Vídeos Comentados

Tem uma foto sua escalando, garota? Manda pra eu decorar o próximo post! ;D

Tem uma foto sua escalando, garota? Manda pra eu decorar o próximo post! ;D

Tá, toda semana eu coloco vídeos comentados, principalmente nas semanas que estou escalando menos, mas preciso mudar o título do post cada vez em quando 🙂

Não vou por as fotos de Arcos ainda pois ninguém me passou as respectivas, né Sr. Guilherme e Dona Bia?

Por enquanto vamos conferir os vídeos que foram sucesso semana passada pela net afora.

Semana passada saiu um vídeo da Mayan Smith-Gobath no Brasil. Parece que ela não para quieta e agora foi pra Oceania escalar um dos picos mais famosos do novissimo continente. Localizado na Nova Zelândia, a Totem Pole é uma batata frita gigante em pé de 5×5 e uns 40m de altura no meio de duas paredes a beira mar. Bonito e aventuresco. Vira e mexe aparece propaganda de alguma coisa nesse lugar pois é muito clássico. Mas já virou meio clichê de tanto aparecer, igual fotos do chris sharma fazendo psicobloc em Mallorca ou do Adam ondra sem camisa se camuflando numa rocha calcaria branca como ele em um 9b numa falésia qualquer pelo mundo.

E aqui um vídeozinho curto sobre uma garota americana que sempre foi diferente e quis morar numa van e escalar pra caralho. Atleta patrocinada, ela fila o wifi das cafeterias que frequenta e ferve a água do café em frigideira.

E se tem uma Persona-non-grata nesse país, esse cara é Enzo Oddo. Tomou tanta bordoada pelas cagadas que andou aprontando em sua última passagem por aqui, que sobrou até pro seu companheiro, que em teoria “não tem nada a ver com a paçoca” Gabriele “água de salsicha” Moronni. O Tribunal de Pedra da internet condenou os dois ao exílio sob ameaças e críticas duríssimas sobre suas condutas quando tiraram chapas de uma via do Marechal da Mantiqueira (queria ver se fosse via minha hehe) la de Itatiaia, e furaram um boulder porquê ao que tudo indica não tiveram as moral de escalar outras vias mais comprometidas por esse Brasil afora. Enfim… finalmente saiu o primeiro vídeo da polêmica passagem dos meninos por aqui..

Um dos protagonistas dessa confusão toda mas que depois “meio que se” provou que era inocente, o Moroni, lançou um vídeo de 45min dele escalando na espanha. Com aparições de Joe Kinder Ovo e Lucas “Braço Preto” Jáh Marques dando depoimentos calorosíssimos sobre o ruivo, o filme é legal pelas aparições de seu BFF (best friends forever), o também italiano Silvio Reffo. (aviso de mais do mesmo daquela receita de video de escalada 2012-2013: Ir num pico foda, encontrar os fodões, mandar várias vias foda, projetar uma mais foda ainda, mandar no último dia de trip e furar uma via nova, que na verdade são só meia dúzia de chapas a mais pra esquerda de outra via já com top e tudo mais, que acaba precisando de um costurão de 60cm pq a chapa nao ficou num lugar bom pra equipar nem pra clipar com costura curta – Genja, como vc tá chato!)

E falando em crítica, acho que apesar de falar muito disso e daquilo, a única coisa que eu pego no pé MEEESMO é sobre segurança. E isso inclui sobre abrir vias direito sem colocar as pessoas em risco, inutilizando trechos preciosos de rocha que ninguém vai escalar porque a via ficou “perigosa”. De nada adianta abrir um setor inteiro se as vias precisam de costuras de 60cm para ficar minimamente escaláveis. Via boa tem que ser segura mesmo equipando. Se não fica um monte de chapa na parede, praticamente desperdiçada pois ninguém vai querer entrar na via pra correr um risco gratuito. Quer correr risco vai fazer parede, big wall, guiar esticões de 20m entre paradas. Quando for abrir uma via, escale antes. Pense nos melhores lugares para EQUIPAR (colocar as costuras nas chapas), de maneira que se você cair puxando corda costurando não bata no chão, não bata em platôs. Role blocos soltos ao longo da via, agarras duvidosas voce pode reforçar com sika (mas seja discreto, por favor!) e faça uma parada amigável. Dê uma olhada nesse vídeo de como abrir uma via clássica:

Outra coisa que inclui a segurança é fazer segurança pra quem está escalando de maneira correta. Os equipamentos que usamos são testados incessantemente pelos fabricantes e fica comprovado por eles que de algumas maneiras seus produtos não funcionam, de outras funcionam com excelência. Mesmo assim as pessoas insistem em usar freios como o Grigri por exemplo, à seu bel-prazer sem se dar conta de que estão colocando a vida de seus companheiros de escalada em risco. Só existe uma maneira correta de dar segurança, e não é a que você sabe “melhor”, é a que o fabricante indica e sugere. Mas tem gente que continua achando “muito difícil” e prefere fazer de uma maneira em que o freio não evite que o escalador caia em queda livre até se esborrachar no chão. “Perca” (na verdade, ganhe) um tempinho, aprenda a fazer direitinho de seg numa via (ou duas) para um chegado, somente do jeito certo, por mais que você tenha dificuldade. Eu prometo que no final das 2 vias você vai estar conseguindo! Leia na internet, no manual do seu brinquadinho novo, veja videos na internet como fazê-lo pois um acidente por sua causa além de causar uma morte, pode fechar um pico inteiro de escalada para toda a comunidade, e olha que já não temos muitos! Enfim!! Vocês lembram daquele escalador que já mandava décimo grau antes de você nascer, o Novato, pai do Edu Marin, que com 60 anos está malhando uma via de 11b e recentemente mandou seu primeiro 11a? Pois é, ele é um que aparece dando seg de maneira completamente equivocada nesse vídeo que dá até desgosto 😦 Mas o vídeo em si é legal, e aparece ele malhando seu projeto, falando sobre motivações, sobre seus processos e que a via está próxima de sair. Isso se ninguém se matar com a sua seg hahaha

E vamos aliviar um pouco esse clima tenso que se instaurou. Curta esse vídeo de uma escalada no Marrocos. Curto, com belas imagens e um pouco de escalada. Legal a narração com sotaque 🙂

E no final, um vídeo de dois Brazucas em Bishop, provando que não é necessário muitos recursos para fazer um vídeo bem legal. Com uma Câmera, um tripé, registraram sua trip para os EUA e fizeram um vídeo muito leve e cativante até para o escalador como eu que não gosta de boulder. Detalhe para o minuto 3:30 o cara dando uma de Robert estragando o take dando A-QUE-LA coçada no saco cabulosa enquanto pensa em descer do boulder.

Bom, e já deu né? Tem mais uma série de vídeos da Paige Claassen, quem sabe no próximo post. Qual a boa do finde?

+ vídeos – Climb

A garota aleatoriamente anônima do post de hoje!

A garota aleatoriamente anônima do post de hoje!

Vocês já perceberam que quando eu to sem escalar aparecem mais posts sobre vídeos, técnicas e novidades? É, desde São bento e aqueles fatídicos regletinhos da falésia dos olhos que to meio que em “off” da escalada. Chato né? Estou subindo pelas paredes! hahaha Mas minha fisioterapeuta fez umas ziquiziras na minha mão (também conhecido como ultrassom), acendi uma vela, fiz massagens e descansei. Parece que depois do ritual o dedo deu uma melhorada boa, cuida do espírito, que o corpo cura! 🙂 Enfim, no fim de semana pretendo ir pro cusco fazer escaladinhas leves!

E hoje começarei as referências externas com um assunto muito legal que precisa ser levado pro mundo: Comunicação não violenta! Não tem a ver com escalada mas tenho certeza que todo mundo vai concordar, principalmente depois que ler o artigo, que é muito melhor praticar e viver num âmbito em que a comunicação é feita de forma não violenta mesmo. Se você não gostar é bem capaz de achar que isso é coisa de viado e uma putaria do caralho hahaha. Acesse e aprenda mais sobre Comunicação não violenta.

