Trabalho!

EDELRID_ALPINE_Christian_Pfanzelt_09

Semana passada não teve post. Estive ocupadíssimo atualizando a apresentação do Curso que ministramos no CUME e em seguida preparando uma nota gigante que fez eu dormir uma média de 4 horas por noite alguns dias semana passada. Mas tudo bem, trabalho é bom, ocupa a cabeça e faz a gente focar nossa atenção e energia em coisas úteis. Essa semana é pra finalmente chegar a importação da EDELRID aqui na Quero Escalar e aí sim todo mundo vai poder comprar sua corda, sua cadeirinha e muitos outros equipamentos de primeira diretamente do importador, sem intermediários, por preços justos. Essa sempre foi a idéia principal da Quero Escalar, fazer algo diferente, inovar pra crescer e é nesse caminho que queremos continuar batalhando.

Enquanto isso, não muito longe dali… (pausa porquê um sabiá muito simpático ta entrando direto aqui no escritório no quarto em casa na sede da Quero Escalar e fica cantando em cima do suporte da cortina. Outro dia dormi com a janela aberta e ele foi me acordar hehe

Enfim, semana passada e retrasada acumulei milhares de vídeos, vou desovar aqui alguns dos mais sensacionais. Hoje não vou postar as fotos da Marina na Visual nem seu relato, tampouco o texto do Cleber sobre corrida. Fica pra próxima. Esta voltando a idéia de traduzir aquele texto sobre capacetes. Enquanto isso: USE O SEU PORRA!

(Vai direto para o último vídeo se quiser um não-de-escalada mas com mensagem massa no final). E por onde começo? Ah, sim… que tal o Atleta Edelrid Killian Fischubber escalando na índia? Muuito massa o vídeo, o cara escala com uma fluidez daquelas que faz ônzimo parecer quinto grau (sem os gritinhos e chiliques adamondrianos).

E Falando em Edelrid, um comercial nada a ver, da JEEP, com um outro atleta patrocinado EDELRID com as costuras, todos os equipos verdinhos apostando pra ver quem chega primeiro no cume da montanha. Parece que ele escalou sozinho e não tinha seg nenhuma hehe mas é interessante. Se fosse por aqui a competição seria pra ver quem chega primeiro no chão, com o cara rapelando de freio 8 com uma cadeirinha da….. deixa pra lá! hehehe

Eu juro que não estou puxando a sardinha da Edelrid, masss… mais um hahaha dessa vez a N vezes campeã mundial de escalada Angela Eiter fazendo Boulder na África do sul. Provando pra vc´s o motivo de ter salvo o vídeo: O nome do Boulder é “in the middle of the Ass”. Estou perdoado?! hahaha Chek it out:

E como hoje estamos sem preconceitos com boulder, vai um muito legal de uma promessa do esporte, uma italiana de 14 anos com o pai mandando uns boulder sinistros.

Pra compensar a bouldericidade, uma via esportiva móvel no Rio, com o Flavio Daflon. Favor providenciar mais vídeos desses, grato! =)

Continuando no cenário nacional, um pequeno vídeo sobre a falésia que esvaziou o visual das águas de paulistanos, já que agora todos vão pro Paraíso! rsrs

E esse é pra vc que é um cagão que nunca cagou fora de casa e não sabe que sua merda polui, não sabe segurar esse cu e sai cagando em qualquer lugar por aí. Não faça no Pé de via de escalada pública o que você faz na privada! E trata de quando achar um lugar escondido, cavar um buraco de acordo pra encher (dependendo do caso preciso de um buraco de um metro e meio pra não transbordar) e OU enterra o papel bem enterradinho, ou leva embora. Para as meninas, não tem xororô, mijou, leva o papel junto, guarda na mochila. Não sou eu quem está dizendo, mas a associação de escaladores do Cipó. #tamojunto #bandodecagão!

