Sístole & Diástole

Até a ruptura na rocha propicia fendas que são tão amadas pel@s escalador@s

Até a ruptura na rocha propicia fendas que são tão amadas pel@s escalador@s

Os padrões da natureza se repetem do micro ao macrocosmo. São relações quânticas entre átomos, partículas e moléculas que tem suas interações geridas por forças que vão se propagando ao ponto de podermos observar os mesmos efeitos no nosso dia a dia. E na nossa vida. Tudo tem altos e baixos, todos tem momentos super alegres, outros mais “tranquilos”. Faz parte da vida, do aprendizado, e com a escalada nós vamos aprendendo que “um dia da rocha, outro do escalador”. Nossa vida pessoal ou profissional nem sempre será um mar de rosas (ou uma via positiva com agarrão) mas precisamos saber lidar com cada crux pessoal, ser perseverante e superar os obstáculos – ou saber a hora de desistir, mudar de via, deixar a pressão de lado e escalar um pouco por diversão e menos pela “pressão”. Seja qual for o caso, disciplina é fundamental para se ater ao que é realmente necessário e poder tomar decisões fundamentadas para saber escolher qual o próximo passo, ou seja: fazer um move a mais pra sair do regletinho e costurar do agarrão confortavelmente em vez de perder tempo e energia pra costurar daquele microrreglete no meio do crux. Tudo vai depender da energia que você dispender com suas ações, e uma ação antecipada para colocar um costurão no crux (ou não colocar um costurão) para se fazer a clipada da melhor agarra (e não cair em tentação de clipar quando se está “na merda”) pode ser o diferencial entre mandar ou não mandar uma via. Mas aí já entram conceitos como planejamento, tomada de decisões e atitudes pro-ativas. Tudo isso eu estou falando da escalada, mas quem aí não se identificou com situações do dia a dia? A vida é uma grande dança e a música que devemos seguir é a dos nossos átomos, elétrons e suas frequências interativas. Ou não parece que quando algo não vai muito bem é porque estamos dançando fora do ritmo da música?

Bem, e falando em frequência, as últimas semanas andaram meio fracas para vídeos, mas nessa já bombaram tantos vídeos em dois dias que daria pra fazer uns 2 posts.

Começando com:

Um vídeo que começa bem, até a metade um vídeo normal de escalada bem clichê até… Só que no final da uma reviravolta, ninguém consegue mandar mais porra nenhuma aí os roteiristas apelam para mostrar esse lado B da escalada que ninguém mostra, o da frustração, o dos machucados, do mau humor, do “não-conseguir”. O segredo do sucesso desse vídeo (que tinha recorde de comentários) é que mostra mais a parte “normal” da escalada, que encaramos todos os dias que é o processo de trabalho de uma via ou boulder, e menos aquela parte que dura o menor tempo, que é quando conseguimos de fato mandar nossos projetos.

E já que estamos falando em “não mandar” as coisas, temos esse vídeo de uma escaladora praticamente anônima pra nós malhando uma fenda de teto em móvel de 9c Br (8aFr). Detalhe para a Seg com a cadeirinha Cyrus da Edelrid (a melhor cadeirinha do mundo na minha opinião hehe) e para a mochila da escaladora, que parece ser da época da guerra da secessão americana (também conhecida como guerra civil, por volta de 1860).

A dupla dinâmica Alex Honnold e Cedar Wright atacam novamente com mais um filme da série “SufferFest” (festa do sofrimento). Atravessando o deserto de bike, escalando várias “agulhas” (e se fudendo pra caralho) com rocha que nem sempre dá pra chamar de “rocha” de tão podre, a dupla faz caras e bocas numas escaladas insanas. Compete com o filme “50 tons de cinza” pelo título de filme mais sadomasoquista do ano. Seria trágico se não fosse cômico. Se o trailer já é bom, imagina o filme completo, que está para download por 14 dolares. Juro que se eu ganhasse em dólar compraria, mas o jeito é esperar aparecer no torrent 😉

Ah! E tem esse filme do ano passado que não pus aqui ainda, mas que tem tudo a ver com “não mandar”. Depois da treta com a Sasha digiulian pra ver quem ia escalar a via Orbayu, Nina Caprez passa semanas malhando a via, “malemá” consegue isolar o crux, reavalia a situação e diante de todo o stress resolve dar um tempo da via (e dos relacionamentos amorosos estáveis), e vai curtir a vibe do climb nas falésias esportivas, sair com a galere, enfim, dar um relax. Eis o teaser do filme sobre suas tentativas na Orbayu.

