Escalada de ano novo

Primeiro post, primeira foto do ano!

Primeiro post, primeira foto do ano!

Escalada de ano novo esse ano é no Cipó! O Genja está lá, mas ele deixou o Gerador de posts automaticos do WordPress trabalhar por ele… Esse post seria digamos, um psicopost ou um alter-ego…. Enfim… tudo preparado, e claro, ele deixou um presente de reis magos pra galera! São alguns vídeos que estavam aqui na meia e agora aproveito e compartilho com todos, aproveitando esse espírito “compartilhamental” de fim de ano.

O primeiro é da Sterling. Curto, belas imagens e belos vôos. Os mais chegados tão ligados que eu estou na empreita de aprender a voar e se desapegar do contato físico com a rocha e aprender a fazer melodia com o som do vento a medida que eu tomo grandes voadas numa via. Esse vídeo motiva e empolga! Você tem medo de tomar umas voadas? Let it go…

Ano passado no Roctrip encontramos, pedimos autógrafo, tietamos a Mayan Smith-Gobath. Ela é uma escaladora foda, do time Petzl, e se até então vc não a conhecia, ela foi a primeira mulher a mandar, ano passado, a primeira repetição feminina da via Punks in the Gym, na Austrália. Essa via foi o primeiro 10c do mundo aberto e escalado pelo Wolfgang Gullich em 85!! Tinha que ver a cara dela quando o Beto a cumprimentou pela cadena da via: Uma mistura de vergonha, humildade e orgulho… legal! 🙂

A monique forestier é uma das melhores escaladoras e destemidas do mundo, e acho que deve ter um pacto com o Simon Carter, melhor fotógrafo do mundo e também australiano. As fotos e vídeos dele são coisa de outro planeta, e somando ele com a Monique que é foda pra caralho, num dos picos mais fodas e belos do mundo, Verdon, na França, é receita de sucesso, boca aberta e mão suada.

Já esse é da Ashima, a prima mais nova da Fabi. Desta vez ela está de volta mandando boulders que um número de mulheres que da pra contar nos dedos da mão mandaram, só que ela está fazendo isso com menos de 10 anos de idade. Impressionante!

E para finalizar, eu pretendia fazer um post-homenagem ao Grande ídolo, junto com o Gullich, Patrick Edlinger, que morreu ano passado por problemas relacionados ao alcool. Praticamente o idealizador das competições de escalada modernas, foi o pioneiro e principal responsável pela realização dos primeiros ARCO ROCKMASTER na cidade italiana de Arco. Foi ele quem sugeriu que não se fizesse mais competições ao ar livre mas numa estrutura montada. Todo mundo riu da cara dele, e hoje as competições são o que são. Ele também que equipou falésias mundialmente famosas como CEÜSE na frança. Destaque para seu depoimento sobre a distância entre as chapeletas nas vias dele:

“…As vias tem poucas chapeletas, não porque somos tradicionais, somos contra as chapeletas, nem somos praticantes do mínimo impacto ou minimalistas. Naquela época nós moravamos no carro e não tinhamos dinheiro pra comprar chapeletas. Então com o que a gente conseguia a gente tentava equilibrar pra poder abrir o maior número de vias possível. Se tivessemos mais chapas, com certeza colocaríamos mais chapeletas nas vias…” O que é um tapa na cara de algumas pessoas que ficam defendendo vias mal protegidas (veja, eu Não disse esticada, disse mal-protegida, é diferente) alegando que na frança é assim porque eles são isso ou aquilo.

E por hoje é só pessoal! Espero que estejam aproveitando os primeiros dias do ano… Que o Genja ta lá no cipó escalando horrores e dando risadas mil! rsrs

Feliz  Janeiro Sasha!

Feliz Janeiro Sasha!

Videos de escalada para embalar o feriado Natalino!

O ENMLD (essas sao as inciais do blog) deseja a todos um ótimo 2013!

