Sessão Nostalgia

Já que o assunto é nostalgia, ninguém melhor que ela.. Lynn Hill pra decorar o post

Já que o assunto é nostalgia, ninguém melhor que ela.. Lynn Hill pra decorar o post

Uma pessoa muito especial reclamou que faz tempo que eu não posto vídeos, então o post de hoje é só disso. Assim que receber as fotos do curso que demos no fds farei o relato, mas adianto que foi bastante proveitoso e extremamente prático!

Vou começar falando sobre a volta do “Pornô da Escalada”. Calma, não é um vídeo que vazou do Chris Sharma e da Daila Ojeda feito com o celular dele. É uma expressão antiga e de maneira nenhuma é pejorativa, apenas adjetiva a maneira como é montado um vídeo de escalada. Quando eu comecei a escalar, a gente baixava os vídeos no Escalada Brasil, que normalmente era um cara/mina, mandando uma via ou boulder, com um som reggero-alternativo (leia-se: DUB). E Só isso. 5 minutinhos, saiu do chão, escalou, chegou no final, mandou, créditos. Lindo! Mantendo essa receita, mas um pouco mais elaborado, quantas milhões de vezes nós não assistimos à conclamada série Masters of Stone, ou mais ainda, a série de 5 ou 6 filmes Dosage? O Dosage ficou clássico com o Chris Sharma mandando a via Realization (via que depois voltou ao seu nome original, Biographie) e a famosa musiquinha do Ekoman qdo ele manda a cadena: “… Do you loooooveee….. My muuuusic? Parananapara*”

Quantas vezes não cantamos essa musiquinha qdo algum amigo mandou algum projeto?! (tipo o Animalzin na caixa)..

No Masters of Stone, Dan Osman Solando com a lycra azul e fazendo entalamento de joelho a 100m de altura sem as mãos no negativo (2:24 do vídeo). Metallica com certeza nunca mais foi o mesmo, e se alguém não conhecia ou não gostava, depois desse vídeo realmente virou o símbolo de uma geração de escaladores. A gente ainda ficava se perguntando como ele conseguia fazer tudo aquilo com aquela bosta daquela Boreal que ele usava, ficavamos com dó. Ele devia ser muito foda mesmo.

Mas falando em pornô da escalada, acho que o suprassumo da pornografia escaladoristica back in those days foi o video do Iker Pou na Action Direct. Começa com eles vendo uma revista de mulher pelada chamada PAOLA… PAOLAAAAA HAHAHAHA (sic) depois o cara enfia o dedo dele grosso igual uma linguiça num “Shalow Mono” – um monodedo raso – e dá um bote num negativo quase 45º para um bidedo aparentemente menos ridículo que o mono. Se tivessemos vídeos de escalada na TV, esse seria um clássico da Sessão da tarde, tipo a Lagoa Azul. UN-BELIEVABLE (é para o escalador de verdade o que o vídeo do indiano de shortinho amarelo é para um leigo).

Bem, e de lá pra cá os vídeos evoluíram. Abençoadas câmeras que filmam em HD se tornaram comuns e os vídeos melhoraram. E aí a galera começou a criar roteiros, histórias, dramatizar, e em alguns vídeos é possível até ver alguns escaladores escalando mesmo, entre uma cena em Macro do close de uma florzinha com um laguinho ao fundo desfocado e o depoimento emocionado falando como aquela foi a via mais difícil e mais bonita que aquel@ escalador@ ja fez (que normalmente é um video que gravam só uma vez e colocam no fim de todos os videos em que aquela pessoa aparece escalando). Isso quando o depoimento emocionado não é porquê sua escalada salvou a vida de criancinhas na África.