Hazel Findlay, uma das escaladoras mais destemidas (com três bolas) da atualidade, falando sobre suas escaladas, sobre as coisas que teve que abrir mão, que se tornou “INEMPREGÀVEL” em nenhum emprego do mundo depois que se tornou escaladora. Mas a última frase do vídeo fecha com chave de ouro o post de hoje:

“…If you´re not having fun, then…. what´s the point?” ou, em português: Se você não está se divertindo, então… qual o sentido?

(Não deu pra colocar aqui, mas é só clicar no link abaixo, e vai abrir uma sequência de vídeos muito massa dela com o Alex honnold fazendo uns psicobloc em Oman)

http://video.nationalgeographic.com/video/short-film-showcase/she-climbs-like-a-girland-its-awesome

Bem, e por hoje é isso! Temos algumas novidades na Quero Escalar, (pra variar, sempre novidades, a-do-roooooo).. entrem aqui e não se reprimam!

Postagem relâmpago…

La Buitrera!

La Buitrera!

Correria por correria truco. Já dizia o Tim Ferris: Não existe falta de tempo, existe falta de prioridades! Vou colocar alguns vídeos bacanas aqui e a super discussão sobre equipos abandonados deixarei pra semana que vem! Beijos!

Começando com esse que apesar de antigo, ahhh, me inspira tanto. A nina caprez, quando ainda era uma atleta 5.10 (hoje ela é uma atleta Scarpa, o que combina muito mais com a personalidade dela).  Nessa época ela já era mina do Cedric Lachat (2011) e eu nem sabia! Ah, no video ela faz uma via que demora 1h de caminhada aos trancos e barrancos pra chegar, morro acima, a baixo. Depois, a via, são várias cordadas de 8c a 10a. Depois disso, você está morto, diz ela. E como Não estaria?! hahaha

E agora sobre uma escalada um pouco mais comprometida, a Lotus Flower, no canadá. Um daqueles vídeos pra assistir comendo pipoca. Detalhe para o ex-casal TommyCaldwel e Beth Rodden. E as simpatias em pessoa Arnauldinho (arnauld petit) e Stephanie Bodet, que vocês conheceram no video do PEtzl RocTrip China.

Falando em aventura, antes tarde do que nunca esse do Ed, da conquista, no Salto Angel:

E não poderia deixar de citar esse vídeo de uma galera do RS testando um parabolt do tipo Alpha no arenito. Fator 2 na TORA, da pra ver a chapa tendo deformação elástica! Muito massa, aguentou bem. Mito do Rolling Cones desmistificado!!

Ah, e esse muito massa de uma mina que fazia artes marciais e agora escala horrores. Sensacional também!

E pra quem acha que Africa do Sul é só boulder, se engana! Lá também tem muita escalada e esse vídeo mostra a nova modinha: O Greenpoint de uma via que tinha chapas. Detalhe que as chapas não foram tiradas depois. Obrigado.

E pra terminar, falando em móvel com chapas… Sabe quando você leva seu amigo que escala mais que você pra jogar basquete e ele não sabe bater a bola sem pular ao mesmo tempo? Pois é mais ou menos isso que veremos nesse vídeo em que Matt Segal e Alex “Triple Ball” Honnold fazem quando levam o Daniel “Nãoescalosófaçoboulder” Woods pra escalar trad no deserto de UTAH. É como pegar o einstein pra ensinar soma e subtração a um analfabeto.  hehehehe Pelo menos ele tenta e mantem a atitude positiva o tempo todo, que é o que conta! 🙂

Ta, e pra acabar mesmo esse da recuperação do Edu Marin. Nem tem mto climb (nada), então se vc quer videos de escalada pode pular esse.

