14° Encontro de Escalada de Londrina

Coitado do Kalango na época em que era obrigado a escalar com sapatilha nacional!

Kalango moendo uma sapatilha Urucum no apogeu da finada Nômade, num 9a no Peral Vermelho

A organização do encontro soltou um release sobre o evento, que acontece daqui um mês praticamente. Este ano a Quero Escalar estará apoiando o Encontro com alguns equipamentos que serão distribuidos entre os participantes conforme os critérios adotados pela organização do Evento!

O Clube de Montanha Norte Paranaense realiza mais uma edição tradicional do Encontro de Escalada de Londrina nos dias 03 e 04 de Agosto de 2013. Nessa 14º edição, mantendo o formato já consagrado a muitos anos, teremos mais algumas vias novas e também o adrenante Highline. A base do encontro se dará no agradável Recanto Pinhão, onde os escaladores terão, na noite de sábado, uma palestra com um conceituado atleta da escalada e logo após participarão do jantar de confraternização seguido de um badalado Luau.

MAIS INFORMAÇÕES: Facebook – Encontro de Escalada de Londrina

INSCRIÇÕES: cmnp.escalada@hotmail.com  (solicitar ficha)

Programação do Evento

Programação do Evento

É isso aí galera, pretendo estar presente prestigiando o encontro e representando o São Carlos Pression Team! Agradeço à Olívia que fez a ponte com o pessoal da organização (ta, foi ela quem conseguiu) para que a Quero Escalar apoiasse o evento!

E para o pessoal de Londrina, Maringá e arredores que forem ao encontro: frete grátis para todos os produtos do site pois estarei entregando pessoalmente no evento!

Cesar Grosso num 9a no Peral Vermelho

Cesar Grosso num 9a no Peral Vermelho

Um 7b de teto nos aguarda!

Um 7b de teto nos aguarda!

Campeonato Caipira 2013 – Etapa Campinas

A torcida vibra a cada pé na mão!

A torcida vibra a cada pé na mão!

E continuando a série de posts sobre atitude positiva: O que foi esse campeonato caipira etapa campinas?! Quem não foi perdeu uma grande festa que começou sábado de manhã e só foi acabar no domingo a tarde. A escalada no Brasil pode estar no começo, ter suas falhas (Como poucos picos de escalada para – agora sim já ta até dando pra dizer – muita gente, ou gente que começa a escalar e bate no peito com orgulho dizendo que nunca fez um curso de escalada), mas sem dúvida nenhuma podemos dizer a escalada Brasileira tem PERSONALIDADE. E foi isso que a gente viu, o grande reflexo da comunidade escaladora brasileira no sábado em Campinas, lá no muro do GEEU. Todo mundo trocando idéia de boa. É como se você chegasse num lugar, não conhecesse ninguém, mas só porque todo mundo escala, já viram BFF melhores amigos! Muita animação, risada e escalada rolou sob o pano de fundo de uma competição que movimentou a comunidade escaladora interiorana, no que hoje é O MAIOR CAMPEONATO DE ESCALADA do estado de São Paulo (O que não é muito difícil quando se é o único, diga-se). Não vi os números oficiais, aliás, GEEUenses, aguardo número para divulgar aqui, de inscritos e colocações! Nas minhas contas tinha quase 40 participantes, tipo a Etapa em Sanca em novembro passado!

O São Carlos Pression Team foi bem representado pelas categorias de base e pelos fanfarrões do Master, que foram só pelo rolê e pra fazer social. Ta, ok, eu fui pra fazer social e dar rolê, pois o Beto e o Gui Quase que ganham a parada, não fossem as estrelas nacionais competindo de igual pra igual! As meninas também não fizeram feio, e eis que a caravana era composta por:

Thierry – O menino lobo que só come frutas e está conquistando o coração de todo mundo com seu bom humor e carisma, e acabou ficando em primeiro no iniciante, com 2 meses de escalada (sim, ele escalou pela primeira vez em 6 de abril deste mesmo ano).

Breno – Outro que vem se esforçando bastante e não decepcionou o time (ao contrário deste que vos fala) em sua categoria!

Mari – A menina criada com a avó no Apartamento mandou muito bem, matou a gente de orgulho e mostrou que a classe dos Nerds também tem vez na escalada (na verdade Mari, nós somos a maioria! 😉 ), tendo garantido um lugar no pódio com o terceiro lugar! E agora Mari? Próxima etapa vai ter que ir guiando hein? ;P

Bia – A Bia decidiu de última hora dar um balão na aula de sábado e partir com o time representar no campeonato!

Bia na Segunda via...

Bia na Segunda via…

Isa – A atual primeira dama do CUME também competiu na categoria feminino Não-iniciante (é que só tinha duas, iniciante e intermediário, mas eu chamaria de Master!)