Enquanto isso, não muito longe dali, essa semana rolaram uns videos bem da hora! Da um flagra:

Começando com esse, que até quem não é do Climb vai se sentir informado pela mensagem. E se começássemos a, nós, mais velhos e experientes escaladores da antiga, levarmos gente nova pra escalar, fazer a ponte entre a academia para a rocha, e conscientizar os novos escaladores com o perfil “criados no apartamento no leite com pera” da real importância de sua conduta no ambiente natural, na maioria das vezes em uma propriedade particular?! Pois a Climbing fez um vídeo que tenta orientar as pessoas nesse sentido. Excelente iniciativa:

E você que casou com 30 anos, ganhou 10 kilos e agora acha que nunca mais vai poder escalar pq já está muito velho, sabe aquele clichê de que a idade é coisa da sua cabeça? Pois é, assista esse vídeo e saiba que o cara desse vídeo começou a escalar forte com quase 50 anos. Grande lição de vida. Mas da pra ver também que é uma pessoa que teve uma boa vida garantida por um governo/país equilibrado que tinha politicas públicas que funcionavam em prol da população. Nem tenho esperança de ter isso por aqui, uma pena. Mas enfim, até mesmo filmes de escalada colocam uma mensagem politica/social ao fundo né?

E a parte 2:

O terceiro já saiu mas não no youtube e não rola por aqui, então… aguardem. OU….. procurem!

E o próximo é de um Chileno buscando mandar seu primeiro 9a Fr (11cBR). Vídeo bem legal dos nossos hermanos chilenos.

E a parte 2:

E já que estamos falando ali de escaladas tropicais (apesar do primeiro ser na espanha), tem esse que eu acho que até já rolou por aqui, mas é muito legal, veio à tona de novo esses dias e merece ser compartilhado, mostrando que quem faz a escalda não são associações no papel, mas escaladores in loco botando a mão na massa e fazendo acontecer.

Continuando a onda Latina, mais um, do Master do Chile!

E mais um, Brazuca dessa vez, um vídeo muito massa de Brasília, um 10a no Belchior muito bem produzido, filmado e editado. Nota 10!

E finalizando com as meninas, primeiro a Sashinha fazendo boulder, num daqueles vídeos mais artísticos que escalais:

E olha que engraçado, se Sasha é um nome Russo para uma americana, agora uma Russa fazendo uma via na espanha, Fabelita, que é um bom nome pra ela, que bela! (tu-dun-tssss). Mas também, olha o nome da guria: Evgeniya Malamid. Juro, tive que dar Ctrl+c Ctrl+V. Evgenija? Evgengiva? Minha chará?! hahahaha Check it out

==Update===

Notem que a mina passa mais magnésio que o Ives! Olhaí mano, vc não está sozinho no mundo! haha

Bom, agora sim queridos, vídeos pro resto do ano. Enjoy! See you at the rocks!

Isso aqui ô ô…

Eu ia por a do Daniel na Jhonny Quest, mas a Bia é a Bia né?

Eu ia por a do Daniel na Jhonny Quest, mas a Bia é a Bia né? (Bia na Chorrera Musical, no vale da Perseguida, Serra do Cipó) Foto: Ursa Krenk

Pois é… ressaca braba depois da volta do Cipó. Depois de ficar 11 dias no paraíso, quem quer saber de ir escalar em outro lugar? E trabalhar então… Ainda bem que no Brasil o ano só começa depois do carnaval. Ahhh o Calcário ❤ ainda estou com aquela vontade de empacotar tudo e mudar pra Minas. Divinópolis quem sabe? ô tentação.. Fica a meio caminho do Cipó e de Arcos.

Essa semana voltaram os treinos na Academia Vida e o Pilates na Equilíbrio corporal. É incrível como uma única sessão de pilates já me faz ficar com a postura mais reta ao longo da semana. Mas fora isso estava sendo uma semana bem preguiçosa. Até agora, pois hoje recebi boas notícias no campo dos negócios e já estou motivado a produzir novamente. Croqui de Arcos quem sabe? Do cusco? No campo afetivo por enquanto meu nome continua na boca do sapo, o que é bom porque agora não seria uma boa hora pra pegar uma gripe. Qual será meu horóscopo de hoje?