E por hoje é só pessoal!

Ci Sentiamo!

 

Perfis…

Deveria colocar uma foto da via "Perfil de amiga" em Igatu, isso sim. Mas por motivos óbvios, essa foto ganhou hehehe

Deveria colocar uma foto da via “Perfil de amiga” em Igatu, isso sim. Mas por motivos óbvios, essa foto ganhou hehehe

Hoje farei um post breve. Apenas alguns vídeos que coincidentemente sairam nas ultimas semanas sobre personalidades do mundo da escalada. Salvei vários vídeos, mas estes estão muito legais e realmente foi uma coincidência muito grande estes terem saído sobre pessoas, mais do que sobre vias, ao mesmo tempo.

Esse primeiro está simplesmente alucinante, sobre o Ramonet. Eu já achei que fosse esses vídeos que algum amador fez com o celular e depois deu uma editadinha. Ledo Engano, está animal. Não fala muito sobre o Ramonet em si, mas é dele que eu sempre falo quando algum baixinh@ vem me falar “Mas eu não tenho altura pra escalar”. Eu sempre respondo: O Cara que foi mais vezes campeão mundial nos ultimos anos tem menos de 1,55m. Qual sua desculpa? Aí a pessoa inventa alguma outra esfarrapada ali na hora. É triste (só pra pessoa). Mas o vídeo é sensacional! BigUp fica pra trás!

Já esse é sobre outro espanhol, desta vez a Canária Daila, que mostra um pouco de sua terra (as ilhas canárias, obviamente).

E este sobre a Beth Rodden, aquela mina esquisitinha que pegava o Tommy Caldwell lá pra meados de dois mil e qualquer coisa (oito?). Eles largaram e ela esteve mais lesionada que eu, só que do ombro. Parou mas a lesao voltou 2x aí ela entrou na faca e ao que tudo indica parece que ela está voltando à ativa. Tomara que ela possa ficar forte outra vez! Ela é a mina que escalou a via em móvel mais Hard do mundo, a Meltdown em Yosemite, foi capa da climbing, (eu até tenho essa revista!) recebeu o mesmo destaque em sua época que Sasha Digiulian ou a Nina Caprez hj em dia…

E depois de mandar a via mais foda do mundo – um 12c: vc consegue imaginar o que é um décimo grau? Imagina um 12c. Agora, imagina isso duas vezes (The change em novembro e La dura dura em Fevereiro). Bem, depois disso o menino prodígio deu uma sumida. Mas esse vídeo retoma algumas cadenas esquecidas de 9a’s Francês (11c) mandadas por ele que nem mereceram menção no vídeo sobre sua vida lançado ano passado (The wizard’s apprentice). Não é lá tao biográfico, mas mostra sua vida, o meninão fazendo lição de casa e tudo, é interessante.

E já que o assunto é lesão, parece que ta todo mundo lesionado, ta loco! Eu, mais ou menos desde 2005 to nessa lenga lenga de lesão, cada vez num dedo diferente, já não sei mais o que fazer, e a galera vira e mexe aparece alguem com alguma coisa doendo. Acho que esses arenitos nossos aqui são extremamente machuquentos, ta loco! Para o caso de alguém lesionar alguma parte que não usa na escalada (AKA membros inferiores) e ainda puder usar os braços, fica aqui uma dica de treino muito boa! Fiquei com uma invejinha do treinador, mas assim, só pq realmente eu não posso fazer o treino já que minhas lesões são sempre em uma das mãos.

Este aqui é um Si ne Qua non de 2013 uma verdadeira pintura com a Nina Caprez (sua linda) e o J. Siegrist, um dos poucos escaladores assim que eu sou fã mesmo. Ambos escalando no berço da escalada esportiva, o Gorges du Verdon, na França. A frança e a espanha sim é que são dois países abençoados por deus e bonitos por natureza…hmpff……

E já que estamos falando de Nina Caprez, que tal ela agora em CUBA? Um filminho (tá, só o trailer) no melhor estilo Baraka filmes – a produtora do Silbergeier e do Tuzgle, ambos com ela – com muita música e humor.