Aí começou a ficar meio Over, e pra virar uma novela só falta beijo lésbico (por favor, alguém?!) e uma trama de intrigas e fofocas (tipo se valeu a cadena porque a via tinha agarras cavadas ou saiu de cima de um tijolinho de 20cm pq não alcançava a primeira agarra da via, ou se o First Ascent foi liberado pelo conquistador da via). E sem contar os vídeos de Drones né? Que são melhores que os vídeos de Go-Pro, que pelamor, entram no campo do errou-feio-errou-rude. Saiu na Climbing do ano passado uma matéria “Quando é Ok eu escalar com uma gopro na cabeça?” Aí tinha um fluxograma ou algo assim, mas resumidamente era: “…Você é fodão, patrocinado e precisa justificar suas atividades? Então arranje alguém pra filmar você direito. Você é amador e quer fazer um vídeo seu escalando só pelo lúdico? Pare, você nunca vai assistir e aquilo só vai fazer você parecer um idiota no meio da galere. Você está sozinho no pico? Você não vai querer lembrar do dia que não conseguiu arranjar nenhum amigo pra ir escalar com vc“. Já os Drones estão cumprindo a função de pegar uns takes muito legais de escaladores e escaladas bem bacanas, só espero que não se tornem o novo “Macro na florzinha com o laguinho desfocado no fundo”. Está no começo, mas pelo que temos visto é bem mais que isto e a expectativa é positiva para eles. E agora uns vídeos atuais para comparar a qualidade:

Esse aqui um pouco sentimental demais, mas mostra umas boas cenas de Climb. Achei impressionante pois nunca tinha ouvido falar isso: O Cara caiu tanto no crux, que teve que aposentar 2 mosquetões por desgaste!! (ao longo de 1 ano). Vaya perseverança! (sem contar os pinos no ombro, ter sido renegado pelo médico, aquela coisa que pelo menos eu tenho visto direto por aí).

Um dos vídeos que mais me alegraram e motivaram a falar sobre a volta do pornô do Climb foi esse, muito bom.. Imagino que deva ser tipo o pornô 3D, pois é cheio de efeitos, muito legal. Acho que os escritos na tela enquanto o escalador clipa a corda podiam durar um pouco mais pra dar tempo de ler. Mas realmente um marco muito bacana no pornô Climb nacional, assim como o próximo vídeo que entra no lado oposto do pornô, ou seja, dos documentários.

Esse é muito legal pois é um exemplo de como devem ser feitas as novelinhas de climb de hoje em dia. Mostra a Falésia Paraíso em Pindamonhangaba/SP, e conta a história das conquistas, com os responsáveis pelo local, fala das vias, possui imagens muito bem encaixadas. Com Drone e tudo! Está longe de ser um pornô de escalada pois quase não vemos escalada de fato, mas como documentário, é nota 10!

E pra não falar que eu não falei de Boulders, essa Italiana de 15 anos mandando V11, não vou categorizar esse vídeo porquê seria pedofilia falar em pornô num vídeo com uma mina de 15 anos hahahaha

Esse vídeo eu achei cabuloso. Mistura Drone, quase nada de história e mostra o pico deixando todo mundo com água na boca. Detalhe que fica no local onde tão querendo construir uma Usina Hidrelétrica. Se fosse no Brazil, as obras já estariam iniciadas, canteiro de obras em pé, antes mesmo da aprovação do Senado, que seria comprado por algum esquema de propina e financiamento de campanha. Ver Belo Monte.

E uma série que está campeã, estou muito ansioso para ver os outros episódios é a Roc Brasil, mostrando as escaladas na Chapada Diamantina. Sério, muito melhor que as séries machistas, tendenciosas e monocromáticas da EpicTV, graaaande elenco com personalidades verdadeiras como LP Silva, Rafael ou Gironha, grandes figuras da escalada da Chapada que contribuiram muito mais para  escalada do mundo do que dois gringozinhos que escalam ônzimo grau e vão pra outro país arrancar chapas das vias alheias. Esses sim! LP Xibungo! Rafael, e Gironha e os chegados é que merecem destaque na mídia pelo que tem feito, pelo bonito trabalho com as comunidades, pela escalada, e pela inspiração. E os criadores da série, meu muito obrigado, troféu “Enquantoissonaomuitolongedali” de melhor vídeo de todos os tempos da última semana.(esse é só o Teaser… fico ansioso pelo original!)

E pra acabar, um pornôzinho gringo na espanha com a eslovaca Alexsandra Ola Taistra falando um pouco dos climbs, do que ela gosta e não gosta. Eu diria que é exatamente o modelo perfeito do nosso ClimbingPorn moderno não exagerado.

Muita informação né? Eu sei, espero que tenha gostado, que motive, entretenha e inspire!

Feliz 2014!