Áries: Com a vinda da lua cheia e vênus em capricórnio sob o domínio de Júpiter, o período está propício para prosperar nos negócios. Você encontrará uma nova via para se dedicar, por isso, não dê mole nos treinos. Abrir novas vias pode ser legal, mas picos novos é melhor ainda! No quesito relacionamentos: Deixe isso pra lá e vá escalar que é o melhor que tá tendo.

Bem, mas deixando o mimimi de lado, essa semana o Guilherme e eu começamos a por a mão na massa lá na caixa d´água e demos início ao projeto “NORMAL 2.0”. Estamos tirando todas as agarras da face normal da caixa d´água para posterior reforma. As que não saíram por bem, saíram por mal. Tinha agarras com chumbadores e parafusos com mais de 20 anos que só com o girar da chavinha já quebrou. Em outras foi preciso usar uma ferramenta fundamental para a intimidação das agarras jurássicas mais teimosas: O caralhator. Incrível que algumas agarras que faziam vários anos que vínhamos tentando tirar, só pela presença de tal elemento, saíram com certa facilidade sem nem precisar usar a ferramenta! Obviamente que em algumas foi necessário o uso da força. Ossos do ofício. Nesses casos o parafuso que restava estava completamente oxidado, praticamente só tinha pózinho no vão, facilmente martelável para sua remoção. Essa semana terminamos a remoção total das agarras e semana que vem iremos reiniciar os trabalhos adicionando novos furos, reaproveitando os antigos (de mais da metade conseguimos remover o chumbador antigo) e já preparando para a recolocação das agarras para que a parede esteja pronta até o início do ano letivo.

O kit Martelo + Talhadeira (Vulgo caralheitor): Terror das agarras que não quiseram sair.

O kit Martelo + Talhadeira (Vulgo caralheitor): Terror das agarras que não quiseram sair.

Entre treinos, trampos e ficar com as pernas dormentes pendurado 3h na caixa d´água dando manutenção, separei alguns poucos vídeos de climb para hoje. A semana foi fraca de vídeos, mas tem alguns bem legais. Quem sabe semana que vem não tem algumas fotos do Climb do finde, que no fds passado tava foda. Além da ressaca e de todo o saudosismo do calcário, fomos pro Cuscuzeiro e as agarras estavam mó escorreguentas. E tava seco!(Calor do caralho). Secava a mão na camisa, passava mag, e a próxima agarra tava que fazia <<PFZRRR>> (onomatopéia praquele barulho tipo qdo vc pisa descalço na merda). Não sei se por causa disso, tomei uma vuada histórica na Leite com Pera, via com a qual mantenho uma relação de amor e ódio. Fui costurar a segunda, puxei um, dois, puxei três braços de corda e o pé resvalou… OLHO NO LANCEEEEEEE……  (do segundo 13 ao 23 apenas é a piada no vídeo a seguir)

Voei. Decolei. Uns 10 metrinhos pra não dizer que sou exagerado (mas certeza que foram 12!). Uma queda limpa, suave, tranquila, com gritinho homossexual no meio, mas tudo bem hehehe A Leite com pera pra quem não sabe é a continuação da Manga com Leite, então já começa nos seus 18m.

O primeiro vídeo de hoje é do perrengue que o Edu Marín e a Sasha “Cor de rosa” Digiulian passaram nas dolomitas. Repetiram um 10c do Alex hubber de 600m mas nem tudo saiu como planejado. Não é uma obra prima dos filmes de escalada mas é massa ver que os pros também se fodem de vez em quando hahaha E fica a pergunta que não quer calar: SERÁ QUE ROLOU? É massa ver que os pros também se fodem de vez em quando #2 hahaha

Falando em Sasha, saiu também esse, agora muuuuuito melhor, sobre ela e seu rolêzinho na África do Sul. Eu gostei, apesar dos comentários sobre racismo e como os locais são colocados como parte do cenário e não na mesma altura da protagonista. Tem sempre os “Haters gonna hate” hehehe

Não consegui colocar aqui de jeito nenhum, então clica aqui!

