Costura encontrada no Cusco! (& vídeos)

Escaladora anônima que decora o post de hoje

Escaladora anônima que decora o post de hoje

Faz um mês mais ou menos, o pessoal de Botucatu encontrou na Nega Maluca uma costura e deixou comigo pra eu divulgar e procurar o dono. Se alguém for o dono, entre em contato enviando o modelo, cor, número da conta bancária, senha, etc.. para podermos retornar a dita cuja ao papai (ou mamãe) desnaturado! Se não aparecer o dono, vamos colocar os mosquetões nas paradas das vias novas que conquistarmos! (A propósito perdi um canivete da PETZL azul com detalhe em laranja em Itaqueri, provavelmente no segundo setor, se alguém achou, ficaria muito feliz de ter meu bebê de volta!)

E já que estamos, vou deixar uns videozinhos lúdicos que vi faz umas duas semanas (que ultimamente não ta dando tempo nem pra almoçar!).

Esse aqui com uma cena raríssima do Adam Ondra escalando com móveis nos rodapés Gritstones ingleses. Curtinho (por isso que eu vi) e interessantinho vê-lo costurar um camalot.

E aqui meu sonho de consumo. Não, não é a Alex Puccio nem um jogo de Tri-Cams novo. Também não é a nova Scarpa Instinct VS. Nem a nova cadeirinha Cyrus da Edelrid. É a Van do Alex Honnold. Imagina ir pros picos e não ter que pagar (muitas vezes) R$25 de camping?! Porquê será que Camping é tão caro aqui no Brasil né? Em teoria vc paga por um espaço na grama pra estender uma barraca, dorme no chão, usa uma pia pra encher sua garrafinha de água e o chuveiro (não necessariamente). E muitas vezes pelo mesmo valor ou próximo vc acha pousadinhas onde vc pode ficar numa cama de verdade, com café da manhã incluído, enfim. Acho que até o ato de acampar é meio visto como comportamento elitizado por aqui. Afinal, agrega! Enfim, lá fora vc compra uma van dessas usada (com uns 3 a 5 anos) por valores entre 10.000 reais e 150.000 reais (nova) toda equipada. Aqui a usada com 15 anos de uso e sem nada (ou seja, vc vai ter que montar cama, cozinha, tudo do zero) vc paga em torno de R$20.000. Bom, quem quiser me dar uma de presente, eu dou os trampos! hahaha Ia ficar invernado no Cipó meses! Pensando bem, será que isso sobe a trilha da Divisa? Será que da pra deixar estacionado no pé do Anhangava na moral? Ali em frente à carumbé no G3? É… tudo tem seus prós e contras! Enfim, video:

Apesar da Polêmica com o Enzo “destruidor de vias alheias” Oddo e sua passagem pelo ParNa Itatiaia, o Fotógrafo Brasileiro Taranto Jr. Acompanhou os dois escaladores em sua passagem pelo Brasil e está programando de lançar um vídeo muito legal com os meninos. Não vejo a hora de ver a filmagem da remoção das chapas da via do Eliseu! hahaha

E falando em Francisco Taranto Jr, o próprio esteve por algumas semanas nas Filipinas em companhia de outro Brasileiro, o Pablo Scorza, que entre uma autorização e outra pra poder morar na Espanha esteve acompanhando o casal Edelrid-Wild Country James Pearson e Caroline Ciavaldini. Ô Vida dura desse Francisco!

E voltando à terras tupiniquins, video de outro Atleta (talvez um dos poucos) patrocinado Brasileiro, o Nishimura, mandando a via África no setor Corujas. Nota: Se vc escala mais que 7c não aqueça nessa via no setor Corujas. Melhor aquecer em algum oitavo de agarrão qualquer no setor que apertar esses regleticos!! Nishimura de parabéns!

E pra acabar, Beto mandando a Caixa de Pandora! Um dos vídeos mais esperados dos últimos meses aqui no Blog! BOOOA MOOONSTROOO!!! (sic) hahaha

E por hoje é só pe-pe-pessoal!

PS – Sábado tem Ritual Xamânico aqui em São Carlos, quem quiser participar, me peça que encaminho o convite e as orientações!

Fica a primeira parte (de 4 partes) de um vídeo incrível, vejamos se ele irá cativar-lhes! A segunda parte é mto legal!