E voltando ao cenário internacional, uma competição de verdade que a Adidas organizou num esquema mó dinâmico e empolgante para o público tanto leigo quanto escalador. (Alô RedBull, #FikDik)

E Aqui um dos picos mais legais da Espanha, na cidade de CUENCA. Daqueles que é mais fácil vc mandar um sétimo grau que um quinto, pq ali é tudo via dura pra caralho, OLD SCHOOL mesmo. Aliás, no Festival de escalada em Kalymnos que rolou no começo do mês, as lendas da escalada ao ser perguntadas como ainda mantém sua performance tão alta, responderam: “Because of the sof grades of the modern routes”. (Por causa dos graus moles das vias modernas – como se um 10b de hoje fosse um 10a de antigamente). Exemplo, em RED RIVER GORGE nos EUA o Adam Ondra decotou todos os 9a Francês pra 8c+ (de 11c pra 11b) que mandou a vista enquanto foi pra CUENCA e não mandou nenhum 9a a vista e capaz de ter precisado de mais de um pega pra mandar 8c+.

E pra finalizar, um video de um cara que eu não gostava mas agora eu adoro! O Edu Marin ensinando a como usar o Grigri. No curso no fds teve gente que me perguntou: “Mas sério que tem gente que não segura a mão na corda ou põe a mão na alavanca? R: É o que mais tem.. é só o que vc vai ver por aí. Show de horrores.” Vc sabe dar seg?

E pra finalizar, mais um do Edu Marin, com a Miss rosa Sasha Digiulian. Depois da treta com a Nina em Orbayu, acho que ela resolveu descer prum pico mais ensolarado e mandou um 11a (ou b?) do Dani Andrada na Sicília. Awesome!

E pra finalizar, um não de escalada! Muito massa, recomendo assistir!

E por hoje é só pessoal! Vamos ver se ainda essa semana posto alguma coisa, mas acho dificil! Tem muito trabalho aqui e muita coisa acumulando, mas ta da hora, enquanto a mente ta ocupada e não para, ta ótimo!

PS – Ah, e to fazendo um treino animal na cda, mandei um 8a que eu nunca tinha entrado, no segundo pega em itaqueri semana passada, depois de ter mandado um 7a, um 8a e um 8b equipando! =D Ahh muleke! Em breve falo mais sobre isso… ;P

A bruxa ta solta!

Calma! Essa foto é de 2008, quando eu enfiei a mão num ouriço do mar – e eu já não gostava de praia ANTES…

Faz mais ou menos um mês eu fiz um treino de finger. Já vinha fazendo algum tipo de treino nele, mas nada muito puxado, apenas algumas suspensões nas agarras maiores, e aproveitava e fazia puxadas abdomnais (Puxando o joelho no nariz e descendo devagar com as pernas o mais esticadas possivel) pendurado, o que pra mim era a parte mais importante e eficiente do treino, que se traduzia mais em escalada fluente. Até que um mês atrás resolvi avançar no treino, e fazer a suspensão no reglete intermediário. Na hora lógico não deu nada, mas depois de uns dias aquela dorzinha incômoda não ia embora e até começou a aumentar. Era hora de parar. E cá estou eu, já ha 21 dias sem escalar (Não digo sem por uma sapatilha no pé pq aqui em casa eu coloco a sapatilha de vez em quando só pelo tesão pra relembrar a sensação). E quem mais está nessa comigo são as minhas fãs: a Sasha digiulian que teve que abandonar o RockMaster e o Campeonato Mundial em Paris este mês. Ela até foi para a final no Arco Rock Master, mas achou melhor abandonar por causa da lesão. E a outra é a Alizeé Dufraisse que lesionou o punho. É, as lesões são coisas que podem afetar até os melhores atletas! (imagina os ruim que nem eu! kkk)

De maneira que meu outro site já está quase pronto, estou pedindo a uma seleta casta de amigos para entrar e avaliar o layout e as funcionalidades, e logo logo teremos uma bela novidade no ar! Mas por enquanto vou colocando a seleção de vídeos do Genja, assim o blog vai cumprindo sua função social no meio escaladorístico: Mantendo atualizados e fornencendo assunto para as conversas desse bando de escalador que se o mundo está acabando não fica sabendo pq só lê notícia de escalada. (ah, e só pra esclarecer, quando eu escrever Cacrinsh ou cacrin$h, é o sinônimo da onomatopéia para aquele barulho de caixa registradora, sinalizando que algum dinheiro entrou em caixa).