Esse aqui é tipo um vídeo-biografia-apresentação de um atleta Edelrid da espanha, no qual ele repete um 9b/c  que teve um significado histórico em sua época.

E já que o assunto é a Edelrid, que tal conhecer uma das maiores fabricas de cordas do mundo, com 150 anos de história? Essa fábrica é gigante e eu tive a oportunidade de conhecer pessoalmente. É um puuuuta trampo, realmente só tendo 150 anos pra manjar dos paranauê de como fazer cordas bem feitas, de maneira ágil e com as tecnologias pra aumentar a durabilidade da corda, inclusive nas mais baratas!!

E pra finalizar, mais um episódio das aventuras de James Pearson e Caroline Ciavaldini pela Turquia produzido pelo Brasileiro Francisco Taranto Jr. Massa demás!

Já saiu o episódio 5, mas como não da pra colocar aqui (nao ta no youtube, so na pagina deles) não vou colocar o link ainda!

Pra terminar, não deixe de ler o Blog da Ursa com fotos à lá Naoki Arima de sua trip pro Cipó. Está imperdível as impressões de uma Gringa sobre o melhor pico de climb do mundo Brasil!

http://ursagoesaroundtheworld.blogspot.com.br

E po-por hoje é so-só pe-pessoa-al!!

To be a Pro, act like a Pro!

Não sei quem é, mas é um 10b!

Não sei quem é, mas é um 10b!

Faz mil anos que estou pra escrever, mas semana passada eu fiquei meio gripado, coisa que não fico quase nunca (principalmente depois que passei a frequentar os rituais espirituais xamânicos com Ayahuasca), e logo entrou uma carga de trabalho absurda. Foram as etapas finais de elaboração do croqui do cuscuzeiro, depois o pedido das calcas-bermudas especialmente feitas para Quero Escalar (bermudas um pouco mais longas que o normal), muitos pedidos novos, documentação para o despachante alfandegário, enfim… mil coisas! Mas é aquele negócio: Quanto mais vc trabalha, mas vai trabalhar! Se é com uma coisa com que gosta, porquenão? E eu adoro o meu trabalho! E um dos piores males que assolam a humanidade nos dias atuais é a ignorância e o culto ao ócio. O ócio é bom, mas ócio produtivo. Ficar a tarde inteira vegetando em frente a TV sem fazer porra nenhuma pode fazer bem de vez em quando, mas a vida inteira é foda né? (sem contar a alienação que isso traz, e a quantidade de violência e sensacionalismo barato. Então já que vamos existir que seja produzindo alguma coisa e nos aperfeiçoando e evoluindo não é mesmo?

Muito bem, ta todo mundo ansioso pela tal “polêmica”, eu sei, mas eu não quero fazer as coisas pela metade ou correndo. Tenho pouco tempo hoje para este post, mas sei que o pessoal não entra aqui só pela polêmica, mas tambem pelos vídeos e pelas charadas. Vamos ao que viemos e hoje vou colocar uns vídeos, provavelmente até o fim da semana eu consigo escanear uns trechinhos da revista climbing e fazer um artigo contundente sobre… será que eu dou spoiler?… Naaaaaão… 😉 Só os chegados já sabem hehehe Quanto suspense Batman. Até eu to curioso pra saber o que eu mesmo vou escrever hahaha

Vamos colocar uns videozinhos pois tem alguns interessantissimos essa semana e, ainda que tenha milhares salvos aqui (ok, dezenas), essa semana foi produtiva!

Começando com este que é o ápice ejacular de uma pessoa que tem TOC e vive falando pras pessoas que elas estão com as costuras ao contrário na cadeirinha (o curvo pra cima e reto pra baixo). Pois xupem todos os “se foda, dá nada!” hahahaha Os MythBusters da DMM fizeram um teste com um mosquetão reto marcado de chapeleta (igual aos seus mosquetões retos de cima de suas costuras). Com 10m de uma corda novinha tirada do plástico, fizeram testes de fator 0,4 e um peso de 80kg. Em menos de 8 quedas a capa da corda já estava na capa da gaita totalmente destruída, restando apenas a alma de fora. Impressionante não? Se não abrir cliquem AQUI  e vejam direto no vimeo pq vale a pena!