 

 

Quais as suas Metas para 2013?

Teresa Troya encadena seu primeiro 10b em Oliana

Teresa Troya encadena seu primeiro 10c em Oliana

Ta, beleza, eu sei que ja passou 1/3 do ano praticamente (foda né mano?!) e chovendo mas como eu estava de licença pelo departamento médico do SCPT, não tinha muitas ilusões muito menos ficava pensando no que eu queria escalar, a meta era sarar. As metas são muito importantes pois desta forma traçamos um objetivo lá na frente e caminhamos em direção a ele. Dessa forma temos algo pelo que lutar e seguir em frente, uma direção a seguir em vez de ficar estagnado no lugar andando em círculos (fazendo os mesmos 5 quintos graus a vida inteira). O fato é que para 2013 eu tenho uma meia dúzia de vias que eu gostaria de mandar no Cuscuzeiro e em Itaqueri, outras em outros picos por aí (AKA: Cipó e São Bento) e beleza, daqui a pouco vou até listá-las. Mas sinceramente o meu maior desejo para este ano, é de longe, que seja aberto um pico novo de escalada aqui na região. Acho muito importante (e quase um clichê dizer isso) a abertura de vias, mas também acho que chega uma hora que tirar leite de pedra não vira mais. Não que não seja válido, eu mesmo tenho uns 4 projetos pra furar no cuscuzeiro, e irei abri-los com certeza. Só que ao mesmo tempo, parece que chega um ponto em que os picos alcançam uma certa saturação. Essa saturação pode ser física: bater chapas de vias inteiras colaterais com 1m de distância entre elas pode ser muito conveniente, mas será mesmo necessário? A espanha passou por esse processo 20 anos atrás, é natural, mas hoje eles já tentam evitar tamanha aglomeração de vias pois viram que não da muito certo, optando por deixar as vias mais espaçadas, o que também acaba sendo bom pra evitar tanto crowd no pico (qto mais vias, mais gente irá nele). E claro, existe outro tipo de saturação que é a saturação mental de ir sempre pro mesmo lugar (independente de escalar as mesmas vias ou não). Aí que entra a necessidade de um pico novo. Seria tão bom se todo o esforço investido na abertura de uma via, vez ou outra fosse aplicado de forma mais eficiente buscando um novo lugar com grande potencial para se abrir novas vias. Uma falésia nova. E essa é minha meta para 2013. Estou deixando objetivos e graus em segundo plano. Estou entrando no plano paralelo da Busca. Continuo treinando 2x por semana, e tendo meus projetinhos de curto prazo, é claro, porque não se esqueçam que eu ainda gosto de escalar, apesar do que pensam os mais Xiitas (Chatopacaralho). Quem sabe buscando, a gente não acha uma falésia nova, de 50m, negativa cheia de agarras, onde sairão dezenas de sétimos, oitavos e nonos de continuidade com rocha boa e acesso fácil e liberação total por parte dos donos? Não custa sonhar né? Vamos em busca! Só que tem aquele negócio: Apesar da premissa que quem quer arranja um jeito, quem Não quer arranja uma desculpa, também tem aquela de que uma Andorinha só não faz verão. Bora pilhar-nos uns aos outros para fazermos juntos galera! Quem topa?

Nesse sentido comprei mais de 600 chapas pra colocar a disposição na Quero Escalar pra quem quiser conquistar vias com a gente, tão pra chegar essa semana, u-hu!!! Agora o que precisamos é daquele sangue novo cheio de gás pra motivar e aprender com os mais velhos (e não fazer cagadaaaa) a minuciosa arte da abertura de vias.

E para que ninguém fique entediado com um post meramente descritivo, vou colocar uns vídeos motivacionais!!

Esse vídeo é muito legal: O cara se coloca pra fazer 35 vias no dia de seu aniversário de 35 anos… Sob um ponto de vista tocante daqueles que dá vontade de largar tudo e ir morar no cipó… (Ou em Utah, com suas fendas perfeitas)

E já que estamos falando de motivação, aí vai o pouco visto vídeo do Adam Ondra mandando a via mais foda até então, a “The Change”, graduada em 9b+ (12c brasileiro) num pico relativamente novo na Noruega.