A foto tema de hoje é em homenagem a meu amigo escalador de rodapé Shimoto

A foto tema de hoje é em homenagem a meu amigo escalador de rodapé Shimoto

E como prometido, com uma semana de atraso o post duplo da semana passada. Separei uns vídeos muito legais pra vocês curtirem nesse fim de ano. É pra torturar mesmo aquelas pessoas que ficam esperando as férias pra ir treinar, depois reclamam que queriam ter ido viajar mas não estavam em forma… TOMA! Treinar é todo dia. É uma colher de arroz a menos no prato, é sair do trabalho e ir pra parede fazer travessias, guiar vias, fazer finger, etc… É ir atrás da sua lesão pra ela sarar mais rápido e não ficar esperando que ela sare sozinha. É mudar seu estilo de vida pra que treinar, escalar e viajar (e viajar pra escalar obviamente) seja tão natural quanto ir ao cinema (coisa que esse ano não fiz ainda). É aquela duvida eterna: É você que está levando o cachorro pra passear, ou é o cachorro que passeia o dono, fazendo ele sair de casa, da frente da televisão? Enfim, divagações a parte, vamos aos videos conforme prometido.

Começando com esse vídeo português sensacional. Acho que o melhor de Dezembro e um dos melhores do ano. É a busca de um português pelo seu primeiro 11c (9aFr). E o melhor é que é nas terras dos vídeos gringos do Chris Sharma, e em português. Muito bom, esperamos mais produções nesse sentido. [SPOILER ALERT] Detalhe para no finalzinho, quando ele passa o crux, ta na cadena, falta uma agarra pra clipar a base, ele ta em dois regletinhos e AS DUAS MÃOS escorregam ao mesmo tempo e  ele consegue pegar o agarrão e clipar.. a mão suou, o cu piscou e deu até um frio na barriga.. Muito bom o vídeo

O proximo vídeo me faz pensar porque eu não curto tanto boulder ou vídeos de boulder. Cheio daqueles muleques com boné de aba reta, criados no leite com pera, com 1% de gordura no corpo e “Ape index” infinito mandando os v15. Bem, pois neste vídeo um cara que eu pago um pau que é o Killian Fischubber, seguidamente campeão de escalada (e de boulder as vezes também) por vários anos seguidos, namorido da Anna Stohr aparece fazendo boulder num lugar muito massa, com vários blocos muito bonitos e legais, (e não no farelo tirando leite de pedra).

E aqui vai minha alfinetada para aqueles que pararam de escalar por causa da patroa. Primeiramente meus parabéns a você que escala e à seu companheir@ que não escala, por conviverem tão harmoniosamente numa protocooperação. Melhor que isso só mesmo o mutualismo de um casal escalador 🙂 Como estes desse filme. Os já famosos por aqui James Pearson e Caroline Ciavaldini numa produção do Brasileiro Francisco Taranto Jr.! São eles no festival de Kalymnos, na grécia. Durante o evento o James faz uma surpresa pra Caroline, e eles se casam! Detalhe pra coragem dele de casar de usar um terno branco. Ornou porque a noiva casa de preto! Já viu isso? Sem contar que o vídeo é mais sobre os dois que sobre o evento (podia ter aparecido mais a Nina Caprez). Reparem que a Caroline ta usando a que eu considero uma das melhores cadeirinhas do mundo na atualidade, que é a Atmosphere da Edelrid, que é confortável pra caramba, ao mesmo tempo que é respirável! Quem sabe em breve né?

Já que estamos falando de festivais, segue um da La Sportiva. Na Sardenha, de boulder. Parece um lugar com muito bloco, pra você escolher seu estilo, tipo Conceição do Mato Dentro. Como é de boulder, ce tâ ligado….

E voltando a falar de escalada, esse vídeo me deixou empolgadíssimo. Apesar da tremedeira, o vídeo ficou bem legal e não vejo a hora de ver o oficial. É sobre a escalada nas Blue Mountains, na Austrália, lugar tão presente nas fotografias do Simon Carter.

E pra encerrar um muito simples. Um vídeo de escalada à moda antiga: Só o cara escalando, sem muito fru-fru. Espanhol mandando 11a Br numa falésia chamada Valdecabras (seria o pico das cabras, vulgo sheeppeak , da espanha? hahaha). Boa filmagem, boa edição.