E chega por hoje , vou tentar não demorar tanto a postar o próximo post!

UPDATE:

Caramba! Esqueci de colocar a entrevista do Adam Ondra, que se encaixa certinho neste post “Perfil”

Vídeos com Charada

Alguém tem costuras iguais às dela? ;)

Alguém tem costuras iguais às dela? 😉

Provavelmente você pensou que era um post sobre um vídeo que tem uma charada. Hmmm.. não. Mas vamos lá, uma charada que tava todo mundo com saudades, mais os vídeos que eu achei que valiam a pena aparecer por aqui. Joguei uns 5 de boulder fora porque em uns eu dormi antes do final (mesmo eles tendo menos de 5 minutos) ou porque realmente eram a “pain in the ass” assistir inteiro. Anyway, vai lá:

Esse vídeo é um dos melhores vídeos brasileiros dos últimos tempos. Sem um começo meio e fim, porém com personagens que nos mantém presos ao filme, como é o caso do Tiaguinho de Porto Ferreira, vulgo preto! Ensinando os entalamentos de mão e falando sobre a escalada no Parque Nacional do Itatiaia. Ótimo filme, só achei que a última via ficou muito demorada, mas de resto, Show de buela!

E já que o assunto é granito, esse segundo vídeo é num parque que pra mim é o equivalente ao Itatiaia, só que na Espanha: La Pedriza. Com milhares de vias, tradicionais e esportivas e mais uma caralhada de boulder, o pico é muito frequentado pelos Madrilenhos que não têm uma Rodellar por perto (Coitados, tem que dirigir intermináveis 6 horas pra chegar lá, como o mundo é cruel não é mesmo?) então dirigem 40 minutos até este pico, que aos finais de semana lota (mas lota meeesmo) mas não de farofeiros, mas sim de pessoas que vão caminhar, escalar, fazer trilhas, boulder, passear, sem som ligado no máximo, sem farofada, sem a tigrada fazendo algazarra nem perguntando se os escaladores estão fazendo rapel hehehehe Ah! O vídeo é muito bom apesar de um angulo só de cima deixa-lo um pouco “Chapado”… talvez uma tomada um pouco mais atrás seria excelente pra dar noção da via… mas enfim, bom vídeo!

Esse vídeo é de uma via muito clássica nos EUA, a “Just do It” que foi o primeiro 9a Fr, 5.14d, 11c Br da “América” (só confirmo pq foi mesmo, tanto da do sul qto da central qto da do norte) e que impressionantemente na época, aberta em meados de 90, foi notícia quando um jovem talento a mandou em 97, tornando-se o mais jovem e um dos poucos a encadenar essa via mítica, um tal de Chris Sharma. Mas o mais legal são os franceses de spandex nas imagens da decada de 80 🙂 AH!!! E sabem porque o escalador aparece de toca? O Bruno Xibungo sabe!! Vide a última cena dele SEM toca no último minuto do vídeo hahahaha

E se você gostou do Silbergeier com a Nina Caprez (e não se apaixonou por ela, vai se apaixonar agora) vai adorar este vídeo dela fazendo boulder e algumas vias no meio do deserto Argentino. Sensacional. O detalhe é que ela não aparece escalando com o Cedric, mas com outro francês, o Mike Fuselier. Não que eu esteja insinuando nada, longe de mim. Aliás, legal o motivo pelo qual ela “aceitou” ir nessa trip hehehe Assista e comprove…

E se você acha que escalada é tudo igual e que a comunidade escaladora mundial é toda unida… bem… veja bem, pode até ser, mas com estilos diferentes, beeem diferentes. Eis aqui um vídeo EstadoUnidense de um campeonato de boulder, e podemos observar como eles transformam tudo num grande show, com a multidão indo à loucura com os botes insanos, as travadas de ombro e os movimentos dinâmicos…. Ah! E com o narrador e o comentarista: Mas o escalador pegou na costura no meio da via, pode isso Arnaldo? A regra é clara! Pegar na costura não pode. Então querrrr dizerrr que pegar na costura não pode? Não, não pode. Pegar na costura não pode não? Pode não…. Bom, pelo menos escalada ao contrário do ciclismo (e do futebol ) é um esporte de verdade né?! huahuauhaha