Bem, e como não estou escalando essas semanas, vou postar o primeiro vídeo de um outro esporte, não estou certo se são os 50 ou 100m rasos (nem qual o nome deste esporte, vulgo: corrida hehe), porque não só de escalada vive o homem, é preciso variar de vez em quando! Video dedicado especialmente para o xibungo mais xibungo de itirapina, Bruno Marcondes, esse é em sua homenagem:

E agora sim, indo para os vídeos de escalada, começamos com o mais legal na minha opinião: Um estilo leve e gostoso de assistir (ainda que seja só o trailer) mas ficou muito original e divertido. Um casal que escala ônzimo grau (sim, ela também), sai de rolê pela Itália (a cantar ê ê A-há quando acabar o maluco sou eu) escalando e fazendo um vídeo muito bem animado, fica a dica casais!

E o segundo vídeo é um si ne qua non da semana, o mais comentado, twitado, faceado, shareado e viado (de view), com vocês, os dois mais populares das search engines do google: Adam Ondra e Chris Sharma (só de escrever o nome deles aqui o google ad-words já me pagaria uns R$50 hehehe – se eu tivesse) num teaser do próximo filme da Big Up productions, que ultimamente tem demorado mais pra lançar seus filmes, mas também, quando lança são blockbusters absurdos, com milhares de seeds no uTorrent! kkkkkk Ah, o vídeo é uma “pseudocompetiçãozinha” obviamente armada pela produtora de filmes pra ver quem manda primeiro um projeto e compara os estilos de ambos:  cheio de Cri-cris e gritaria do Adam Vs. o estilo Zen e os inconfundíveis “gritinhos do Chris Sharma”. O Chris Sharma perto do Adam ondra Parece eu perto do Guilherme: Um Maldito gordo hahahaha Enfim, vídeo!

A moda agora é conquistar vias novas. E como toda moda tem seus prós e contras. Ao mesmo tempo que aumenta o numero de vias pra gente subir, tambem estatisticamente falando pode aumentar o numero de vias estragadas, que ninguem vai querer subir depois (como é o caso da…) . Por isso é muito importante conquistar com parcimônia. Neste vídeo, aparece o escalador Italiano Matteo (e sua namorada Giuliana) que por acaso hoje, depois de eu ter assistido seu vídeo, mandou seu primeiro 11c aos 37 anos, a via Abyss, na França, em gorges du loup – via aberta por alex Chabot em 2006 com a primeira repetiçao do Bindhammer no ano seguinte. Bem, retomando, ele diz que curte um pico calmo, sem crowd, e que muita gente o desconcentra na hora de escalar, por isso ele mora numa província desconhecida da Itália, e equipa ele mesmo as vias. O Bom disso é que ele equipa as vias pensando na mulher dele, por isso o equipamento deve ser feito minuciosamente, e não deve sair por aí colocando bolt onde ele “achar que deve” (só na mulher dele que pode). Assim as vias ficam seguras pra ela equipar e todo mundo fica contente!

E já que o assunto é novas vias, vai outro video de abertura de vias, desta vez do “Petzl RockTrip”  da North Face, que vai acontecer em Kalymnos. Agora ta na modinha as companhias imitarem o que a Petzl vem fazendo ha mais de 10 anos: Equipar um setor inteiro novo e chamar a galera pra curtir um festival. A idéia é ótima e tem que ser copiada mesmo, mas nem todas têm tido o mesmo êxito, como é o caso da Salewa, que colocou em seu site um videozinho tosco mostrando os “salewa” rocktrips de anos anteriores, MUUUITO PAIA… hahaha Talvez eles devessem me contratar como consultor técnico de organização RockTrips ehehehe Estou aguardando sua proposta hein Salewa! Bom, voltando, novamente, ao foco: O Italiano equipando um setor novo em Kalymnos para o “Kalymnos Climbing Festival” e falando que tem de quartos a décimos, pra todos os gostos e que é pra todo mundo chegar junto e escalar na moral. Em Italiano, claro.