O EINMLD (essas sao as inciais do blog) deseja a todos um ótimo 2013!

Como eu já me justifiquei, as postagens estão escassas e não tem nada que eu possa fazer a respeito! (a não ser postar mais). Eu até fiz um post nesse meio tempo mas foi no blog do CUME sobre o Campeonato Caipira, que foi de OTO PRANETAAA…. Mas como hoje é um dia dedicado à preguiça e à profanação, à procrastinação… não custa nada um postzinho né?! ainda mais que to com milhões de vídeos pra desovar aqui e ninguém gosta que eu coloco mais do que uns 15 ou 20 de uma vez, então vamos lá:

Começando com as produções nacionais, um dos mais perfeccionistas fotógrafos/escaladores/videomakers do Brasil, Naoki Arima mostrando as escaladas e treinos do pessoal capixaba:

E Não contente, fizeram mais este vídeo, “Indoor-Fina”, que na minha opinião tirou leite de pedra  e ficou incrível, mostrando que talento e criatividade podem fazer milagres:

O próximo vídeo a crítica caiu meio em cima fortemente. Alegando que os vídeos do Chris Sharma de uns tempos pra cá tem sido tipo tudo “Mais do mesmo”, vc assiste um e tem a impressão que ja tinha visto porque cai naquele lugar comum de mostrar a vida perfeita e paradisiaca do Chris, morando no melhor lugar do mundo pra escalar, ganhando pra isso, com sua super namorada (aonão não vou dizer oq ue vcs estao pensando asf), seu cachorro, sua piscina, enfim… mas o vídeo é bem filmado e editado, não fosse o lugar comum, seria melhor. To pra ver o vídeo do Sharma mandando a Separate Reality (um mero oitavo grau de teto em móvel em Yosemite).. aí sim eu terei visto uma coisa nova…

(esssa é a via que eu to falando, e quem faz ela é o Dean Potter… se vc não conhece.. deveria, esse cara é insano)

Essa semana tive uma conversa pelo face e discutíamos se cachoeiras tem ou não dono. Havia um conjunto de chácaras que acessava uma cachoeira, aí o dono da terra vendeu-a, (a terra toda, não só a cachu) e o novo dono cercou tudo e acabou com a festa. E agora José? Agora que aqui na região de São Carlos temos pelo menos uns 5 picos de escalada alucinantes fechados (que nunca foram abertos na verdade) por conta da ignorância de alguns proprietários que acham que a gente para de tomar sol na laje de casa pra ir tomar sol e comer frango com farofa com o som ligado no máximo tocando funk nas propriedades deles, mostrando-se completamente alheios às questões humanas/psicológicas/sociais/ambientais do acesso às montanhas.

Caros proprietários de terras com pontos de interesse relevantes para a escalada: Nós não fazemos fogueira. Nós não jogamos lixo. Nós trazemos o lixo dos outros (e até mesmo seu) embora. Nós não levamos rádio. Nós não ouvimos sertanejo universitário muito menos funk carioca. Nós não derrumabos árvores. Nós cuidamos e damos manutenção nas trilhas. Nós não matamos animais silvestres. Nós não levamos cachorro no pico. Nós não jogamos excrementos em rios, pois fazemos nossas necessidades  no minimo a 30m de fontes de água, devidamente enterrados. Nós somos cordiais e respeitamos a privacidade dos proprietários. A única coisa que fazemos é escalar: Subir a pedra.  Discretamente de preferencia. No final do dia nós vamos embora. Será que agora podemos?