E o que tem rolado essa semana e eu não entendi direito foram duas biografias simultâneas do Tommy Caldwell, que está ha mil anos tentando livrar uma via no yosemite e ta empacado ali no meio. Sorte maluco! O primeiro não consegui embebedar aqui no blog, então foda-se vamos para o segundo:

E pra terminar um vídeo da Brooke Raboutou, que eu acho muito mais simpática que a Ashima. Acho que pq nunca vi a Ashima escalando, só fazendo boulder haahha Ou porque a Ashima parece que ainda tem 3 anos de idade pois nem fala direito ainda (tem 11), enquanto a Brooke já é toda falante e desinibida, (eu ia falar sorridente mas as duas são igual duas crianças hehehe) mas também pudera fazer tanto sucesso: a Brooke é filha da mãe dela, que foi tipo a Angela Eiter da época dela. É aquele negócio, filho de peixe, e eu te direi quem és!

Vídeo pra caralho né? Eu sei, a Marta também reclama que é muita coisa.. mas, ah… melhor sobrar que faltar né? Tem gente que curte! (tipo eu assim quando releio hihihi)

Ah, e vamos para a prometida charada:

E aí, já adivinhou de cara né? Sabia!

E aí, já adivinhou de cara né? Sabia!

Sim, é relacionado TOTALMENTE com escalada a resposta da charada! Vamos ver quem adivinha! Nos vemos no final de semana em:

If <não chover> Then <Itaqueri sábado>, <Cusco domingo> ; Else <#PartiuInvernada!>

kkkkkkk

Falou, é nóis!

Quem não foi viajar no feriado é porquê???

Nina Caprez vai estar no RocTrip! Caderninho de autógrados preparado! A tietagem vai rolar solta! kkkk

Pois é, todo mundo foi pro Cipó, pra São Beto, pra Arcos, e teve até gente da  própria região que precisou de um feriado de 4 dias pra sair UM mísero dia e ir pra itaqueri ou cusco… lamentável. Mas os que ficaram foi por uma boa causa. Aliás, a melhor causa de todas as nossas carreiras como escaladores.. é o maior, o mais cobiçado, comentado e aguardado evento de escalada do mundo nos últimos 10 anos: O PETZL ROCTRIP!!!! Esse ano será na Argentina e espera-se um número recorde de participantes: A organização já fala num número superior a 1000 inscritos… certeza que uns 200 é a brasileirada que vai ta colando em peso… Vai ter hora que a gente vai se sentir no cipó com todos os brother escalando lado a lado hehehe Mas enfim, para animar o nosso feriado e dar um pouco de assunto para a viagem, vamos à alguns vídeos.

Começando com a equipe que esteve na Buitrera (local onde será o ROCTRIP que começará essa semana) que está em Red River Gorge nos EUA DECOTANDO todas as vias fortes. Quando o assunto é escalada Trad, os americanos são referência, tendo no quintal de casa um dos picos mais tradicionais de escalada do mundo, que é YOSEMITE. Mas quando o assunto é escalada esportiva, os franceses é que inventaram essa brincadeira, e têm no seu quintal de casa o “Verdon” que nos anos 70 e 80 foi a MECA (pra não dizer Berço) da escalada esportiva. Por isso nesse assunto eles são referência. Com seu estilo técnico de escalada, dão uma aula para os americanos que tem um estilo um pouco mais “explosivo” de escalada, o que lá na casa do dôzimo grau tem feito diferença. Muitos dos decotes nas vias como “PURE IMAGINATION” (que teria sido o primeiro 11c (9aFr, 5.14d USA) de uma americana e terceiro feminino do mundo, da Sasha Digiulian) que foi decotada para 11b, assim como a Golden Ticket ou Southern Smoke, é só porque os Franceses vieram e fizeram na técnica, com altos drops de joelho, sem botes nem nada supérfluo. E sem contar é claro, depois de ter escalado a vida inteira na meca da escalada esportiva que é a região da França/Espanha/Italia/Áustria. Conforme as cadenas iam rolando, eles iam fazendo tipo um “Informativo” informal das cadenas, de maneira muito bem humorada, acompanhe alguns:

Realmente esses franceses são uns paiaços…. o São Carlos Pression Team vai se dar muito bem com eles!