Prometo que agora ponho o último vídeo de conquista de vias. Esse é um tapa com luva de pelica nos conquistadores que tem medinho de usar Cliff. O Chris Sharma (ad-words: CACRIN$HHH!! Vou instalar essa porra!) conquista uma via em CEUSE na frança (la no pico onde ele mandou a Biographie/Realization 10 anos atrás e virou o fenômeno que é) só que essa conquista é debaixo pra cima, com a furadeira a tiracolo, e ele vai escalando em livre, fica no cliff e fura onde ele acha que precisa de bolt. Detalhe, a via é no minimo um ônzimo grau! É caliza de calidad eu sei (calcário), mas tem arenito bom que também dá pra ficar no cliff (e até em arenito não bom, se vc tiver com a sua costura da sorte que sua vó benzeu, no rack da cadeirinha).  Enfim, Com vc’s Chris Sharma e seu capacete de tartaruga ninja! ( É tão feio – o capacete, não o Chris Sharma (cacrin$h!) – que as pedras em queda livre vão desviar em meio a sua trajetória pra não pegar nele – até nisso a Petzl vem inovando).

O próximo é um daqueles vídeos-feedback do atleta que é patrocinado e fica um tempo sem aparecer na midia, aí faz um video desses pra ganhar moral com o patrocinador de novo hehehe Na verdade é especulação, mas como eu não tinha ouvido falar dessa mina NUNCA, então, sei lá hehehe Pode ser atleta nova patrocinada tbm, vai saber…

E agora um nacional: A chamada para o Encontro de Escalada Tradicional do Brejo da Madre (que parió a la araña de los cojones) de Diossss… Muito bem editado, e com filmagem em HD, fica dificil o vídeo nao ficar bom, mas confesso que mesmo com fullHD eu tenho as manha de estragar uma filmagem! hahaha (aguardem o The Sanstone Series episódio IV – a new hope, e o Sancapression Team: Adventure Tales).

E sobre a charada, a Isabella adivinhou no Churrasco, e a do Guilherme com Beta a Olivia e mais alguém do sexo feminino também descobriu! No próximo post eu mando a resposta!

Boa procrastinação txurminha!

As charadas estão de volta! (mas os vídeos continuam)

Quem se lembra delas? Depois de, um ano atrás, o Gui mandar uma charada tão difícil que quebrou a banca… Ninguém acertou, eu não faço a menor idéia do que seja… hoje me senti inspirado a fazer mais duas charadas. Uma bem fácil, só pelo lúdico pra motivar a galera, e logo outra um pouco menos fácil, porém ainda assim quinto grau de charada hahaha Para quem quiser se remotivar com a charada que já está ha aproximadamente 48 semanas entre os 10 problemas sem solução da matemática moderna, repito-a:

Essa é a versão que ele me passou, “fácil”… let’s just think outside of the box….

E agora que vc lembrou, vamos às duas de hoje, primeiro a fácil:

3 segundos pra dar a resposta…

E agora a menos fácil:

O retorno das charadas 🙂

Muito bem! Tempooooo…. hehehe Não vou nem dar dica, se eu disser quem não vale adivinhar, os outros já adivinharão por ligação..

Mas claro que nem só de charadas vivemos os escaladores, também vamos dar uma olhada em alguns vídeos que pipocaram na net essa semana. Começando com esse comparativo entre a personalidade de duas escaladoras. Todo mundo sabe que eu sou fã da Sasha Digiulian, mas de agora em diante ela caiu três posições, ficando atrás da Alizée Dufraisse, que subiu duas posições, da Melissa Le neve, que aparece pela primeira vez no Ranking. Nina Caprez ganha uma posição e Ruth Planells (quem?) que antes figurava sempre alternando as primeiras e segundas posições, cai 4 posições, e, quem sobe uma posição também no Ranking é uma escaladora Brasileira que tem um muro lá em Igatu com seu nome, mas que vou manter sua identidade em segrego por motivos de segurança e intimidade.