E já que estamos falando em equipamento, já viu a fábrica da Mammut? Como sua cordinha é feita? Todo mundo sabe que as cordas da mammut são bivalentes. Depois de uns 2 anos, principalmente as mais baratas, podem ser usadas como espadas de esgrima, de tão duras não é mesmo? Pois é aí que elas são fabricadas! hahaha (em tempo: dizem que as mais carinhas já são outra pegada e aí sim continuam molinhas e duráveis, mas nunca tive uma pra provar).

Lembram do Edu Marin? Depois de um passado negro ( branco na verdade né? tu-dun-tsss) voltou aos climbs mas teve uma daquelas lesões inimagináveis na escalada: Rompimento total do tendão ou polia. FODA! Acompanhem o terceiro capitulo da novelinha: A recuperação de Edu MARIN(MAR)

Seguindo a temática sentimental, que tal projetos sociais com crianças carentes inseridas no âmbito da escalada? Pois precisou um gringo vir pra cá pra que isso acontecesse na capital nacional da aderência (RJ):

Continuando com o tema social, Lembram do Projeto do Michael Jackson USA 4 Africa? Que culminou com Cindi Lauper, Leonel Richie e estrelas de alto calão cantando We are the world? Pois bem… Paige claisen está na Africa do Sul mandando o FFA das vias e tentando levantar fundos para as instituições de caridade sociais dos países.. Só não entendi a quantia que ela mencionou, pois parece que só de avião pra ir até lá + hotel dela e do câmera/equipe já é mais do que o que ela quer angariar… Enfim, bom vídeo:

Tá, e chega por hoje. Post Curto, rápido, sagaz e ácido. Finalizando com a homenagem ao pequeno Tito, un normalissimo bambino apassionato por la arrampicata. belíssima homenagem de seus amigos (#Fikdik amiguinhos! kkkk 😉 )

Então é isso! Chegaram as camisetas do São Carlos Pression Team de CoolMax e calças da Base Brasil que viram bermuda, e a bermuda pode ser usada de cadeirinha sem ficar com a coxa de fora! Em breve colocarei na QE, mas por enquanto, pedidos pelo Face! Bjo galera!

Postagem relâmpago…

La Buitrera!

La Buitrera!

Correria por correria truco. Já dizia o Tim Ferris: Não existe falta de tempo, existe falta de prioridades! Vou colocar alguns vídeos bacanas aqui e a super discussão sobre equipos abandonados deixarei pra semana que vem! Beijos!

Começando com esse que apesar de antigo, ahhh, me inspira tanto. A nina caprez, quando ainda era uma atleta 5.10 (hoje ela é uma atleta Scarpa, o que combina muito mais com a personalidade dela).  Nessa época ela já era mina do Cedric Lachat (2011) e eu nem sabia! Ah, no video ela faz uma via que demora 1h de caminhada aos trancos e barrancos pra chegar, morro acima, a baixo. Depois, a via, são várias cordadas de 8c a 10a. Depois disso, você está morto, diz ela. E como Não estaria?! hahaha

E agora sobre uma escalada um pouco mais comprometida, a Lotus Flower, no canadá. Um daqueles vídeos pra assistir comendo pipoca. Detalhe para o ex-casal TommyCaldwel e Beth Rodden. E as simpatias em pessoa Arnauldinho (arnauld petit) e Stephanie Bodet, que vocês conheceram no video do PEtzl RocTrip China.

Falando em aventura, antes tarde do que nunca esse do Ed, da conquista, no Salto Angel:

E não poderia deixar de citar esse vídeo de uma galera do RS testando um parabolt do tipo Alpha no arenito. Fator 2 na TORA, da pra ver a chapa tendo deformação elástica! Muito massa, aguentou bem. Mito do Rolling Cones desmistificado!!

Ah, e esse muito massa de uma mina que fazia artes marciais e agora escala horrores. Sensacional também!

E pra quem acha que Africa do Sul é só boulder, se engana! Lá também tem muita escalada e esse vídeo mostra a nova modinha: O Greenpoint de uma via que tinha chapas. Detalhe que as chapas não foram tiradas depois. Obrigado.