Guilherme – O Mr. Escalada a vista fez bonito com sua escalada técnica cheio de graça e tirou vários aplausos da torcida (principalmente das meninas Cheerleaders do SCPT da Bia)

Beto – Betão saiu mostrando técnica e força misturadas numa fórmula que por pouco não garantiu lugar no pódio do Master! Foi mais uma vítima da agarra “Duna”, grande vilã que derrubou praticamente todos os finalistas já na saída da via da final… :/

Genjão – Até seria um fiasco se houvesse a remota possibilidade de um desempenho. A real é que teria sido mais feio não competir do que cair na primeira agarra da primeira via! O importante é estar dando risada com a galera dos próprios erros e tomar tudo como aprendizado! Mesmo voltando da lesão número 28, eu que nem ia competir, acabei de última hora contagiado por toda aquela vibe empolgante da galera.  Deixei as minhas expectativas nulas de lado e resolvi sentir o friozinho na barriga de escalar com a platéia, e, apesar de nem ter saído do chão por causa de uma bobagem qualquer – que garantiu comentários de quem assistia se eu não estaria equivocado competindo na categoria errada)- acabei escalando um pouco mais na segunda via do master, e, com um gritinho no melhor estilo Chris Sharma vergonha-alheia isso sim, encerrei minha participação nesta etapa do campeonato.

E também destaque para as Cheerleaders Marta e Marina(ã0)que foram só para assistir, torcer e jogar cascas de banana e tomates nos concorrentes, e passar maionese nas agarras aquela vibe esperta. Certeza que foram para tietar as sub-celebridades do Climb Brasileiro isso sim!

De noite ainda rolou baladinha, tava muito massa mas estavamos muito cansados e logo nos evadimos do local, ainda que a contragosto, pois já não estavamos aguentando ficar acordados: nos despertamos aquele dia as 6 da manhã, ficamos no sol, competimos e fizemos social o dia inteiro. Ficamos na casa do Lukinha, que mostrou uma puta hospitalidade ímpar, típica do Brasileiro, valeu mano! Mi casa su casa! Aliás, essa coisa de união de toda a galera é um pouco raro la fora (mas parece que eles estão aprendendo com a gente), parece que é mais coisa de brasileiro e é por isso que os gringos gostam tanto de vir pro Brasil escalar! O melhor de subir as preda tudo aqui no Brasil, é a galera embaixo!? Será exagero? Bem, não seria a primeira vez, mas também não é lá muito inverdade. Na verdade acho que é a soma dos dois fatores! Tipo quando a Bianca fala no Blog dela que muitas de suas cadenas se devem em parte por conta da vibe d@s amig@s, acho que tem muito disso na escalada! E no domingo ainda rolou um Climb na pedreira, foi bem massa, tava toda a galera que sempre encontramos no cuscuzeiro e Itaqueri, pessoal de Rio Claro, Hortolândia, Piracicaba e claro, Campinas. Deu pra socializar, nos passaram os betas das vias, foi apoteótico!

A Equipe Quero Escalar na concentração do Campeonato Caipira!

A Equipe Quero Escalar na concentração do Campeonato Caipira!

O que importa é a Vibe positiva que rola sempre nesses encontros, que a galera da escalada emana e que é muito legal, praticamente uma seleção natural: Quem não tem a vibe nem começa a escalar pq não ta na sintonia…. Portanto se vc tem a vibe boa, vem pro Climb vc também! 🙂

E é isso aí galera, daqui a pouco o vídeo que eu fiz com as celebridades durante o evento!

Atitude Positiva!!

Isa na Sonho de ícaro

Isa na Sonho de ícaro

E eis que no feriado, ao contrário dos planos de meses, faltando 5 horas pra sair de casa, mudamos o destino de Arcos pra São Bento. O motivo?! Uma escolha lógica: Em caso de Sol, escala-se em ambos os lugares. Em caso de Chuva, Em Arcos não escala-se nada e ficaríamos acampados no meio da lama, A Marta, o Felipe e eu… Já Em São Bento escala-se um pouquinho (Falésia dos olhos) porém se faz social o tempo todo. Fomos pra SBS. Ficamos na tia cida. Gastamos horrores, foi uma tragédia financeira, mas felizmente pude me permitir uma extravagância dessa vez. E para ficar com a Martinha, escalarmos juntos e se reintegrar ao SCPT foi excelente. Ela escalou, guiou, voou, foi lindo de ver. Já eu por minha vez bem… vamos aos fatos:

Primeiro dia fomos para a Falésia dos Olhos pois a previsão do tempo mandava água. Não veio, mas foi divertido. Depois de muito tempo sem escalar pude entrar na Quebradeira achando que era um quinto e xingando até a quinta geração da pessoa que me fez com tendências a ganhar uns kilos a mais quando fico sem poder escalar. Mas depois descobri que a via não é tão quinto assim quanto eu pensava. Depois, psicologicamente abalado entrei na sonho de ícaro. Sem resistência alguma, fui parando, e achando esquisito que tava quase mais fácil que a quebradeira. A Isa deu uns pegas na sonho de Ícaro, e a Bia na Bulls on Parede. O Beto, Gui e Raul ficaram malhando a “Despertar de Ícaro” um 8b novo que é a continuação pra esquerda da Sonho de Ícaro. Eu não me deixei abalar e para nao ficar parado fui na Rock and Roll na Catedral, que, ainda que a prestação, sabia que chegaria no final, porque o que eu queria era escalar.

