uns 2 posts atrás, eis aqui um vídeo-biografia sobre ela feito pela Prana… Ahhh… valeu esperar minha atualização de vídeos depois desses dois últimos, diz aí? 8-P

E eis aí um vídeo de treino do Máquina Edu Marin, que estava voltando forte para os treinos. Sei lá, eu não o conhecia muito, mas ele me pareceu meio arrogante no vídeo. Normalmente a galera aparece nos vídeos falando que fez meio mundo de coisa, blz, mas ainda assim passa uma “sensação” meio de humildade… O Edu me passou uma imagem meio de: Sou foda pacaralho mesmo, e agora que eu fiquei de fora da final foi treta pq vc sabe que tinha tudo pra estar lá” hehehe sei lá, mas nunca ouvi ninguém falar mal dele, foi só uma impressão. Detalhe para o MEGAMASTERPLUS campus board dele com 30 ripas que tem que fazer de top!!! kkkkkkkk

[UPDATE] De acordo com nossa correspondente Madrilenha Marta, na verdade o que ocorreu foi um erro de interpretação multi-étnico-linguístico, pois para um nativo espanhol, as declarações do Edu foram humildes e nem de longe transparecem qualquer tipo de arrogância. Muitas culturas, estamos suscetíveis a várias interpretações! Foi mau aí Edu! É nóis 😉

Aí dois vídeos de 2 mecas do climb mundial pra vc ficar com água na boca, largar mão de trocar de celular a cada 6 meses e carro todo ano, juntar dinheiro e ir escalar na melhor região de escalada do mundo (Calma, a Januária em minas chega lá rapidinho!!!)  na espanha. O Primeiro: Rodellar, a mecca da escalada esportiva claro, com suas “Chorreiras” e negativões de 40 metros… E o segundo Margalef, onde reinam os monodedos, bidedos e tridedos… Sensacional!

E para terminar por hoje um vídeo do Água de Salsicha Gabriele Moroni, fazendo uma via bem foda na Itália… O destaque é para o nome da via: Happy Milf… Quem sabe o que é Milf vai entender hahahaha

Bem, e agora umas fotenhas do climb do finde passado:

Genja na Jungle-Man, Cuscuzeiro

Ives voltando à ativa depois de se ver livre de uma namorada que não escala… Aê dando bom exemplo! 🙂

Aê, enfim uma foto em que ele ficou bonito!

Urubu urubuzando no pinão colado do cume da visual

PORQUE SENHOOOOR??? ME DESTES UMA CHAPA TÃO LONGEEEE????

Cataia Xingando a empresa de rapel que joga pedra na cabeça de escalador…

Ives pagando uma de gatão na Pervas…

Genja fazendo a Via “Bundão” depois de anos.. 😉

Genja na Irmãos Lobo, nova via do lado direito da pervas (croqui 3 posts atrás)

E aí os 3 xibungos fugindo da insolação no Bambuzal: Genja, Cataia e Ives na direita.

E galera, uma última coisa!! Esse dia encontramos o CUME do cuscuzeiro COMPLETAMENTE PELADO. Os cadetes da AFA roçaram todo o CUME do cusco pra poder fazer seus treinamentos de rapel tático de ponta cabeça e pousos arriscados ali. Ficou parecendo um campo de golfe. Mas eles não fizeram nada demais pois não tiraram nenhuma árvore, só “RANCARAM” o MATO. Gente, o mato é muito importante na sucessão ecológica e faz sombra para outras espécies de arbustos médios brotarem e, uma vez crescidos, fazerem sombra para árvores maiores ou arbustos maiores, e estes sombra para árvores maiores. Sem contar que é o habitat de várias espécies de roedores, répteis (calanguinhos por ex.) e insetos; e nicho de algumas aves que fazem seus ninhos no meio dos pequenos arbustos. O Cume do cusco, segundo o Tonto (O Escalador mais ativo da região na década de 90) possuía uma mata fechada em seus primórdios, igual àquela da trilha, parte em que tem uma grande sombra. Foi após o famoso incêncio de 98 que o cume ficou rapado igual a Bruna Surfistinha. (puts, Key word bruna surfistinha vai me dar uns 50 pageviews a mais por dia hahahah se eu usar PELADA, de quatro, entre outras, imagina pra onde vai! hahahaha). Enfim, para fechar a discussão, o cume do cuscuzeiro é uma APP, Área de proteção permanente enquadrada na categoria: Topo de Morro, e portanto, não pode sofrer nenhum tipo de intervenção, e o roçado é caracterizado como desmatamento (Sem contar que é uma propriedade particular). Não obstante, o cuscuzeiro também faz parte da APA (Área de Proteção Ambiental) Corumbataí, segundo decreto de 18 de junho de 1982, o que obriga que qualquer intervenção em qualquer área dessa APA (que abrange todas as cuestas desde analândia até São Pedro, Descalvado, incluindo São Carlos, Itirapina e outras cidades do entorno) exija automaticamente licenciamento ambiental. E para terminar: Como todo respeito cadetes: Vocês são fodas pra caralho, todo mundo sabe que depois dos correios vocês são a instituição mais confiada do Brasil (Forças Armadas). Pra que abaixar a zona de conforto pra isso? Se é pra fazer treinamento, que seja no pior lugar possível pra pouso, cheio de mato mesmo, superfície irregular, para que continuem mantendo o padrão! Eu peço desculpa aos amigos da AFA que estavam no cume do cuscuzeiro aquele dia, não tive intenção com esse desabafo de ofender ninguém, apenas usar este espaço para tentar explicar o motivo de porque não se deve roçar o mato no cume do cuscuzeiro.