E esse é mais um exemplo motivacional de superação. O cara passa de obeso mórbido a escalador. Até aí tudo bem, mais um, palmas pra ele. BOM. Só que tem um detalhe sórdido no meio: Ele faz isso comendo no MacDonalds!!! Puts… fudeooo negada. Bora trocar a cerveja pós Climb pelo MacChedar? Hmm… Nãaaaaooo…

E para fazer justiça, falei tanto da caixa de Pandora outro dia, coloquei o vídeo do Animal, mas não pus o vídeo mais clássico que crescemos assistindo, que é o vídeo do Rafa e do Kalango malhando-a, em meados de 2003! Agora sim! E o melhor, a via teve mais uma ascenção de lá pra cá, tendo sido encadenada Pelo Guilherme com o menor número de pegas da história! Esse menino é bão demais! Equipe Quero Escalar matando a todos de Orgulho!

Agora sinceramente, respondam aí nos comentários: QUAL SEU PROJETO para 2013? Qual via? Qual viagem? E olha que se disser apenas um grau vai ter que dizer qual via especificamente hein?! Pq falar: SABE CARA, UM DIA EU AINDA VOU MANDAR UM NONO não quer dizer nada. Agora, quando você diz: Vou malhar e mandar AQUELA via… aíiiii a ordem das coisas no universo mudam e tudo passa a conspirar a seu favor!!

E uma última coisa:

Camisetas do SCPT representando no Petzl RocTrip - Quem vai querer?

Camisetas do SCPT representando no Petzl RocTrip – Quem vai querer?

PS – Estamos pra pedir mais camisetas do SCPT, quem vai querer?

Caixa de Pandora Revisited

Final de Semana de fotos no Cuscuzeiro...

Final de Semana de fotos no Cuscuzeiro…

Eu tinha preparado um mega texto de 2 paragrafos enormes criticando a atitude das agencias de turismo local  de Analândia mas como já fui ameaçado uma vez, salvei como rascunho quem sabe um dia eu publico, porque essa história de entrar em atrito com gente ignorante me cansa.

Enquanto isso, não muito longe dali, no platô da Marmota, a galera entrou em peso este final de semana na Caixa de Pandora, que, segundo rumores, nunca teve ascensões pois ninguém entra nela, talvez o Tonto ou o Marmota, 15 anos atrás. Vamos aos fatos:

Essa via por muitos anos foi a mais difícil da região e até hoje é um mito, tanto pelo nome “Caixa de Pandora” (que é aquele baú que possui tudo de ruim, todos os males do mundo dentro, e a garota dona do baú, mesmo sabendo disso, curiosa, foi lá e abriu, liberando agencias de ecoturismo inconsequentes e rapeleiros pelo mundo). Aberta pelo Fernandão Marmota, uma lenda da Escalada São Carlense e “Patrono” do São Carlos Pression Team, foi ele mesmo quem mandou o FA, numa época em que mandar sétimo grau era o mesmo que hoje mandar um nono grau, e nono grau na época era coisa de Adam ondra hoje em dia. A primeira repetição foi feita pelo Kalango muito tempo depois, e mais um tempo depois repetida pelo Luciano de Rio Preto. Na sequência vieram cadenas históricas como do Fernando Animal, que abriu a porteira pra todo mundo da turminha mandar na sequência. Aí mandaram-na o Rafa, o Zé, o frango (e provavelmente o Greg?). Agora ela está esperando a primeira ascensão Feminina, e a Ana Lígia do EscaladaInt está aí no intento!

Este final de semana o Sanca Pression Team deu mais uns pegas na mítica via. Obviamente que a Irish e a Visual também viram mais ascensões! Eu que estava rapelando num projeto ali do lado direito da Caverninha do Capitão Coruja parei no meio do nada, de frente pra essas vias e aproveitei pra fotografar!

Bem, e foi basicamente isso! Subi de top no projeto que eu ha muito tempo visualizava, por uns pinos abandonados ha mil anos na direita da caverninha do capitao coruja e praticamente desencanei de concluir a via pois ela passa por uns trechos de arenito bem podre, ziguezagueando e daria um arrasto do cão!! Mas talvez um projetinho à direita da marreta saia… veremos…

E parabéns para o Rafa que acertou a charada! A resposta era “Let’sg o Space Trucking”, que pra quem não sabe é o nome de uma via no cuscuzeiro, que por coincidência começa bem no lugar onde as agencias estao fazendo rapel… credo.