Quebradeira. Entrei achando que era 5° e desci achando que eu estava em péssima forma! kkkkk sorte que disseram ser 6sup heheh

Quebradeira. Entrei achando que era 5° e desci achando que eu estava em péssima forma! kkkkk sorte que disseram ser 6sup heheh

E no segundo dia não tem foto nenhuma! Mas fomos pra Divisa, fizemos a rapa no setor tetos. Pude repetir a Pânico, um 7b que eu tinha mandado mil anos atrás e que eu lembro ter ficado com uma dor no pulso por umas semanas depois da cadena hehehe Mas desta vez foi tranquilo. O engraçado é que a galera já me conhece e sabe que eu sou um fanfarrão, parece que eles pedem pra eu fazer Genjices quando to escalando hehehe O foda é que a maioria das genjices (tipo todas) eu faço mais porque eu quero fazer, espontaneamente, do que por pressão popular. Mas o melhor veio depois: Tava na Pânico, me fudendo lá na contra do crux, espumando como diria o Russão, e a galera deu a maior vibe, foi da hora! Aquele momento que vc ta lá sem saber se vai dar pra ficar na próxima agarra pq ta no veneno.. costura no pé… cotovelinho subindo… Aí a galera começa a Gritar, é mto loco, dá +2 de motivação, +1 de força, +1 de resista e +1 de foco!! Aí minhas ganas de escalar foram aumentando e parece até que o que eu precisava era escalar uma via no limite pro corpo acordar… Massa demás!

Essa galerinha é da Vibe positiva!!

Essa galerinha é da Vibe positiva!!

Galerinha do Rio tava lá, dando a vibe, risada, pitaco, foi muito massa esse dia! Aquele clima massa! Sempre tem um rabugento pra conturbar as coisas (que nem tava com a nossa galera), mas nada disso atrapalha os climbs com essa turminha do barulho aprontando altas confusões. A Marta entrou duas vezes mostrando muita atitude, na primeira parte da Psicose, e ainda deu Beta pros outros que entraram depois! Ela também por pouquinho não manda a Hellraiser, na qual ela entrou guiando. _o/\o_  O Felipe e a Bia deram dois pegas na It’s only Rock and Roll e saiu cadena!! Depois o Beto, Gui e Raul foram para o setor comunista enquanto a gente fazia as já equipadas ou equipava as vias por ali mesmo. A Matriarca-Mor do Sanca Pression Team, a Naná (da época que nem tinha esse nome) estava lá com o Rôdela, o Chris, o Rogério (Figuraça)  e as respectivas (foi mau meninas, mandem seus nomes nos coments aí pra eu updatar o post depois!) . É quando vc sai do Climb leve, com a sensação de que está tudo bem e que estão todos felizes (Menos o Raul que não pode esperar a gente limpar a via no escuro, porém cuja felicidade é facilmente compravel com uma cachacinha hahaha)

 

Felipe, Eu e Marta na 3° parada da Elektra, na Ana Chata

Felipe, Eu e Marta na 3° parada da Elektra, na Ana Chata

E no sábado o dia mandava tempo bom. Fomos pra Ana Chata porque eu queria levar a Marta pra fazer sua primeira parede. LEvamos Um saco de cimento, tijolos, areia… kkkk E fizemos uma cordada de 3 com o felipe também, que também estreava em ambiente paredeiro. Tivemos que esperar 1h pra entrar na via, mas o timing foi perfeito pois as nuvens iam alternando entre sol e sombra, foi muito massa. Só no finalzinho eu achei que poderia chover a qualquer momento, mas não choveu! Ahhh, a quinta enfiada. Depois de um apertozinho na quarta enfiada que tem coisa de 30m e 3 proteções, me esbaldei de proteger a enfiada em móvel. Não é nem que tava precisando, mas é que é tão gostoso enfiar os negócio nas fendinha e ver como fica bala! No cruxzinho rolou até entalamento de joelho e semisoltamento de mãos hehehe Nas duas ultimas enfiadinhas, que é uma travessia horizontal pra esquerda de 15m mais uns 20m até o cume, eu emendei pra ganhar tempo, Mas depois paguei o preço por ter deixado os friends pra trás. Nessa última enfiada só tem uma chapa. Ta certo que é facil, mas eu meio que me senti SOLANDOOOO hehehe se eu caísse ali, ia cair MOOOOITO. Mas foi da horinha. O único lancezinho vc faz com a costura no saco. Fizemos sessões de fotos no cume, separamos equipo e descemos, chegando no carro pouco depois de escurecer. E fomos direto pra Truta! E você acredita, que a garçonete admitiu rapidamente ter errado nas contas e devolveu o dinheiro cobrado a mais sem titubear? Ponto para o time dos Trutas honestos. <Tu dun – Tsss>