Muito bem! Chega por hoje. Agora postagem só ano que vem! Ou não né, vai saber. Enfim, todo mundo merece um descansozinho né não?! 😀

Beijos a tod@s, viagem bastante, curtam os feriados, saiam, vivam a vida, sejam felizes, sintam emoções, sejam honestos consigo mesmos e não abusem muito da comida e da bebida! Feliz 2014 a tod@s  os leitores! Luv´ya all, bitches! hahaha

Aberta a temporada de escalada na Invernada

A foto decorativa de hj é pra compensar a maudade que faço com a Sasha no final do post hehe

A foto decorativa de hj é pra compensar a maudade que faço com a Sasha no final do post hehe

Chegou fim de semana todos querem diversão
Só alegria nós estamos no verão, até Janeiro
São Carlos, Invernada
Todo mundo a vontade calor, muita chuva
Eu quero aproveitar o finde
Encontrar os camaradas para aquele Climbe
Não pega nada
Estou a meia hora da minha quebrada
Logo mais, quer ver todos guiar

Pois é, vem chegando o verão… E com ele as chuvas. E com elas, a temporada de escalada na Invernada! Chega a hora de aquecer na Caixa de fósforo, equipar a Barranco noveá pra galera, reclamar das abelhas e ficar especulando que o caixo ta menor, que elas tao diminuindo e torcer pra elas vazarem… Todo ano é igual hehehe Aí a gente entra na Colômbia, emenda na Narcotráfico, depois equipa a Sexo, Sangue, Suor, Lágrimas e Gritaria. E fazemos aquela rodinha em volta do Beto para tentar em vão convencê-lo a chapeletarmos a Fenda de Éris pra termos mais uma via pra escalar, aquela fenda podre e farelenta que ele insiste em não conquistar, e que após 14m de fenda a via toca mais 16m até a base sem proteção nenhuma, igual Hard Grit, só que com uma fenda podre e farelenta no começo, e que ninguém (nem ele) entra. E aí ficamos sendo observados pelos tiozinhos já mais que alegres que foram almoçar no restaurante, dizendo que quando era novo (e com 50kg a menos) subia aqueles morro tudo lá, e sem corda!  As madame segurando seus filhos pelo braço como se a criança tivesse saído da cadeira de rodas pela primeira vez, e as meninas olham as escaladoras como se elas fossem de uma outra raça, e nós ficamos nos sentindo num zoológico, observados. E claro, como não poderia deixar de ser, sempre tem aquele esperto grande e profundo conhecedor da causa, que lá de longe já vem bradando com o peito cheio: Ó OS CARA FAZENDO RAPEL! Aí é a hora de respirar fundo e entoar um mantra: São Gulich, perdoa-os, pois eles não sabem o que dizem…

E é isso aí, fim de semana dependendo de como estiver o tempo estaremos lá. Temos projetos de cadenas, projeto de abertura de vias, de plaquinha pra por no pico pedindo encarecidamente que não escrevam a porra do nome na rocha, e uma recompensa pra quem quiser ir lá tirar os caixos de abelhas, que deve ter uns 2mx1mx0,5m de tamanho cada um. Alguém se habilita?

Esse mês eu melhorei a parada da Peru Express, que é a única via de quinto grau do pico (depois só a barranco que é 6sup mas é em móvel). Eu faria mais melhorias mas o Beto não deixa, então por enquanto vamos lutando pra deixar o pico Classe A 🙂

Adicionei uma chapa com corrente e mosquetão, já que a da direita estava girando em falso (mas nao sai!)

Adicionei uma chapa com corrente e mosquetão, já que a da direita estava girando em falso (mas nao sai!)

E no último finde entramos na Sexo e na segunda parte da Barranco, que são minhas vias preferidas no pico! Tem algumas fotos da Isa na Sexo, Sangue Suor Lágrimas e Gritaria, e deixo junto com os vídeos, um da segunda parte da Barranco, por este que vos fala. Aliás, vou aproveitar e colocar um também da Narcotráfico, já que o assunto é invernada.

Segunda parte da Barranco noveá, um 7b/c lindo, negativo de agarrão 🙂

E um dos meus vídeos preferidos: a Narcotráfico:

Tá, e já que eu comecei, vídeos!