Quem quer jogar um golfe no Cusco no finde?

Bom galera, por hoje chega, ia colocar umas sugestões de música, mas fica pro próximo post. Inté!

As charadas estão de volta! (mas os vídeos continuam)

Quem se lembra delas? Depois de, um ano atrás, o Gui mandar uma charada tão difícil que quebrou a banca… Ninguém acertou, eu não faço a menor idéia do que seja… hoje me senti inspirado a fazer mais duas charadas. Uma bem fácil, só pelo lúdico pra motivar a galera, e logo outra um pouco menos fácil, porém ainda assim quinto grau de charada hahaha Para quem quiser se remotivar com a charada que já está ha aproximadamente 48 semanas entre os 10 problemas sem solução da matemática moderna, repito-a:

Essa é a versão que ele me passou, “fácil”… let’s just think outside of the box….

E agora que vc lembrou, vamos às duas de hoje, primeiro a fácil:

3 segundos pra dar a resposta…

E agora a menos fácil:

O retorno das charadas 🙂

Muito bem! Tempooooo…. hehehe Não vou nem dar dica, se eu disser quem não vale adivinhar, os outros já adivinharão por ligação..

Mas claro que nem só de charadas vivemos os escaladores, também vamos dar uma olhada em alguns vídeos que pipocaram na net essa semana. Começando com esse comparativo entre a personalidade de duas escaladoras. Todo mundo sabe que eu sou fã da Sasha Digiulian, mas de agora em diante ela caiu três posições, ficando atrás da Alizée Dufraisse, que subiu duas posições, da Melissa Le neve, que aparece pela primeira vez no Ranking. Nina Caprez ganha uma posição e Ruth Planells (quem?) que antes figurava sempre alternando as primeiras e segundas posições, cai 4 posições, e, quem sobe uma posição também no Ranking é uma escaladora Brasileira que tem um muro lá em Igatu com seu nome, mas que vou manter sua identidade em segrego por motivos de segurança e intimidade.

Enfim, tudo isso mais uma vez pra dizer que este vídeo da 5.10 com a equipe treinando para o Adidas RockStars (5.10 que por acaso é da Adidas, diga-se de passagem) mostra as meninas trocando idéia depois do treino, e aí a sasha comenta que não curte muito rock (e cai 4 posições) fazendo com que a Melissa entre no top-5. Soma-se a isto o segundo vídeo, mas primeiro, veja o das meninas da 5.10 team se preparando para o Adidas Rockstars:

E aí vc termina de assistir o vídeo e fala: RIHANA ,Sasha? Rihana??? Aí vc vê a diferença Brutal de culturas entre as escaladoras, esta americana, e a outra francesa: Alizeé Dufraisse, que sobe para a primeira posição do Ranking, principalmente depois que ela fala da trajetória de sua vida, e que aprendeu russo pq ela curte muito as obras de dostoiewsky. Que toca piano e que curte ouvir Musica clássica quando está escalando. Puts… Os mano Pira nas escaladora intelectual hahahaa

E já que o assunto são as francesas, nada melhor que a receita do sucesso para suas cadenas com o Chef Francês: “Gibarrê”