A cara do Felipe nessa foto ficou muito massa!!! kkk

A cara do Felipe nessa foto ficou muito massa!!! kkk

E aí no último dia estávamos todos des-tru-í-dos. Estávamos entre ir pra Divisa ou pros Olhos, mas acabamos indo pra vista aérea seduzidos pelas promessas de vias em móvel bem protegíveis uma trilha de 5 min do carro ao pico. Eu comecei fazendo a Mamão com Açúcar, achando que era só em chapa. Na verdade ela é, mas como eu queria ter levado meus friendinhos para um lance ou outro!! (#Fikadika). Depois que a marta fez ela também, fiz com ela uma Oficina de Escalada móvel, que a Isa Chamou de TRAD CLIMBING CLINICS hehehe ela ja tava até querendo subir guiando pondo as peças (mas de top hehe).  E eis que quando a Isa ia equipar a quinto apoio pra nóis, começa a chover! Mas isso já era umas 2 da tarde! Vazamos!

Beto na Batdiedro, Vista Aérea

Beto na Batdiedro, Vista Aérea

Só sei que na viagem, pra variar, começamos a pegar o trânsito na Fernão antes de chegar na Don Pedro, mas graças ao Beta do Koberle, pegamos o desvio em Guapirocada e viemos mais tranquilos. EU só queria comer uma coxinha de posto. Adoro. já era umas 7 da noite quando chegamos na Don Pedro na altura de Itatiba, e eu tava sem comer nada o dia inteiro. Como tava gostoso, nossa!!! Ah, outra coisa a se mencionar: IN-CRÍ-VEL o congestionamento e trânsito parado, deve ter sido algum recorde ou algo do tipo, desde São Carlos até a entrada da Anhanguera pela Washington Luís, coisa de 90km de congestionamento!!!! (só que no sentido interior- capital Xupa Paulistano)

E foi isso galerinha! Muita Vibe positiva na viagem, ver os aspectos positivos de tudo pois o que importa é estar feliz sempre e não mal humorado se cobrando resultados que isso não vira! O Negócio é Cobrar atitudes e mentalidade positiva, aí sim!

Valeu, até a próxima! E pra terminar, uma foto da Seg esperta de corpo de mim para o beto clipando (costura mágica em ação)  a primeira da Veneno Antimonotonia na Vista Aérea:

Se cair cai com a COSTELA no ossinho do cotovelo hein?!

Se cair cai com a COSTELA no ossinho do cotovelo hein?!

Dando o ar da graça…

Sessão de fotos no Cusco "uns dia pa trás aí"

Sessão de fotos no Cusco “uns dia pa trás aí”

Eu percebi que apesar de eu continuar a postar coisas no blog com uma certa frequência mesmo estando lesionado, não tem a mesma graça nem o faço com o mesmo entusiasmo. Na verdade a inspiração vem à lá Chico Xavier e eu vou escreveeendo, escreveeendo.. e beleza! Mas parece que quando eu tenho coisas a contar é mais legal. Eu venho correndo contar as coisas que aconteceram no finde! E veja que eu nem mencionei que era pra contar as cadenas alucinantes do finde (nossa, quanto tempo que eu nem sei o que é isso Snif Sniff… 😦  ) mas só de compartilhar como foi agradável ter passado momentos num ambiente natural, usando os equipamentos que eu amo tanto em companhia dos amigos, dando risada… Mas enfim, a música não para e o show tem que continuar não é mesmo?! Então Vamos lá. Algumas semanas atrás aproveitei o vagaroso regresso e fiz sessão de fotos com meus modelos favoritos: Mimimoto Shimoto, Bia e Guilherme. Tava vendo no Face da Bia só tem foto minha, e pude reparar que eu também só tiro foto dela, acho que se tivesse um ranking de fotografados acho que ela estaria em primeiro tipo com quase 10 sessões de foto parado em base de via tirando foto só dela! Na frente da Marta e até mesmo do Beto, Mas veja! Confira comigo no replay, como ficaram algumas das fotos na Manga com Leite no Cuscuzeiro:

Começando com ela, a melhor e mais forte escaladora Botucatuense!

Gabriela "Bia" Pedroso de Alcântara e Albuquerque Ponce de Leon Berenice de Oliveira

Gabriela “Bia” Pedroso de Alcântara e Albuquerque Ponce de Leon Berenice de Oliveira

E na sequência com o Garoto prodígio que mandou a Caixa de Pandora mais rápido com menos de 10 intentos:

Guilherme prestes a sair do chão

Guilherme prestes a sair do chão

E no final mas não por último, ele que por ter descendencia japonesa curte boulder pra ficar mais a vontade com as medidas de baixo comprimento.. O melhor e mais forte escalador residente na cidade de Araraquara:

Shimotenho na manga com leitxiii

Shimotenho na manga com leitxiii

E depois ainda fomos pra Distúrbios de Jah que desde o meio de Abril já está escalável (leia-se: parou de chover). Vou colocar todas numa galeria só pq se não fica mta coisa, ceis tão ligado né?

Tem Deus do outro lado extendendo a mão pra ele, mas não saiu no enquadramento.. (ia estourar o branco)

Tem Deus do outro lado extendendo a mão pra ele, mas não saiu no enquadramento.. (ia estourar o branco)

 

E é isso galerinha, apesar dos milhares de vídeos acumulados interessantissimos, deleita-los-ei apenas com essas pinturas por hoje!