Começando com um que me decepcionou muito. Todo mundo ficou Ó! Que legal! Que maravilha, mas tipo, só mostrou a galera gringa escalando no Brasil, e passou a impressão que a escalada aqui é no meio das bromélias e dos gravatás. E todo mundo sabe que A Daila, a Colete e a Samanta foram pro Cipó e escalaram num dos melhores lugares do Brasil, e isso nem aparece no vídeo! Que triste! :/ Deu uma leve impressão que elas tavam fazendo caridade levando a yoga pra quem nunca teve oportunidade de conhecer.. Eu sei que não foi isso, mas o vídeo passa essa impressão! Bom, mas vou parar por aqui pq tbm não quero fazer um review oficial de um vídeo de 5minutos hehehe

E essa semana tivemos a quarta mulher a mandar um 9a Fr (11c BR). Sim! Antes de Muriel Sarkany apenas Josune Bereziartu, Alizee Dufraisse e a polemica Charlotte Duriff. Sasha não conta pq a via dela (Pure imagination) foi rebaixada pra 8c+ quando foi mandada a vista pelo Adam Ondra. A Muriel foi tipo 5x campeã do mundo na década de 2000 e agora na flor da idade, está em sua melhor fase! Confiram esse vídeo dela malhando OUTRA via, deve ser tipo um 11b ou 11a.. ta bom né?! hehehe

E já que é só de mulherada que eu posto vídeo, que tal um 10b de praticamente 20m de teto nos EUA? Via pra Fabi malhar, a menina sem peso com resistencia infinita né?

Ta, mas vamos androgenizar um pouco, com duas vias fortes no Brasil, por escaladores Brasileiros. Primeiro a Evolução das Espécies na Falésia dos Olhos em São Bento. (É, eu chamo lá de São Bento mesmo hahaha).

E o Segundo o FA da via Kriptonita por um dos escaladores mais fortes que temos, Jean Ouriques. Detalhe para a música, que tava demorando muito pra sair em algum vídeo de escalada. Acho que tava todo mundo com medo do Clichê de que todo mundo ia usar pq era muito óbvio que se a Petzl lançasse uma trilha sonora ia ser viral, mas nao foi o que aconteceu, e ficou muito legal no vídeo! E uma outra coisa a se notar: PORQUE é tão importante colocar as costuras para o lado certo na chapa e em relação ao lado para onde se vai escalar. No último minuto do vídeo, a ultima costura da via “desclipa” o sling do mosquetão reto (Vacou a costura!).  Fica a dica 🙂

E é isso! Deu por hoje, vou bolar uma charada bem dificil pq o Zé já ta me zuando que as que eu coloco ele acha mto fácil (mas ninguem mais acerta) hehehe

O Retorno do Rei e a Lenda

Adivinha onde eu tô, quem ta de volta na praça? Chris sharma, ex-quadrilha da fumaça!

Adivinha onde eu tô, quem ta de volta na praça? Chris sharma, ex-quadrilha da fumaça!

Ele está de volta. Quem gostava do Chris Sharma já estava enjoado dos mesmo videozinhos ctrl+c ctrl+v de sempre mostrando a vidinha perfeita dele lá na espanha, com a mulher perfeita, casinha perfeita, com um cachorro perfeito, escalando pefeito. BO-RIIIIING. Entediante. Não aguentava mais e já estava rolando um momento “vergonha alheia” cada vez que saía um video novo “mais do mesmo” do chris sharma. Parece que quando ele queria fazer uma coisa diferente só faltava ir no Parque Ecológico fazer picnic (please kill me now). Fofoquinhas a parte, Chris parece que está numa nova fase de sua vida, muito mais positiva e agitada, e botou o pé na estrada. Primeiro foi pra Austrália, depois foi pra Yosemite tentar livrar a Dawn Wall junto com o Tommy Caldwell que tenta pelo sexto ano consecutivo. Aí o parque fechou e foram pra outros picos. Eis que depois de 5 anos sai um filme realmente cativante do nosso herói pop das falésias esportivas escalando e fazendo boulder no “The Grampians” que é tipo o Cipó Australiano. Nesse tempo que ele ficou hibernando brincando de American way of life (só faltou a cerquinha branca), quem ganhou atenção (muito merecida diga-se de passagem) foi o Tcheco Adam Ondra. Depois de mandar vários dôzimos, o tcheco voltou pra escola e, apesar de mandar um dôzimo ou outro de vez em quando, parece que é só isso que ele faz e não faz mais que a obrigação. Enfim, tudo isso pra apresentar esse vídeo novo que a Prana fez sobre o Chris em sua visita pela Austrália. O mais incrível é que o vídeo é do Simon Carter, o Naoki Arima versão internacional da fotografia, que agora também está fazendo vídeos. Destaque para as vuadas, oferecimento: shimoto airlines.

