Perca o medo de cair – Parte 3 (Aprendendo a dar seg Dinâmica)

Continuando a série com a outra ponta da corda importante: O Seg!

Continuando a série com a outra ponta da corda importante: O Seg!

Eu já vi gente machucando o pé porque estava tão tenso e tão assustado com a possibilidade de uma queda que caiu dura como um tijolo, toda tensionada, e isso a fez achar que quedas são “perigosas”. Já vi também gente caindo despreocupada e o seg não dinamizou a queda como deveria e a pessoa foi puxada contra a parede pelo seg, ganhando um belo roxo na perna. Em ambos os casos, não foi o fato de cair que provocou um dano na pessoa, mas sim o fato de um não saber cair, e o outro não saber assegurar. Por isso continuando a série “Perca o medo de cair” vou abordar a tão importante e esquecida “Segurança Dinâmica”. Quando estive escalando com o Birão e a Dani em Arco em 2009 eles já me alertavam sobre a importancia de fazer a Seg dinâmica. Algum tempo depois o Raul trouxe da espanha essa técnica para o Brasil e difundiu entre a gente, para que pudessemos nos tornar melhores asseguradores, e consequentemente quem estiver escalando ficar despreocupado para poder escalar “À muerte”.

A Seg dinâmica para paredes de escalada e vias esportivas

Quando você cai numa via esportiva ou parede indoor, ninguém quer uma “freada” abrupta que vai causar um impacto nos seus orgãos internos, machucar suas costas e te jogar contra a parede machucando um pé.

Para que isso aconteça não é muito dificil: basta escalar com uma corda bem usada, pelucenta (parecendo um urso de pelúcia) que nem estica mais e que acabou de tomar uma grande queda, usando um freio “autoblocante” (tipo o Grigri), ser mais leve que seu seg e que ele fique parado como uma pedra junto à parede ou se ancore à alguma coisa no chão e ainda pule pra trás retesando corda na hora da sua queda.

Isso garante que quando você cair você tenha uma parada brusca e bata contra a parede. O resultado de uma queda tão estática pode ser no mínimo desconforto e na pior das hipóteses uma lesão.

O que esperamos de um seg numa via esportiva é uma “pegada” suave ou amortecida usando um freio dinâmico. Você começa a voar e gradualmente para, como se estivesse pulando de bungie jump só que sem o “chicoteio”. O escalador em queda desacelera, em vez de tomar uma parada brusca.

Um parceiro firmeza é fundamental para sua cabeça ficar tranquila

Um parceiro firmeza é fundamental para sua cabeça ficar tranquila

John Arran fez uma analogia:

“Se você segura uma bola de sinuca, que lhe é arremessada, com a mão dura e estática, ela vai doer, pois a bola para bruscamente e toda a energia que a bola tinha vai direto para sua mão, rapidamente. Se você recebe a bola dinâmicamente com um movimento para trás de maneira que a bola pare devagarzinho, a energia vai ser absorvida mais lentamente e não haverá um impacto doloroso. “

Pegar um ovo caindo sem deixá-lo quebrar também é uma boa analogia, diz Adrian Berry.

Como dar uma Seg Dinâmica

A Seg dinâmica é dinâmica porque o seg se move. Como ela é dada depende completamente da diferença de peso entre o escalador que cai, e o seg.

Um assegurador mais leve naturalmente irá dar uma seg dinâmica porque ele automaticamente será puxado pra cima na hora da queda.

Um assegurador (ou Seg) mais pesado precisa estar mais alerta e deve adotar uma posição alguns metros para trás da base da via, dessa forma ele:

1- Conterá a queda dinamicamente, e para isso ele deve antecipar o milésimo de segundo antes da corda esticar na hora da queda e, nesse exato momento, travar o freio e mover-se rapidamente para frente até o pé da via.

2- Conforme o Seg se move, a corda vai esticar, mas toda a força da queda terá mais tempo para ser dissipada, resultando numa queda suave com menos risco de bater em alguma coisa.

A seg dinâmica irá resultar no escalador caindo mais do que numa seg “retesada”. O Importante é que a queda seja parada devagar, não que o tamanho da queda seja minimizado.

Saiba mais sobre isso neste artigo do UKclimbing: Dynamic Belaying by by Adrian Berry

Por trás de toda grande cadena tem sempre um grande Seg!

Por trás de toda grande cadena tem sempre um grande Seg!

E a seguir algumas dicas para sua escalada dinâmica:

  • Depois de uma queda muito grande ou repetidas quedas, você precisa por a corda pra descansar. Ela precisa se recuperar. Ou troque a ponta em que se estava escalando ou deixe a corda descansar por uns 20 minutos.
  • A Seg dinâmica é possível com qualquer tipo de freio.
  • O Corrimento da corda pelo freio vai aumentar o dinamismo da seg “dinâmica”.
  • O Corrimento da corda pelo freio é maior em cordas finas.
  • Certifique-se de que você está usando o freio correto de acordo com o diâmetro da sua corda.
21

E você, sabe fazer a Seg dinâmica?

Bem, eu achava que tinha acabado, mas ainda tem mais um pouco de artigo, agora, ajudando as pessoas à aplicarem a técnica pouco a pouco e a evoluirem com ela. E como sei que todo mundo odeia artigos longos, optei por colocar pouco a pouco!

E se vc quer um videozinho instrutivo, o do GriGri ensinando como usa-lo mostra os “Pros” usando ele corretamente e e fazendo a seg dinamicamente tambem..