Ah! Antes que eu me esqueça, a zueira é infinita e não pode parar né?! hahaha da um “fraga” nestas pinturas… 😉

Obra de arte do Pintor Michelangelo: Obra só teria sido concluida contanto que os corpos dos homens nus estivessem "se tocando"

Obra de arte do Pintor Michelangelo: Obra só teria sido concluida contanto que os corpos dos homens nus estivessem “se tocando”

Deus, me dê um costurão pra eu passar por esse lance da via....

Deus, me dê um costurão pra eu passar por esse lance da via….

Desabafo…

Este que vos fala...

Este que vos fala… (foto: D. Hirata)

Eu tenho por princípios não enfiar a faca nos amigos/clientes. Não acho justo. Com isso eu ganho pouco, mas eu não preciso de muito mesmo. Tenho a minha loja por ideologia. Para tentar fomentar a escalada e levar aos 4 cantos a “palavra” hehehe E claro, tentar viver disso pois eu sou apaixonado por esse universo da escalada. Mas aí to lá eu, investindo no negócio, aumentando a publicidade, o estoque, fechando todo mês no vermelho porque sei que no começo é assim mesmo, mas lutando contra para que já no próximo mês isso mude, tendo que ouvir e concordar que algumas coisas no site são muito caras.. e eu fico sem saber onde enfiar a cara, porque concordo mesmo, mas eu já paguei caro quando comprei, e ainda tenho que manter uma margem mínima, todo mundo sabe disso, é o princípio de qualquer comércio né? Aí de repente vem um FILHO DA PUTA reclamar que eu cobro barato demais. BARATO DEMAIS?!

O meu público alvo é um público diferente. Um público muito crítico e bem informado. Normalmente são meus amigos antes de serem meus clientes. E quando primeiro são clientes, logo se tornam meus amigos também. Essa pessoas possuem um perfil muito particular. Essas pessoas não ouvem sertanejo universitário. Não ouvem Funk. Separam seu lixo e praticam os 3 R’s (Reduzir, reutilizar e reciclar – e muitos já conhecem até os 5 R’s). Cuidam de sua alimentação e de seu corpo. Lêem livros. Mesmo as que tem carro, quando podem andam de bicicleta (e por andar de bicicleta não é ir com ela no porta malas até o parque, é usá-las para locomoção entre A e B). Tentam não comprar comida processada/congelada ou compra pouco (de vez em quando aquele miojo da madrugada salva, vai?). Tiram férias. Viajam em esquema roots e não ficam em hotéis nem de 1 estrela, é hostel (albergue) quando muito. Não compram roupas de grifes famosas. Quando compram roupa, é no máximo quando está por 1/4 do preço, que é o preço que deveria estar sendo cobrado desde o princípio. Não gastam mais do que ganham. Não roubam. Não frequentam Shopping center. Quando esquecem de dar o dinheiro da carona pra escalar, dão na semana seguinte sem ser cobrados. Fazem pesquisa de mercado e compram no Supermercado A o que é mais barato do que em B e em B o que é mais barato que em A e assim sucessivamente. Não fumam aquele maço de Marlborão por dia (um ou outro paieiro as vezes). Devolvem quando pegam emprestado (Não esqueça meu how to climb, danizinha!). Algumas delas não comem carne outras nem tem televisão! Não param em vaga de deficiente nem em DUAS vagas com um carro só. Dão bom dia pra atendente do caixa. Acho que estou imerso numa bolha. No meu universo as coisas não são perfeitas, mas a gente tenta fazer o melhor que podemos! Tentamos ser otimistas e aprendemos que se queremos um mundo melhor CADA um de nós deve fazer a nossa parte. Mas as vezes temos que nos relacionar com outros multiversos que funcionam com leis específicas diferentes das nossas.

Nos outros multiversos, existem pessoas inescrupulosas que só valorizam o dinheiro. Que poluem o meio ambiente. Que não dão seu lugar no ônibus para senhores de idade ou mulheres grávidas. Que Não andam de ônibus porque tem carro. Que não andam de bicicleta porque preferem ficar 1h no trânsito com seu IPOD que chegar em casa em 15 minutos.