Continuando com as dicas dos grandes mestres, aproveito e coloco o último vídeo que saiu com as dicas do Chris Sharma, que sempre é bem popular nas buscas e da bastante pageviews hahahaa

E partindo um pouco para outra vertente, aí um garoto em Squamish Solando uma das clássicas do pico, um tetão chamado Zombie Roof… toda a história, durante o filme:

Você lembra da Bermudeirinha? Pois é, para quem está curioso para vê-la em ação aqui um vídeo dividido em três etapas. Um pouco monótono porém interessante pois mostra o Dani Andrada, O Magnus Mitdboe (nem tenho aquela letra esquisita no meu teclado pra escrever o nome do maluco) e o Ethan Ruffles malhando um dozimo chamado Eye of Odin na caverna de Flatanger, na Noruega, que é Basicamente o Passavinte gringo, só que com a galera tendo contado com o apoio da cidade e do governo federal para organizar um evento que ajudou na abertura e equipagem de várias vias no pico.  Eu preciso ser mais específico e dizer isso tudo eu me refiro é lá na Noruega, e não no Brasil? Enfim… O Magnus aparece usando a Bermudeirinha no seu pegue pra mandar a via (não conseguiuuuoooooo) e quem acaba mandando o FA  é o Ruffles no final. Confira:

Vou terminar colocando um videozinho que tenta explicar e justificar a polêmica do Cerro Torre e a retirada dos trocentos bolts da escadinha de bolts do Maestri, e porquê teoricamente não foi uma coisa tão ruim assim… vai entender… Belas imagens, muito bem contadas as histórias das 3 únicas vias de acesso ao cume do torre por meios considerados “justos, ou honestos” por isso valeu a pena ver o vídeo, porém não justifica muita coisa, é bem unilateral mostrando só um ponto de vista no que se refere à retirada, nem considerando, mencionando nem citando o outro ponto de vista: de que tenha sido ruim a retirada. Qual é o certo qual o errado? Vai de cada um, mas um video pra ser bom a gente espera que no mínimo seja imparcial. #faleimemo

Bom, e chega né!? Não esqueça que tem 3 charadas pra vc resolver hoje!

Bjo!

========UPDATE=========

Esqueci de colocar o vídeo mais importante do dia hahahaha O Novo episódio da THE SANDSTONE SERIES, com o Genja (vulgo eu), escalando a via Barranco noveá na invernada…

Vídeos para animar seu dia dos pais…

Olá senhores, como vai a família, as crianças? Hoje estou inspirado e amanha é dia de climb. Dia dos pais em casa? Bem, para alguns pode ser uma realidade sórdida. Passar um domingo ouvindo o cunhado contar vantagem, ver a tarde cair e você apenas ficando mais e mais gordo com os quitutes da sua sogra. Enquanto isso, não muito longe dali tem gente que  (voz de atendende de telemarketing: estar verificando, estar retornando a ligação, estar recebendo em sua casa) vai estar escalando mooooito. (e tem gente que vai estar roubando chapeletas e mosquetões de algum pico por aí, BITCH!) De qualquer maneira, para você que está aí criando coragem pra sair de casa e ir pra casa da sua sogra almoçar assim como um boi que caminha pelo corredor do abatedouro (o qual, provavelmente, você irá comer daqui a pouco) , eu fiz este post totalmente pensando em você. E para começá-lo eu gostaria de começar com uma coisa que ta todo mundo cansado de ouvir eu dizer, mas que vale a pena ser dita novamente:

“…O empenho em analisar o julgamento imparcial das eventualidades causa impacto indireto na reavaliação do investimento em treinamento e técnica tanto no âmbito setorial da escalada quanto no cotidiano. É, contudo, míster que se progrida progressivamente numa sucessão de eventos que enfileirados de maneira corriqueira, alcancem retroalimentativamente os próprios objetivos que inicialmente deram origem aos fundamentos, práticas e necessidades que desencadearam toda essa série de eventos a fim de propiciar uma análise interpretativa dos resultados, que, quando comparados com o estado inicial, gerarem uma curva de crescimento cuja derivada possua polinômio quadrado, ou, no mínimo, constante…”

Acho uma verdade muito justa essa frase, e para provar que o que eu estou falando é verdade, vou colocar alguns vídeos que exemplificam bem tudo isto que eu estou falando aí em cima, começando com:

Provavelmente o melhor vídeo de hoje. Um vídeo realmente tocante, com uma excelente fotografia, excelente trilha sonora, mas o principal: sem nenhum patrocínio esse vídeo consegue ser um dos melhores vídeos de escalada do ano, pois, ao contrário de muitos outros (em que vc quase dorme enquanto assiste) , esse vídeo tem um coração, uma ALMA. Mostra um cara que não aguenta viver na cidade: Mora no deserto em seu trailer todo fudido, que ele comprou por 800 dolares, (e que hoje nao vale nem um dolar segundo ele hahaha) e vive escalando ali em Utah, nas fendas mais perfeitas (coisas que os seres humanos não conseguem ser – exceto um) da face da terra. Exemplo de humildade (humildade viu?) e vida simples. Pena que pessoas que não conseguem viver em sociedade nem respeitar o próximo não fazem o mesmo… igual uma árvore… e FOLHA!*

*Piada interna

Seguindo a linha sentimental, com Timmy O’neil, esse vídeo é velho, mas não vi em lista nenhuma, e com certeza, para encher os vossos corações, vos coloco aqui. Warning: Muito sentimentalismo e pouca escalada, mas como é o Timmy O’neil, vale a pena.

Finalmente um vídeo de escalada de fato. Se você acha que escalada de verdade é um bando de barbudo com calça furada fazendo artificiais em yosemite, livrando grandes projetos que antes eram feitos em artificial, fritando a borracha da sapatilha nas aderências ou entalando as mãos em vias que não tem agarras e nem chapas, bem, você pode até estar certo, (então você é um preconceituoso do caralho, porra) mas com certeza esses caras que fazem isso respeitam as pessoas ao redor delas pelo que elas são, e por isso, são respeitadas. Por outro lado, esse vídeo é de uma via com chapas, com agarras, de inclinação negativa, de um cara com cabelo cortado, barba feita e levemente patrocinado. E sem nenhum furo na calça! Tão divertido quanto a outra face da MESMA moeda. Apesar de ter gente que acha que isso nao importa porque pensam que a moeda é deles… Enfim, com vocês, a mesma via que filmam a Sasha digiulian (agora vc se interessou né xibungo!? haha) escalando com uma GRUA (vulgo guindaste para os moípes e dilséxicos). Bom que ele vai narrando a trajetória e a via. Se você entendeu que a Sasha vai usando a Grua de alguma maneira durante a escalada, você tem probleminha! kkkkkk

Agora, se você gostou da voada no final do vídeo anterior, então esses 2 vídeos são como o filme sobre a Paixão de Cristo e sua continuação: Se você gostou do primeiro, VAI AMAR O PRÓXIMO… (tudun… TSS!). Estrelado por  Edu Marin (esse filme de escalada, não a paixão de Cristo 2), escalador espanhol mais fodido dos ultimos tempos: primeiro pego no antidoping, depois pego com uma tendinite fudida (e depois pego com uma prostituta gorda colombiana no banheiro de uma borracharia no subúrbio de barcelona – Eu aumento…) agora está de volta, pego com vários erros de continuidade absurdos. O Primeiro é que ele aparece colocando 40 costuras no rack da cadeirinha, que provavelmente ele acabou de tirar a etiqueta, e na hora de começar a escalar só tem 2… mas aí muda a câmera e não tem mais nenhuma… Aí muda outra vez e tem 2 de novo, e assim vai, a via inteira alternando. O Foda é que na via não tem nenhuma das costuras que ele pôs no rack (As ANGE, wiregate da petzl, que sao controversas, por sinal, em breve review), até aí eu concordo com vc achar que eu sou muito crítico e talz, mas o fato é que realmente estaria tudo bem (eu mesmo já fiz edição de video que debaixo neguin (vulgo eu) vai equipando e de cima a via ja ta equipada, blz) se no vídeo não tivesse PROCLAMANDO aos 4 ventos que a cadena é a vista. Certeza que alguns xiitas vão dizer que escalada esportiva é isso, é grau, é 8a.nu e que é tudo uma merda e que ta tudo errado. Para esses eu digo apenas uma palavra: TERAPIA.  Bastava apenas não ter posto o take dele colocando as costuras no rack. Detalhe para o jeito MEDONHO do pai do Edu (o qual começou a escalar com 40 anos e manda 10b ou c) dar seg pra ele, de grigri, de maneira totalmente errada (eu não matei ngm até hj, matei?) Mas o vídeo é bom, a cadena é massa! Mas será que ele nao teria mandado a via outro dia e esse dia foi só pro filminho? Puts, eu duvido, pq se for, o Edu é mto ator… veja o final do filme… Ah! E boa voada! Outra coisa importante ressaltar é que eu não devia ter falado nem 10% sobre esse vídeo, mas é que hoje, apesar de ninguem ter notado, estou meio inspirado.