E agora vamos polemizar. Todo mundo ficou sabendo da treta do Gringo que veio arrancar chapa das chaminés cariocas em itatiaia, e abrir via onde não pode. Aí depois de ter sido queimado vivo em praça (fórum) pública, ele solta um texto que se encaixa na categoria “Errou feio errou rude” ao tentar justificar suas atitudes com argumentos completamente fantasiosos e bem de “forçação de barra”. Do tipo “é… é… Arranquei memo, é… é… se foda.. Ninguém garante que a via era sua! pode ter subido um dinossauro ali antigamente e por isso vc não foi o primeiro, nao tem como saber“. Fala com a minha mão mano. Detalhe que ele trata como fenda uma chaminé de meio corpo (daquelas que você tem que colocar o cotovelo dobrado pra caber o antebraço dentro – Asa de galinha! – mais meio corpo pra conseguir fazer o entalamento). Sua declaração de “mea culpa” cheia de frases de efeito vazias criadas pelo gerador de blablabla foi mais um momento vergonha alheia, e uma excelente oportunidade perdida de ter ficado calado. Enfim.

http://desnivel.com/escalada-roca/enzo-oddo-hay-que-prohibir-los-spits-en-las-fisuras-de-granito

E falando em cagada e apedrejamento em praça pública, o Joe Kinder sofreu o mesmo essa semana, pois abriu uma via num pico, e arrancou uma “arvrinha” na saída da mesma que estava bem na reta de queda do crux, o que evitou possíveis empalamentos por parte dos escaladores. Acontece que a árvore era protegida, meio sagrada entre os locais, centenária. Aí a casa caiu pro Joe Kinder (ovo). Em vez de falar: “Se foda, agora a árvore não volta mais e eu faço o que eu quiser” ele soltou um super pedido de desculpas admitindo o erro e contando a história de como ele pensou pra chegar à conclusão de remoção da árvore e se dizendo super chateado com o ocorrido pois ele não tinha noção de que a árvrinha era tão importante assim. Enfim. Era isso que esperavamos do Muleque que fez cagadas, mas muleque é muleque né. Esperamos que o caso Joe Kinder sirva de exemplo pra galera não sair fazendo merda por aí, e se fizer, como se deve fazer um pedido de desculpas. (Apologies accepted).

http://www.joekindkid.com/2013/10/my-actions-my-responsibility-and-my-mistake/

E para entrete-los, alguns vídeos preparados. Um vídeo muito legal, (mais um) da Prana, com a Heather Robinson, uma veterinária mandando os graus foda em sua falésia quintal de casa. Dica para as meninas que querem ser escaladoras e aproveitar o máximo que a escalada tem a oferecer: Vejam como ela toma voadas tranquilamente nas vias. Que tal começar a perder esse medinho? 😉  (Destaque para a trilha sonora e a fotografia)

E falamos do Chris Sharma, mas por onde anda o mundialmente famoso “Máquina”? Dani Andrada pelo jeito gostou de abrir as vias longas em tetos de cavernas e está se empenhando numa nova via. A espanha que tem todo tipo de Rocha boa, tem também essas grandes “cuevas” altas com arcos em cima, então o lazarento nem tem que viajar muito longe pra poder escalar o que lhe “de na gana”.

E um dos melhores eventos de escalada do Brasil ocorreu no mês passado, o Cocalcinhas. Homens vestidos de mulher foram autorizados a participar também, mas em principio foi um encontro feminino de boulder na rocha.

E esse mês também saiu um vídeo muito legal mostrando as primeiras impressões de uma escaladora recente. Sabe quando a gente fala que não importa quanto você escale, enquanto vc não vai pro Cipó não da pra saber se o “bichinho” da escalada te mordeu ou não? Pois aí a menina aparece sendo devorada por ele. Motivante, inspirador. Bonus para o Barão na Juan Salame 11b. Máquina!