Essa semana eu recebi um recado de um fornecedor. Um fornecedor que eu respeito e admiro. Que mata um leão por dia e realmente vejo que tenta fazer a diferença não apelando para os Chineses e que por isso tem muita moral comigo. E a empresa dele pedia para que eu aumentasse meu preço. O motivo? Um de seus clientes, ou seja, um concorrente meu, ficou “Xatiaduuu!” porque eu tava vendendo mais barato do que ele. Aí ele mordeu a chumbada, foi lá e contou tudo pra diretora da escola CAGUETA!. Muito adulto! Ele alegava que por eu estar cobrando R$12 a menos do que ele num produto que custa mais de R$150, iria atrapalhar o negócio dele! Porque afinal de contas, as pessoas ultimamente pesquisam bastante preço por aí, e ele não queria ficar com fama de “Careiro” ou “explorador”. (sic)

CARÍSSIMO FILHO DA PUTA: SE VOCÊ NÃO QUER FICAR COM FAMA DE CAREIRO OU EXPLORADOR NÃO COBRE CARO DOS SEUS CLIENTES NEM OS EXPLORE!!! Se abaixando os preços você não pode se sustentar no “SHOPPING”, SAIA DA PORRA DO SHOPPING, CARALHO! Você está apenas alimentando um sistema insustentável. Todo ano eu perco mais ou menos uns 20 ou 30 minutos dentro de um shopping. E me dá desespero de ver tanta gente tonta junto! Mas até aí tudo bem, pior são os preços abusivos. Não a toa esse mês li uma matéria dizendo que o Shopping de São Carlos está as moscas e que mais de 90% das lojas já foram trocadas mais de uma vez desde sua abertura pois ninguém consegue se sustentar ali dentro. Que todas as lojas “fita” estão indo para o centro da cidade, devido à exploração que eles vinham sofrendo ali. Viu só? Eles cansaram de ser explorados e foram explorar em outro lugar! \o/ Se você não concorda com alguma coisa, não endosse as hordas de pessoas que continuam sustentando-a, é assim que a mudança começa. Se você acha que piadas de loiras são machistas, não as conte (ou conte cada vez menos até chegar num ponto que não terá mais graça). Se você acha que meus preços estão baixos (viu galera, meus preços são baixos, fico lisonjeado pelo elogio :D), vai fazer o quê com a PORRADA de coisa que a galera vende pelos classificados do facebook? Reclama lá com o Zuckerberg! kkkk

A minha parte eu to fazendo. E se nenhum fabricante quiser vender mais pra mim porque eu vendo muito barato, eu compro da China mesmo, prefiro dar dinheiro pros “comunistas” que explorar meus clientes e amigos em prol de uma corja de lojistas oportunistas. Ou ponho em prática meu plano B maligno que vai derrubar a banca toda hehehe Uia… boa idéia… Mas enquanto isso…

Que tal um novo Slogan para minha loja? Algo como: “QueroEscalar.com.br Tão barato que os concorrentes piram”

“QueroEscalar.com.br Tão barato que até a concorrência está subindo pelas paredes”

“QueroEscalar.com.br Se a loja representassem a escalada, os preços seriam o boulder, de tão baixos”

“QueroEscalar.com.br Se nossos preços fossem uma agarra, seriam reglete!”

“QueroEscalar.com.br De tão baixos, os preços precisam sair com a primeira costurada! (Ou de um pézinho) hehehe (gostei dessa!)

Manda um slogan da hora aí pra por na loja hehehe

E é isso galera. Fica aqui o meu desabafo. Faço tudo com seriedade e honestidade para tentar levar a todos os melhores produtos pelos melhores preços (tem que ter os dois se não não vendo) e vou continuar fazendo dessa forma. Quem não gosta que se adapte ao mercado em vez de tentar adaptar O mercado à sua zoninha de conforto. O consumidor não é tonto. Palavra do maior consumidor de todos 🙂

Quais as suas Metas para 2013?

Teresa Troya encadena seu primeiro 10b em Oliana

Teresa Troya encadena seu primeiro 10c em Oliana

Ta, beleza, eu sei que ja passou 1/3 do ano praticamente (foda né mano?!) e chovendo mas como eu estava de licença pelo departamento médico do SCPT, não tinha muitas ilusões muito menos ficava pensando no que eu queria escalar, a meta era sarar. As metas são muito importantes pois desta forma traçamos um objetivo lá na frente e caminhamos em direção a ele. Dessa forma temos algo pelo que lutar e seguir em frente, uma direção a seguir em vez de ficar estagnado no lugar andando em círculos (fazendo os mesmos 5 quintos graus a vida inteira). O fato é que para 2013 eu tenho uma meia dúzia de vias que eu gostaria de mandar no Cuscuzeiro e em Itaqueri, outras em outros picos por aí (AKA: Cipó e São Bento) e beleza, daqui a pouco vou até listá-las. Mas sinceramente o meu maior desejo para este ano, é de longe, que seja aberto um pico novo de escalada aqui na região. Acho muito importante (e quase um clichê dizer isso) a abertura de vias, mas também acho que chega uma hora que tirar leite de pedra não vira mais. Não que não seja válido, eu mesmo tenho uns 4 projetos pra furar no cuscuzeiro, e irei abri-los com certeza. Só que ao mesmo tempo, parece que chega um ponto em que os picos alcançam uma certa saturação. Essa saturação pode ser física: bater chapas de vias inteiras colaterais com 1m de distância entre elas pode ser muito conveniente, mas será mesmo necessário? A espanha passou por esse processo 20 anos atrás, é natural, mas hoje eles já tentam evitar tamanha aglomeração de vias pois viram que não da muito certo, optando por deixar as vias mais espaçadas, o que também acaba sendo bom pra evitar tanto crowd no pico (qto mais vias, mais gente irá nele). E claro, existe outro tipo de saturação que é a saturação mental de ir sempre pro mesmo lugar (independente de escalar as mesmas vias ou não). Aí que entra a necessidade de um pico novo. Seria tão bom se todo o esforço investido na abertura de uma via, vez ou outra fosse aplicado de forma mais eficiente buscando um novo lugar com grande potencial para se abrir novas vias. Uma falésia nova. E essa é minha meta para 2013. Estou deixando objetivos e graus em segundo plano. Estou entrando no plano paralelo da Busca. Continuo treinando 2x por semana, e tendo meus projetinhos de curto prazo, é claro, porque não se esqueçam que eu ainda gosto de escalar, apesar do que pensam os mais Xiitas (Chatopacaralho). Quem sabe buscando, a gente não acha uma falésia nova, de 50m, negativa cheia de agarras, onde sairão dezenas de sétimos, oitavos e nonos de continuidade com rocha boa e acesso fácil e liberação total por parte dos donos? Não custa sonhar né? Vamos em busca! Só que tem aquele negócio: Apesar da premissa que quem quer arranja um jeito, quem Não quer arranja uma desculpa, também tem aquela de que uma Andorinha só não faz verão. Bora pilhar-nos uns aos outros para fazermos juntos galera! Quem topa?