www.vimeo.com/45444770

E já que a palavra do dia é respeito, esse vídeo mostra um cara livrando vias em Frankenjura (pico alemão tradicionalmente conhecido por suas vias esportivas, por Wolfgang gullich, O CARA que mandou o primeiro 10c, 11a e 11b que na verdade depois foi aumentado pra 11c, action directe, neste mesmo pico) que antes eram feitas com chapas, agora inteiramente em móvel. Uma modalidade da escalada totalmente válida, principalmente quando feita com respeito à comunidade local, mantendo as chapas que já estão lá, sem tirá-las depois da cadena, como uma forma de respeito às gerações passadas e futuras, afinal, se você quer mandar uma via que tem chapas usando apenas proteções móveis, você tem todo o direito e ninguém vem te impedir, portanto, não impeça outras pessoas de escalar uma via cujas chapas já estão lá desde muito antes de você começar a escalar!

E mudando de assunto, todo mundo sabe que eu sou fã da Scarpa (marca de sapatilha PÔ!?) mas que eles não são tão populares quanto a La Sportiva ou a 5.10, e a razão é muito simples: Quando chega uma Scarpa na loja, ela não dura uma semana e acabou, vendeu tudo. E aí a Scarpa fábrica não dá conta de suprir a demanda, é foda! Nem precisam fazer propaganda desse jeito, calçadas no pé elas se vendem sozinhas. Esse vídeo é um dos poucos materias promocionais da Scarpa na Internet, e ficou bem feitinho! Legal, pra uma pessoa como eu viciada em escalada que curte até o processo de fabricação dos equipamentos.

Esse é o melhor vídeo de treino do ano e o mais comentado da semana: Mostra o Sean McColl e seu treininho. Esse é o cara que aparece naquele vídeo que eu postei outro dia fazendo a Dreamcatcher SEM sexo, sangue, suor lágrimas e gritaria, e pelo treino vc entende porque. Quando, ao final do vídeo do treino, que deve durar uns quarenta minutos vc ja tá: CARAAAAALHO maluco, se pá eu consigo fazer 1/4 disso aí se eu treinar muito… aí ele vira e fala: Então é isso pessoal! Aí eu dou um relax, descanso 10-15minutos e começo de novo. WHAT??? GETTOUTA HEREEEEE BIATCH!!!! Foda né. Marião, esse treino aí é pra vc fazer tambem viu!? hahah Tensão corporal galera, a gente vê la na garagem! Senti minha escalada subir uns 3 graus depois que comecei a treinar quase toda semana tensao corporal esse ano… só que perto do que ele faz, é a mesma comparação de uma pessoa que mora numa kitnet vai da sala para a cozinha (quando tem né) com um maratonista hahaha Watch and learn!

Bom, pra terminar, esse que também foi falado e não visto pelo Gui:

Os caras fodas do climb: Yuji Hiraiama, Alex Honnold, Cedar Wright, todos fazendo boulder no Chile, falando bem do Brasil (Cachaça, caipirinha, Samba, Carnaval, Mulata!) mas o detalhe: todos com o Boné de Mano da North face de aba reta.. é.. a moda! A roupa Larga ainda ta semi-justificada pelo frio, já as cuecas de fora… kkkkkk Saudades do Spandex!

E chega! Bom almoço de dia dos pais, que ja devem ta te esperando na rua com o carro ligado, ou com a mesa posta pra vc ir comer… 😉

3 vídeos interessantes

Essa semana eu separei 3 vídeos muito interessantes que cobrem toda a área de boulder, esportiva e trad. Só que na parte trad não é em móvel, mas logo eu explico, e quando vc ver o vídeo, já com as mãos suadas, vai concordar comigo.

Gorda e Virgem

Começando com esse. Todo mundo sabe que eu não curto (muito) boulder e bla bla bla… Aí quando eu ponho um vídeo aqui é porque ele foi muito bem editado, ou tem alguma coisa que vale a pena. Esse é mais especial ainda porque – pasmem – me deixou com vontade de fazer boulder!!