E pra terminar, falando em móvel com chapas… Sabe quando você leva seu amigo que escala mais que você pra jogar basquete e ele não sabe bater a bola sem pular ao mesmo tempo? Pois é mais ou menos isso que veremos nesse vídeo em que Matt Segal e Alex “Triple Ball” Honnold fazem quando levam o Daniel “Nãoescalosófaçoboulder” Woods pra escalar trad no deserto de UTAH. É como pegar o einstein pra ensinar soma e subtração a um analfabeto.  hehehehe Pelo menos ele tenta e mantem a atitude positiva o tempo todo, que é o que conta! 🙂

Ta, e pra acabar mesmo esse da recuperação do Edu Marin. Nem tem mto climb (nada), então se vc quer videos de escalada pode pular esse.

E por hoje é só pessoal!

Ci Sentiamo!

 

11a aos 2 anos de climb? Que tal 10c aos 60?

Vocês tão gostaaaando das fotos do blog né?

Pois é, vc aí com mimimi pq é gordo, porque é magro, porque é fraco, pq é forte, pq é careca… tsc tsc tsc.. Ta certo que se tivéssemos mais décimos graus de qualidade, com grande continuidade de movimentos, vias de 30m negativas de agarrão com crux bem definido, certeza que muito mais gente estaria mandando essa graduação na região, ou pelo menos tentando! Confesso que vias do tipo “FAZ-NÃOFAZ”  são bem chatas pra mim… essas que vc chega no crux e nao manda por nada… agora, quando vc até isola os movimentos mas não encadena, aí sim essas são as minhas favoritas! Pq parece que a via com um move impossível vc precisa ir fazer boulder, treinar, escalar outras vias, sei lá… hehehe (e insistir mais tbm né?) Mas enfim, chega de blablábla e vamos ao que viemos.

Vc aí fazendo doce pra ir treinar, botando a culpa na novela patroa, na baladinha, no trabalho, ou porque vc começou agora a escalar (faz só 2 anos)… Pois é, põe aqui na tela: faz uns 20 meses que o cara escala, e já mandou um 11a…e vc aí reclamando que o 6sup é muito foda! hehehe (e eu aqui reclamando que 9a8a, 7a é dificil! kkkkk) Bom, sou suspeito pra falar, mas eu adoro negativos de agarrão na “Caliza de Calidad”, e apesar de saber que muitas dessas vias não são de agarrão (se nao nao seriam ônzimo grau), sao negativas com caliza de calidad, o que já é 2/3 do que eu mais gosto ahahahaha A grama do Jardim do vizinho é sempre mais verde né? Detalhe para o cara no final do vídeo, todo humildão falando da via, que os descansos machucam, e da dor na bunda de fazer tantos drop-knees

(OOOO CARA TO COM UMA DOR NA BUNDAAAAAA)

E aí vc vai falar: Ahh, mas ele é jovem e tem um puta físico! Eu já to velho pra isso! TOOOMA, esse outro vídeo:

O pai do Edu Marin, (aquele mesmo do campus Board de 10m de altura que tem que fazer de top) que começou a escalar faz uns 10 anos, mandando seu primeiro 10c em Rodellar (Aahh, Rodellar) com 60 anos. Enfim: ele da uma entrevista falando sobre a conquista de vias, sobre a NÃO furação de agarras artificiais na via, e a ajuda que os que mais se beneficiam com a escalada NÃO DÃO para a abertura de vias. Interessante!

E esse aqui é para os religiosos superpoderosos de plantão…. um vídeo do Ateu Alex Honnold falando que pra ele a vida deve ser aproveitada, vivida… enfim.. O cara fazer tudo aquilo que ele faz e não acreditar numa força suprema que o esteja esperando com 21 virgens no paraíso quando ele cair no meio de um climb é ter muita personalidade! hahahha

E pra terminar se vc é um fudido que nao tem dinheiro nem pra ressolar sua Trinity da Snake, quanto menos comprar uma sapatilha de verdade, aqui vai um vídeo que vc vai adorar:

E chega por hoje!