Nesse sentido comprei mais de 600 chapas pra colocar a disposição na Quero Escalar pra quem quiser conquistar vias com a gente, tão pra chegar essa semana, u-hu!!! Agora o que precisamos é daquele sangue novo cheio de gás pra motivar e aprender com os mais velhos (e não fazer cagadaaaa) a minuciosa arte da abertura de vias.

E para que ninguém fique entediado com um post meramente descritivo, vou colocar uns vídeos motivacionais!!

Esse vídeo é muito legal: O cara se coloca pra fazer 35 vias no dia de seu aniversário de 35 anos… Sob um ponto de vista tocante daqueles que dá vontade de largar tudo e ir morar no cipó… (Ou em Utah, com suas fendas perfeitas)

E já que estamos falando de motivação, aí vai o pouco visto vídeo do Adam Ondra mandando a via mais foda até então, a “The Change”, graduada em 9b+ (12c brasileiro) num pico relativamente novo na Noruega.

E esse é mais um exemplo motivacional de superação. O cara passa de obeso mórbido a escalador. Até aí tudo bem, mais um, palmas pra ele. BOM. Só que tem um detalhe sórdido no meio: Ele faz isso comendo no MacDonalds!!! Puts… fudeooo negada. Bora trocar a cerveja pós Climb pelo MacChedar? Hmm… Nãaaaaooo…

E para fazer justiça, falei tanto da caixa de Pandora outro dia, coloquei o vídeo do Animal, mas não pus o vídeo mais clássico que crescemos assistindo, que é o vídeo do Rafa e do Kalango malhando-a, em meados de 2003! Agora sim! E o melhor, a via teve mais uma ascenção de lá pra cá, tendo sido encadenada Pelo Guilherme com o menor número de pegas da história! Esse menino é bão demais! Equipe Quero Escalar matando a todos de Orgulho!

Agora sinceramente, respondam aí nos comentários: QUAL SEU PROJETO para 2013? Qual via? Qual viagem? E olha que se disser apenas um grau vai ter que dizer qual via especificamente hein?! Pq falar: SABE CARA, UM DIA EU AINDA VOU MANDAR UM NONO não quer dizer nada. Agora, quando você diz: Vou malhar e mandar AQUELA via… aíiiii a ordem das coisas no universo mudam e tudo passa a conspirar a seu favor!!

E uma última coisa:

Camisetas do SCPT representando no Petzl RocTrip - Quem vai querer?

Camisetas do SCPT representando no Petzl RocTrip – Quem vai querer?

PS – Estamos pra pedir mais camisetas do SCPT, quem vai querer?

De volta com novidades: É 5.10, é Beal, é vídeo… Confira!

Fotinho lúdica para decorar o post cheio de vídeos :)

Fotinho lúdica para decorar o post cheio de vídeos 🙂

Ó, nem vem falar que faz 2 semanas que eu não posto nada no blog pq nesse meio tempo foram 3 posts no blog do CUME. Lá eu pus uns “Vidinhos” pra galera que ta começando, a divulgação da SACU – Leia-se: monitoria todo dia essa semana, que não rolou direito por causa da chuva – e as inscrições para a Oficina de escalada do CUME. Mas isso eu ainda tive que fazer rapidinho porque está sendo um frissom com a nova leva de sapatilhas da 5.1o que chegaram na Quero Escalar!! Não obstante, também recebi uma leva de cordas da beal aqui e tudo tem sido uma correria. Tudo começou quando, depois de uma série de decisões, sentei pra terminar o croqui do cuscuzeiro. Trabalhei intensamente por 2 dias sem comer nem beber água muito menos ir ao banheiro e no terceiro dia tive uma reviravolta (os fatos citados acima) e agora eu não consigo tempo pra sentar e dar continuidade aos trabalhos. Mas eu Não reclamo não, é bom sentir-se produtivo. Fiz até um protótipo de cartão da Quero Escalar que preciso mandar pra gráfica, vai ficar lindo de ver! 🙂

Agora só falta eu poder voltar a escalar de verdade (que não aguento mais quinto grau, as mesmas vias de quinto e sexto grau que se somadas não deve dar umas 10 aqui na região, não sei como tem gente que não enjoa, toma vergonha na cara e vai treinar pra fazer mais vias mais difíceis) e pronto, vai estar faltando só uma coisa – ou melhor, pessoa – pra ficar tudo “ótemo”.