Alguns breves comentários sobre ele:

– É praticamente a Ubatuba estadounidense. Sol, praia, boulders a beira mar, slackline, enfim… Até aí tudo bem… Até o anfitrião parece o linha, só que mais jovem, mais magro, e com muuuuuuuito mais dinheiro. Só não deve ter o mesmo senso de humor.

– A irmã do Belezinha aparece no vídeo, mas não é por causa dela o nome do vídeo. Logo se percebe que ela não é nem gorda.(e nem é irmã dele)

– O cara executa um partoba misturado com “as pessoas mais inteligentemente burras da terra”. Depois de escalar um v6 (Não lembro direito), ele sobe no bloco, se prepara, se ajeita para uma aterrisagem suave, daí pula na água e DESLOCA O OMBRO! MULA! 

– Aí eles começam a invadir as propriedades igual a galera do skate na década de 80 que ia nas piscinas vazias da galera (de onde surgiu o half). Só que nesse caso com autorização dos proprietários, para fazer boulder no quintal dos caras. Fosse aqui tava tudo com tiro de sal ou chubinho espalhado pelo corpo. (alguns amanheceriam com a boca cheia de formiga, outros passariam a noite no xadrez)

– Aí vem o ápice: Eles vão fazer BOULDER num determinado local, talvez levemente afastado, e o cara ainda solta um: “… é, porque aqui é muito selvagem, estaremos praticamente 12 horas sem resgate…” Agora eu, em sã consciência vos pergunto: RESGATE PRA QUÊ?!?!?!?! MANO, você ta fazendo boulder!! Escalada de rodapé! O cara ta pensando que vai escalar o everest né, só pode… Ah claro, ele já deslocou um ombro mesmo, nada o impede de repente de quebrar uma perna quando for pegar jacaré na praia, ou quebrar o dedo quando tiver fazendo castelinho de areia… hahahahaha

– Bom, pra terminar, ele solta aquele típico sofismo Estadounidense de que ali tudo é único e o melhor do mundo… “Aqui é o melhor lugar do mundo pra fazer esse tipo de boulder, que bla bla blaa….”  Bitch Please.. =/

E resumindo, o vídeo é ótimo, eu só quis adicionar uma pitada de humor aos comentários hehehe (mas é tudo verdade).

Esportiva + Trad num vídeo só:

Se você achou o segundo episódio da série The Sandstone Series um pouco longo e cansativo, veja que eu não sou o único a cometer este tipo de deslize num vídeo… Neste vídeo, depois de escalar, ainda tem entrevista e uma filmagem de outro angulo “melhor”… enfim, pelo menos é um décimo grau, não quinto né?

O menino de 16 anos sem nem pelo no suvaco ainda, escala a SCARFACE, o primeiro 5.14 dos EUA (10cBr, 8b+ Fr) em Smith Rock, o pico onde todos consideram que nasceu a escalada esportiva nos EUA nos anos 80 (e onde por muitos anos reinaram as calças de SPANDEX). Até aí nada, mas é seu primeiro 5.14, E, essa via tem a primeira parte de 10c e logo tem uma PUUUUTA parte psicológica de mais que o dobro do que ja tinha escalado antes, de 7a. São uns esticões que MADREMIA! Faz a lamúrias parecer uma via indoor hahaha

Lição boa para você que assim como eu, está com medinho de tomar vuadas. Ele solta a frase: “If you pay your dues, they will pay you back…” Se você pagar suas dívidas, elas te recompensarão”.. Mais ou menos isso… Aí mostra ele tomando umas vuadas propositais em outra via um dia anterior para preparar o psico… JODER!!!!

Divulgando um pico/região

Esse é um ótimo exemplo de como uma prefeitura pode divulgar seu potencial e atrair gente. Um vídeo curto, simples e que com certeza vai deixar muita gente com vontade de ir lá conhecer. Você já conhece as Astúrias? Bom, agora eu quero conhecer! =)

Caso alguma prefeitura/governo/instituição queira fazer um vídeo como este, é só me contactar, que a Marmota Filmes produz um filme como este, até melhor, e sem dar sono!

Tchurminha, espero que gostem dos vídeos, e que tenham gostado do The Sandstone Series (doravante denominado SSS) Ep.2

E para terminar, não deixem de ler o post do Gui no blog do CUME com lições básicas de escalada para newbas, noobs, newbies, novatos (Não confundir newba com luzer ou tanga, é outra definição).