No Rio de Janeiro já existe uma lei que obriga quaisquer donos de terras que tenham pontos naturais de interesse comum como montanhas, paredões rochosos, etc… a fornecer um acesso pelo menos. Lei esta que tanto gostaríamos de ver aplicada no Brasil todo. Ahh, ia faltar parabolt. Se as empresas de chapeletas e chumbadores financiassem alguns políticos, eles iam encher o rabo de dinheiro de tanto que eles iam vender (e a gente abrir via ;P )… Enfim. Nos estados unidos os escaladores se uniram e formaram o ACCESS FUND que viabiliza e controla o acesso a algumas áreas. É como se fosse um fundo monetário, e, no caso de um proprietário querer encrespar com o acesso, ou querer vender para uma mineradora, o access fund vai lá e “empresta” dinheiro para a comunidade escaladora local comprar a terra. Depois a comunidade se vira pra pagar prestaçoes a perder de vista com juros infimos. Ah, e detalhe: funciona mesmo. Quem assina a Climbing sabe que sempre tem pico novo sendo liberado ou velho sendo salvo por eles. Tudo a base de doações dos proprios escaladores!!! (E aqui neguin miguelando 30 conto da semestralidade do cume… tsc tsc tsc…)

E Falando em acesso em áreas remotas, mais um video fanfarroneado para o ACCESS FUND:

E mudando um pouco de assunto, aqui um video de uma mulher espanhola que pratica escalada artificial em Solitário. Se você não sabe o que é escalada em artificial: (é quando vc pega na costura pra passar um lance que vc nao mandou em livre) e em solitário (quando vc faz sua própria Seg, com cordas, todos os equipamentos como manda o figurino, porém, sem um parça). Veja o vídeo e descubra porque a Silvia usa shampoo de laranja.

Agora um vídeo do “showBiz” da escalada. O LaSportiva Legends reune os feras da marca para um campeonato “Acima da média” pois os campeonatos de boulder tradicionais tem em média problemas de graduação entre 7c+ (V10) a 8b(V12). Esse não: Já começa em v12 (8a+) até v14 (8c)… enfim, mais todo o glamour que eles colocam em cima dos caras, que montam seus próprios desafios um dia antes para depois irem lá, todos juntos, na maior parceria, tentar mandar. Detalhe para um dos maiores campeões mundiais, o Jakob Schubert vermelho que nem um pimentão depois de tomar uns “ReggaeMaster” (é esse mesmo o nome né Gui?) na Baladinha…

E falando em escaladores manguaçados, eis um vídeo do nosso amigo Nacho “Doritos” “água de Salsicha” fazendo presepada em Kalymnos, na grécia. Aqui no Brasil o fanfarrão tem até via aberta que ele ajudou a conquistar, cujo nome é em sua homenagem e à sua troca de carícias com nosso outro amigo espanhol, Raul. O nome da via? “Cachaça não é água não”.

Nacho no Paredão (Cuscuzeiro)

Nacho no Paredão (Cuscuzeiro)

Tem até uma hora que aparece ele escalando!

Hora do mimimi: Se vc acha que está gordo, magro, alto, tem o doutorado, o mestrado, patrão chato, 34 créditos na faculdade, cargo importante, medinho de cair, casou com a pessoa errada, enfim, se vc PENSA que tem alguma justificativa para não ir escalar, hora do tapa na cara:

Tomou?

E pra terminar, o trailer de um documentário pra vc fica ligado… não é de escalada mas se vc pretende ter filhos, que eles não sejam obesos! Olha aí este documentário sobre o tema, muito interessante! Na minha opinião pais que tem filhos obesos deviam ir presos (ou perder a guarda da criança)!

E se vc ficou com vontade de assistir um documentário na íntegra, então veja esse que é muito bom e fala sobre a mais que atual questão do politicamente correto entre humoristas, que se defendem, e sociólogos que defendem as minorias:

Pronto! Feliz Natal, Feliz ano novo, muita escalada a todos, sem tendinites nem mimimi. Sejamos menos juízes dos outros e mais executores de nossas proprias sentenças! Ah, e observem o novo layout do blog, inclusive aquele segundo botão ali em cima, entre “Inicio” e “Este que vos Fala”. ;P