Ah! E pra finalizar, todo mundo sabe que estou terminando os ultimos ajustes no GUIA COMPLETO DE ESCALADAS DO CUSCUZEIRO. Pois pedi apoio a algumas empresas pra fazer propagando no livro (que será colorido, em formato A5, com  muitas fotos com aproximadamente 70 páginas) pra ajudar na impressão, e até então tenho ouvido muita desculpa de que as vendas cairam esse ano e por isso Não podem ajudar. Ah, claro, aí sua marca tem uma queda nas vendas: em vez de vc investir em divulgação e publicidade para que as pessoas voltem a comprar, você guarda o dinheiro embaixo do colchão. Sobre esse assunto preparei um artigo daqueles de 5 folhas de word explicando o porque da crise, mesmo nunca tendo se comprado tanto equipo de escalada no Brasil, talvez solte aqui no blog nos próximos posts. Bom, tudo isso pra dizer que por coincidência numa visita técnica na Alemanha pela Quero Escalar (aguardem, em breve novidades) me aconteceu algo inusitadíssimo, confira comigo no Replay:

Estou eu na Alemanha conhecendo os funcionários da empresa durante uma visita técnica na Fábrica/Escritório da Edelrid quando entra na sala um senhor Alemão muito simpático e pergunta se eu conheço o Cuscuzeiro. Aí eu digo todo surpreso: Claro! Estou fazendo o guia de lá! Aí ele: E vc sabe como é a historia de como começou a escalada lá? Aí eu: Sim, foi um alemão, que abriu as primeiras vias e aí não pararam mais…o nome dele era Karst… aí ele responde todo fanfarrão: Muito prazer, Karst!

Fiquei muito feliz de ter podido conhecer uma lenda viva! O cara que abriu as primeiras vias no cuscuzeiro como Manga com Leite, Watch me, Let’sgo, mosquitos go Home e Denorex por exemplo, lógico que pedi pra tirar uma foto com ele!

Carsten (o cara que junto com o Tonto abriu as primeiras vias no Cuscuzeiro!) e eu, na fábrica da Edelrid.

Carsten (o cara que junto com o Tonto abriu as primeiras vias no Cuscuzeiro!) e eu, na fábrica da Edelrid.

E foi isso, a fábrica é Sensacional, o departamento de criação, deu pra ver como as cordas são feitas e como são projetados os equipamentos e as novas tecnologias. Simplesmente demais!

Ah! Se alguém quiser ver sua marca no guia do pico mais importante do interior do estado, entre em contato!

Pra videar…

Não, não é na Grécia, é na Itália!

Não, não é na Grécia, é na Itália!

Calma, não é Viadar, é videar, no sentido de ver vídeo! Todo mundo sabe que tenho muitos vídeos acumulados, então vou desovar alguns aqui:

Começando com um vídeo bem ruim. Lembrei do Animal na hora que vi esse vídeo. A palavra que me veio na cabeça quando vi esse cara escalando foi: “…grandão bobão”. O Beto, a Isa e eu vimos o Nick Duttle pela primeira vez no Petzl RocTrip e achamos que ele devia ta com o Philipe Ribiere, pq ele é muito feio, parece o Sloth (Chocoolaaaateeee) dos goonies! Só que ele escala. Não é um Adam ondra super técnico, é um grandão bobão forte que perde os pés toda hora. Mas manda 10c né manolo? É a esperança para os grandões bobões como eu que usam bonézinho pra trás, camiseta verde e uma Scarpa no pé! Momento TOC pro Shortinho da copa de 70! Se vc tem mais que 1,85, NÃO USE shorts que vai até o Joelho: A cadeirinha faz com que fique parecendo o short da Funai.

Agora um video totalmente o oposto: Graça, leveza e suavidade numa das vias mais concorridas de Rodellar, um daqueles supracotados ônzimos que tipo, em Igatu seria um 10b, e em rodellar é 11b. Mas o vídeo é bacaninha! Não é o melhor vídeo de hoje, mas tem seu charme.

E agora sim, a Nina em dois vídeozinhos pra alegrar o seu dia. O primeiro na via Peixe Bola Gato Fish Eye:

E nesse malhando um 10b com a Melissinha Le neve, ironicamente o melhor 10b (8bFr) do mundo hehehe

E pra quem não sabe, rolou no fim do mês passado o PETZL ROCTRIP 2013. (WHAT?) POis é. Acho que foi meio traumático toda a burocracia, dor de cabeça e suborno aos policiais argentinos e esse ano eles reduziram o evento de 2000 pessoas para 300 ali no quintal de casa mesmo, onde já tinham sido uns 4 ou 5 outros PRT: Millau, mais precisamente no Gorges du Tarn. Também serviu de incentivo pra reaberir o local que teve varias vias regrampeadas apos um acidente algum tempo atrás.