Enfim, tudo isso mais uma vez pra dizer que este vídeo da 5.10 com a equipe treinando para o Adidas RockStars (5.10 que por acaso é da Adidas, diga-se de passagem) mostra as meninas trocando idéia depois do treino, e aí a sasha comenta que não curte muito rock (e cai 4 posições) fazendo com que a Melissa entre no top-5. Soma-se a isto o segundo vídeo, mas primeiro, veja o das meninas da 5.10 team se preparando para o Adidas Rockstars:

E aí vc termina de assistir o vídeo e fala: RIHANA ,Sasha? Rihana??? Aí vc vê a diferença Brutal de culturas entre as escaladoras, esta americana, e a outra francesa: Alizeé Dufraisse, que sobe para a primeira posição do Ranking, principalmente depois que ela fala da trajetória de sua vida, e que aprendeu russo pq ela curte muito as obras de dostoiewsky. Que toca piano e que curte ouvir Musica clássica quando está escalando. Puts… Os mano Pira nas escaladora intelectual hahahaa

E já que o assunto são as francesas, nada melhor que a receita do sucesso para suas cadenas com o Chef Francês: “Gibarrê”

Continuando com as dicas dos grandes mestres, aproveito e coloco o último vídeo que saiu com as dicas do Chris Sharma, que sempre é bem popular nas buscas e da bastante pageviews hahahaa

E partindo um pouco para outra vertente, aí um garoto em Squamish Solando uma das clássicas do pico, um tetão chamado Zombie Roof… toda a história, durante o filme:

Você lembra da Bermudeirinha? Pois é, para quem está curioso para vê-la em ação aqui um vídeo dividido em três etapas. Um pouco monótono porém interessante pois mostra o Dani Andrada, O Magnus Mitdboe (nem tenho aquela letra esquisita no meu teclado pra escrever o nome do maluco) e o Ethan Ruffles malhando um dozimo chamado Eye of Odin na caverna de Flatanger, na Noruega, que é Basicamente o Passavinte gringo, só que com a galera tendo contado com o apoio da cidade e do governo federal para organizar um evento que ajudou na abertura e equipagem de várias vias no pico.  Eu preciso ser mais específico e dizer isso tudo eu me refiro é lá na Noruega, e não no Brasil? Enfim… O Magnus aparece usando a Bermudeirinha no seu pegue pra mandar a via (não conseguiuuuoooooo) e quem acaba mandando o FA  é o Ruffles no final. Confira:

Vou terminar colocando um videozinho que tenta explicar e justificar a polêmica do Cerro Torre e a retirada dos trocentos bolts da escadinha de bolts do Maestri, e porquê teoricamente não foi uma coisa tão ruim assim… vai entender… Belas imagens, muito bem contadas as histórias das 3 únicas vias de acesso ao cume do torre por meios considerados “justos, ou honestos” por isso valeu a pena ver o vídeo, porém não justifica muita coisa, é bem unilateral mostrando só um ponto de vista no que se refere à retirada, nem considerando, mencionando nem citando o outro ponto de vista: de que tenha sido ruim a retirada. Qual é o certo qual o errado? Vai de cada um, mas um video pra ser bom a gente espera que no mínimo seja imparcial. #faleimemo

Bom, e chega né!? Não esqueça que tem 3 charadas pra vc resolver hoje!

Bjo!

========UPDATE=========

Esqueci de colocar o vídeo mais importante do dia hahahaha O Novo episódio da THE SANDSTONE SERIES, com o Genja (vulgo eu), escalando a via Barranco noveá na invernada…

Jason Andrada e outros vídeos

Bom dia senhoras e senhores! Depois da imensa quantidade de posts em menos de uma semana, de repente duas sem nada?! Foi pra compensar, claro! 😉 Na verdade tava naquele esquema sem internet, sabem como é!! Mas vamos lá, tenho muitos vídeos por desovar aqui! Começando com o vídeo Sensação do momento no interior, e assunto de todas as mesas de bar pós climb.. (e charutadas pré-climb). 