E chega de Bla-blá-blá que apesar da semana passada ter sido meio morna de vídeos, essa ta da hora!

Começando com esse, da grande blogueira Marieta Cartró, que manda décimo grau tanto com as palavras num humor afiado e inteligente, quanto na escalada. Aqui ela aparece malhando um 10b (ou c – não lembro que vi o vídeo semana passada) e dando entrevista, falando como começou a escalar, mostrando seu quintal, Montserrat, na Espanha. Depois não sabe pq tem tanto espanhol que escala…

Seguindo a linha de quintal de casa, vamos para o nosso. Ta certo que ta mais para quintal do vizinho (onde a grama é sempre mais verde). Você não pode perder as aventuras dessa galerinha que vai aprontar altas confusões a bordo de uma Kombi do barulho! Mas como não estamos na sessão da tarde, esse é um vídeo de um rolê que uma galera fez pela américa do sul de kombi, mas pra escalar de verdade, nada de ficar fazendo caminhadinha pros topos dos morros… Terminando o rolê no Petzl RocTrip. Vídeo muito bem feito, editado, com belas imagens, de escalada, de lugares, enfim…

E já que o assunto é pedra parada en AR-RENTINA, segue um vídeo do Enzo Oddo àvistando um 10b. Curtinho para os padrões do pico…

Uma pessoa que eu conheci na Piedra Parada Estrela o próximo vídeo. voltando para as terras Tupiniquins, quem gosta da cave de São Carlos, vai adorar essa via, que pra quem for pra Itatim, é um Si-ne-qua-non! Vídeo da Bianca Castro, que apesar de não ser escaladora (ela só faz boulder), resolveu arriscar colocar uma cordinha e fazer os FFA das vias lá pras bandas da Bahia.

Bianca, é brincadeira o negócio de não ser escaladora tá? 😉

E voltando pra espanha, este vídeo ganhou destaque porque o cara (Magnus Mitb0e) desce de um 11c/12a (9a/+) e fala: …”Ói que beleza! 9a+ sem estar tijolado!? Ta bom né?”... PUTO. Mas o que mais chama atenção é o momento TOC (transtorno obsessivo compulsivo) nos minutos 3:10 e 3:30). Eu vou dar uma de Spoiler porque eu sei que muita gente não vai nem se ligar, mas, MEOOOOOO…… Irrita mooooooito quando fulano coloca as costuras de ponta cabeça na chapa!! Que fodaaaaa…… da vontade solar a via e ir lá trocar. Costura só tem dois jeitos de usar: Virada pra direita ou pra esquerda; e mesmo assim depende de pra onde a via vai. O Mosquetão de cima é reto e o debaixo é curvo, e o curvo é preso por uma borrachinha normalmente e o de cima não, e tudo por uma razão: segurança, não é estética não. (se bem que pra mim é uma questão de o mundo poder acabar se ela é colocada assim, igual quando você pisa na divisória das cores da calçada). Enfim, já está na manga um post explicando porquê tudo isso. Sem mais delongas, convosco, o famigerado vídeo;

Só que eu não vou ficar sofrendo de TOC sozinho aqui, agravando meu Bruxismo diurno. Tem um cara mais TOC’eiro que eu, (Mais não, é só mais impulsivo com os poucos TOC’s dele) e eu vou ser bem filhadaputa e colocar esse vídeo pra ele surtar e ter uma taquicardia, quando ele ver o cara do vídeo mandando o “First Ascent” da via, que é em móvel, COM AS PEÇAS POSTAAAASSS…(agora imagina o seu madruga arrancando o chapéu e pisando em cima quando toma bofetada da dona florinda… mais ou menos essa a reação)… E aí Mister Praquê?! Pra quanto foi a pressão agora?! hahahhaa Ah, detalhe que o cara no vídeo também escala em solitário com uma minitraxion..

E agora que a cagada está feita, vai um vídeo para compensar a namorada da pessoa que eu citei no parágrafo anterior que deve estar ali acalmando-o, coloco então um vídeo instrutivo da Steph Davis, ensinando como esparadrapar suas mãos para escalar as fendas perfeitas do deserto de Utah.

E se você achou que no final ia pelo menos aparecer ela escalando de fato… (sim aparece, mas pouquinho), fique com essa via que foi capa da Climbing desse mês, Glad to Be trad, uma fendona incrível de nono grau no mesmo pico.

Bom, e agora deu de vídeos pra mais uma semana né?! Bem, veremos 😉