E já que o PRT desse ano foi tímido, praticamente pelo lúdico, Esse ano pelo jeito o que vai bombar será o The North Face Kalymnos Climbing Festival. Só Negativos de agarrão. Sombra de manhã num lado, veio o sol, muda de setor, e por aí vai. Oitavos, nonos, décimos, ônzimos de 30, 40, 50m de continuidade de patacão em patacão. Ai meu pai… Será?

Ta, e pra acabar, por enquanto, um que saiu faz um tempo: uma mina mandando uma das vias que são pros EUA o que a Heróis é pra gente: Um marco na escalada esportiva. Só que sem agarra nenhuma. Vocês lembram da Speed no post retrasado? Pois é… tipo aquilo:

Um vídeo novo, e diferente

E mudando um pouco o estilo das fotos do blog... (só hj, prometo)

Ok, nem tão novo assim, o vídeo é do ano passado, mas ngm viu!

É, porque ninguém aguenta mais ver o Adam Ondra Gritando que nem a Silvia Saint em terras “espanholas”. Nem do Honnold solando um Big Wall em Yosemite como quem vai na esquina comprar um pão Francês. A bola da vez são dois “Alemões” praticamente desconhecidos no Yosemite Italiano, As dolomitas. E o desafio deles é  percorrer 14km de caminhada até o pico, mais 1000m de desnível em via ferrata, para só então poder fazer a primeira repetição da via de 15 cordadas e 600m chamada “Chimera Verticale”. Ah de boa, tudo quarto grau. Só que Não. A via começa com umas cordadinhas básicas de sétimo grau francês (que vai do 7c ao 9b brasileiro) e depois tem várias de oitavo e até nono grau Francês (ou seja, de 9c a 12a brasileiro). Aí vc pensa que eles vão fazer em uma semana o bagulho né? NÃO. 24hrs é o tempo: VALEEEEENDOOO!!

PS – só porque o de verde usa cadeirinha masculina e o de azul a  feminina não quer dizer que eles sejam namorados! (no ten nada demás!)

 

========UPDATE=============

O Raul nos elucidou a questão da Graduação. Eles falam em sétimos, oitavos e nonos mas não é na graduação nem Francesa, nem americana, muito menos brasileira. Eles tão usando a graduação UIAA’ense , que é esquisita e ninguém sabe que existe, muito menos usa. Confira o comentário do nosso colaborador internacional exclusivo:

Raul disse: “Eles estão falando da graduação UIAA do centro da europa, as vezes em Frankenjura usam essa graduação. O mais foda é um nono grau que equivale a 7b+/7c na francesa. As primeiras enfiadas são sétimo, que equivale a entre 6b e 6c+. Mas é uma via foda mesmo assim.

Charada e uma coisinha a mais…

Anna Stohr - Austríaca que anda mandando Tuto por aí, ganhando todas as competições que participa...

Anna Stohr – Austríaca que anda mandando Tuto por aí, ganhando todas as competições que participa…

É, fazia tempo né? Todo mundo curte, eu tenho feito poucas, não prometo mais regularidade, mas criatividade sim! Vamos à charada de hoje, e logo em seguida um agradinho para vocês ilustres digníssimos leitores 🙂

Charada de nível médio!

Charada de nível médio!

E beleza, é dada a largada para ver quem acerta primeiro. Enquanto isso, não muito longe dali, estou com muitos vídeos acumulados! Mas vou colocar só um porque realmente, é O Vídeo. Até falei 2 posts atrás que o vídeo do Cláudio Brisiguelo era o mais legal dos últimos tempos… mas este, meu irmão.. este próximo vídeo vai transcender tudo o que conhecemos por vídeos de escalada. Simplesmente um salto quântico mais além dos tradicionais vídeos de boulder – Aí Cláudio, até vc vai ter que concordar comigo! hahaha . Acho que 2013 tem sido o Ano em que os vídeos de escalada acordaram para o mundo e meu amigo… se o vídeo do Akira era bom… esse aqui é outra “catiguria”. Anos luz não em ser melhor, seria como comparar uma bela pintura de Monet a um filme do Steven Spielberg, mas simplesmente anos luz do outro lado do cosmos, o qual por si só independente do lugar é lindo. Como comparar então? Não dá. Mas dá pra assistir e babar. Com vocês…. ahm… vejam vocês mesmos:

DE NADA.