E continuando, aquele foi o primeiro, este é o segundo:

Ta vendo esse carequinha que ta aparecendo aí em cima? Vou falar dele daqui a pouco, é o Cedric Lachat…

Este é o último (que saiu até ontem):

Esse último mostra bem a galera entrando nas vias e passeando nos crux com muita técnica e posicionamento. Mostra também a Nina Caprez com uma sapatilha nova da Scarpa, que aparentemente é a evolução da Instinct Slipper, e também um Ctrl+c Ctrl+v da Python da La Sportiva, pois é a uma, com o fechinho de velcro da outra. E falando na Nina, tem mais um vídeo dela, juntando a fodasticidade dos europeus na esportiva (ela) mais a fodasticidade dos americanos nas paredes, com o Jonathan Siegrist (que na verdade é um dos melhores americanos da escalada esportiva). Quero muito esse filme, assim como o Chalk & chocolate da Natalija Gros  mas não acho em lugar nenhum o torrent!

Agora, o Bruno xibungo pode ficar mais animadinho pois apesar dos rumores da sexualidade duvidosa da Nina Caprez, que eu particularmente nunca duvidei, ela ta saindo com o careca mais feio do França Pression Team: O Cedric Lachat! É Bruneca, é dos carecas que elas gostam mais pelo jeito viu! Realmente é melhor ser careca e magro do que ser gordo e cabeludo. Foda! Ah, a Sashinha tbm ta de namoricos com um cara la da Facul, mas esse eu ainda não vi, mas sei que não escala, pois eles “correm” juntos…

E para finalizar um vídeo do Cedar Wright, que não tem nada a ver com esportiva, nem festivais nem com o França PressionTeam. Vídeos do Cedar são sempre ótimos, e esse não é diferente. Ele faz uma via trad com a Kate Rutherford em Long Peaks. Um vídeo simples, curto, porém de encher os olhos, como todos do Cedar Wright.

E para finalizar, notícias do fronte! Beto mandou mais duas vias inéditas ontem em itaqueri, uma delas a Bom dia Brasil, e o Ives mandou seu primeiro 7a(até que enfim), a toca da onça . Eu por minha vez mandei a Elemento Consciente, 7c, mas não fiquei muito feliz pois fiz tudo errado, torto, sem o entalamento de joelho, saí apertando tudo que tinha na minha frente e quando vi tava na base. Acho que o treino com o Shimoto essa semana foi pesado mas rendeu!

Ah! E pra quem leu o último post sobre gordo& escalada, aqui vai um artigo que uma das melhores treinadoras de escalada do mundo, a espanhola Eva Lopez, compartilhou no face ontem sobre hábitos sedentários da sociedade ocidental… http://www.inigomujika.com/2011/09/de-superenforma-a-supergordo/1772

Puts, e essa semana descobrimos os “Memes” e memegenerators… fudeu né, imagina o que nao virou:

tema do meme: Indignação

A temática deste meme é um rapaz (da foto) que faz algo espetacular mas se fode na sequencia em consequencia do que ele fez primeiro

Essa dispensa comentários

Esse na direito é o Bruno Xibungo…Primeiro ele veio provocando…

Aí eu tive que responder! hehehe

A temática desse meme é um cara muito chapado que fala umas coisas totalmente desconexas, devido à sua “viagem”

Esse meme é sobre os problemas da garota do primeiro mundo. Normalmente problemas idiotas que nem precisam resolução porque nao sao um problema. Enquanto isso tem gente passando fome por aí.

Esse é sempre sobre coisas ruins que acontecem, e depois uma outra duas vezes melhor acontece na sequencia, anulando a primeira coisa ruim…

Pois muito bem! Por hoje fica assim, se vc tiver memes, manda pra gente colocar aqui!! E quem sabe eu não posto mais alguma coisa antes da viagem (se não fii… só depois!)