Apesar de altamente boicotado pela concorrência e pelos blogs especializados, as redes sociais são um excelente socialproof para demonstrar a popularidade de vídeos, e esse bombou! Apesar do 8a.nu não ter noticiado como parte do complô internacional contra os vídeos de escalada que não são em FULLHD, esse vídeo tem várias indicações aos prêmios da academia (do genja) nas categorias melhor roteiro adaptado, melhor figurino, melhor ator, melhor ator coadjuvante, melhor trilha sonora, melhor curta-metragem, melhor edição improvisada (alguém lembra mais algum?). O Vídeo é inenarrável e indescritível, mas marca o retorno do Jason Andrada (la roca… la regleta, regleta! Lo abaol- ROMO! Romo 1; Romo dôs! – Lembra?)

Veja o que a mídia especializada que se deu ao trabalho de comentar esse Blockbuster de sucesso das redes sociais tem falado sobre os vídeos:

“Porra Bruno, que da hora!” – Editor do blog parabenizando a um dos participantes do filme

“Não fui eu Não, foi idéia do gaivota” – Bruno, se eximindo de qualquer responsabilidade sobre o curta-metragem

“O Vídeo é inenarrável e indescritível” – Editor do Portal “Enquanto isso nao muito longe dali”

“La pregunta?” – Jason Andrada, sobre seus sucesso recente e instantâneo nas telas e mídias sociais…

Enfim serafim, é isso aí, parabéns e esperamos ansiosos por mais aparições de Jason Andrada e seu Cúmplice…

E se vc gostou, tem mais vídeos da dupla, mais tímida, só fazendo boulder sem muito alarde:

E voltando aos vídeos, depois de cruzar o oceano só pra ir num casamento, (Que não era o meu, que fique bem claro! como se não fosse um casamento muito importante hehe) Aproveitei para conhecer a “escuela” espanhola de Cuenca.. (em espanhol uma zona de climb com algumas falésias reunidas é conhecida como “escuela”… tipo São Bento: reúne Divisa, quilombo, falésia dos olhos, Baú, zinho, Ana Chata, entre muitos outros. Seria la escuela de São Bento. Mas voltando a falar de Cuenca, é um pico muito famoso por ter seus graus um pouco “puxados” (do tipo que nunca são decotados) e esticões meio desesperadores em alguns casos. Pude provar isso numa via sábado, porém, no domingo tive a felicidade de entrar numa via super negativa de agarrão (bidedos e buracos basicamente). Perfeitamente equipada. O resultado é a cadena de meu primeiro 8a no hemisfério norte e o vídeo abaixo:

E para encher-vos os olhos, dois vídeos Sulamericanos muito legais, o primeiro de duas minas (uma chilena e uma argentina) fazendo o FA de uma via de umas par de enfiadas (seriam umas 6 talvez?) no chile que varia de 9a a 9c… Fraca as mina!

E já que o assunto é América Latina, mais um, este em Cochamo Cochamó Cochamô (porra como que escreve isso?!)

http://vimeo.com/44731325

E se você está animado por mais vídeos:

Trata-se do “Trailer” de um filme sobre as escaladas na TABLE MOUNTAIN que é tipo o Pão de Açucar Sulafricano… promete! (Gui, já vai baxando aí pa nóes)

E vamos para o que interessa mais, que são vídeos da mulherada (trepando) escalando:

Uma garota (QUE GAGOTA!) do Leste europeu (seria Turquia? Não lembro, vi o vídeo faz uns 10 dias)… Enfim, de encher os olhos a mina de 15 anos mandando os graus!

E dois da Sashinha (Sasha Digiulian):

Onde ela meio que da entrevista, meio que escala e é meio que filmado debaixo… se vc ta sem tempo e não é fã da Sasha, deixa pra lá kkkkkkk

Já esse outro é mais legal, aparece a Americana arranhando um espanhol meia boca, mas até que ela se vira bem:

(É do Balearic Master, um campeonato que teve em Mallorca semana passada)

E chega por hoje, que daqui (mil anos) a pouco o Beto passa aqui pra gente ir escalar!

Fui!