Sessão Nostalgia

Já que o assunto é nostalgia, ninguém melhor que ela.. Lynn Hill pra decorar o post

Já que o assunto é nostalgia, ninguém melhor que ela.. Lynn Hill pra decorar o post

Uma pessoa muito especial reclamou que faz tempo que eu não posto vídeos, então o post de hoje é só disso. Assim que receber as fotos do curso que demos no fds farei o relato, mas adianto que foi bastante proveitoso e extremamente prático!

Vou começar falando sobre a volta do “Pornô da Escalada”. Calma, não é um vídeo que vazou do Chris Sharma e da Daila Ojeda feito com o celular dele. É uma expressão antiga e de maneira nenhuma é pejorativa, apenas adjetiva a maneira como é montado um vídeo de escalada. Quando eu comecei a escalar, a gente baixava os vídeos no Escalada Brasil, que normalmente era um cara/mina, mandando uma via ou boulder, com um som reggero-alternativo (leia-se: DUB). E Só isso. 5 minutinhos, saiu do chão, escalou, chegou no final, mandou, créditos. Lindo! Mantendo essa receita, mas um pouco mais elaborado, quantas milhões de vezes nós não assistimos à conclamada série Masters of Stone, ou mais ainda, a série de 5 ou 6 filmes Dosage? O Dosage ficou clássico com o Chris Sharma mandando a via Realization (via que depois voltou ao seu nome original, Biographie) e a famosa musiquinha do Ekoman qdo ele manda a cadena: “… Do you loooooveee….. My muuuusic? Parananapara*”

Quantas vezes não cantamos essa musiquinha qdo algum amigo mandou algum projeto?! (tipo o Animalzin na caixa)..

No Masters of Stone, Dan Osman Solando com a lycra azul e fazendo entalamento de joelho a 100m de altura sem as mãos no negativo (2:24 do vídeo). Metallica com certeza nunca mais foi o mesmo, e se alguém não conhecia ou não gostava, depois desse vídeo realmente virou o símbolo de uma geração de escaladores. A gente ainda ficava se perguntando como ele conseguia fazer tudo aquilo com aquela bosta daquela Boreal que ele usava, ficavamos com dó. Ele devia ser muito foda mesmo.

Mas falando em pornô da escalada, acho que o suprassumo da pornografia escaladoristica back in those days foi o video do Iker Pou na Action Direct. Começa com eles vendo uma revista de mulher pelada chamada PAOLA… PAOLAAAAA HAHAHAHA (sic) depois o cara enfia o dedo dele grosso igual uma linguiça num “Shalow Mono” – um monodedo raso – e dá um bote num negativo quase 45º para um bidedo aparentemente menos ridículo que o mono. Se tivessemos vídeos de escalada na TV, esse seria um clássico da Sessão da tarde, tipo a Lagoa Azul. UN-BELIEVABLE (é para o escalador de verdade o que o vídeo do indiano de shortinho amarelo é para um leigo).

Bem, e de lá pra cá os vídeos evoluíram. Abençoadas câmeras que filmam em HD se tornaram comuns e os vídeos melhoraram. E aí a galera começou a criar roteiros, histórias, dramatizar, e em alguns vídeos é possível até ver alguns escaladores escalando mesmo, entre uma cena em Macro do close de uma florzinha com um laguinho ao fundo desfocado e o depoimento emocionado falando como aquela foi a via mais difícil e mais bonita que aquel@ escalador@ ja fez (que normalmente é um video que gravam só uma vez e colocam no fim de todos os videos em que aquela pessoa aparece escalando). Isso quando o depoimento emocionado não é porquê sua escalada salvou a vida de criancinhas na África.

Aí começou a ficar meio Over, e pra virar uma novela só falta beijo lésbico (por favor, alguém?!) e uma trama de intrigas e fofocas (tipo se valeu a cadena porque a via tinha agarras cavadas ou saiu de cima de um tijolinho de 20cm pq não alcançava a primeira agarra da via, ou se o First Ascent foi liberado pelo conquistador da via). E sem contar os vídeos de Drones né? Que são melhores que os vídeos de Go-Pro, que pelamor, entram no campo do errou-feio-errou-rude. Saiu na Climbing do ano passado uma matéria “Quando é Ok eu escalar com uma gopro na cabeça?” Aí tinha um fluxograma ou algo assim, mas resumidamente era: “…Você é fodão, patrocinado e precisa justificar suas atividades? Então arranje alguém pra filmar você direito. Você é amador e quer fazer um vídeo seu escalando só pelo lúdico? Pare, você nunca vai assistir e aquilo só vai fazer você parecer um idiota no meio da galere. Você está sozinho no pico? Você não vai querer lembrar do dia que não conseguiu arranjar nenhum amigo pra ir escalar com vc“. Já os Drones estão cumprindo a função de pegar uns takes muito legais de escaladores e escaladas bem bacanas, só espero que não se tornem o novo “Macro na florzinha com o laguinho desfocado no fundo”. Está no começo, mas pelo que temos visto é bem mais que isto e a expectativa é positiva para eles. E agora uns vídeos atuais para comparar a qualidade:

Esse aqui um pouco sentimental demais, mas mostra umas boas cenas de Climb. Achei impressionante pois nunca tinha ouvido falar isso: O Cara caiu tanto no crux, que teve que aposentar 2 mosquetões por desgaste!! (ao longo de 1 ano). Vaya perseverança! (sem contar os pinos no ombro, ter sido renegado pelo médico, aquela coisa que pelo menos eu tenho visto direto por aí).

Um dos vídeos que mais me alegraram e motivaram a falar sobre a volta do pornô do Climb foi esse, muito bom.. Imagino que deva ser tipo o pornô 3D, pois é cheio de efeitos, muito legal. Acho que os escritos na tela enquanto o escalador clipa a corda podiam durar um pouco mais pra dar tempo de ler. Mas realmente um marco muito bacana no pornô Climb nacional, assim como o próximo vídeo que entra no lado oposto do pornô, ou seja, dos documentários.

Esse é muito legal pois é um exemplo de como devem ser feitas as novelinhas de climb de hoje em dia. Mostra a Falésia Paraíso em Pindamonhangaba/SP, e conta a história das conquistas, com os responsáveis pelo local, fala das vias, possui imagens muito bem encaixadas. Com Drone e tudo! Está longe de ser um pornô de escalada pois quase não vemos escalada de fato, mas como documentário, é nota 10!

E pra não falar que eu não falei de Boulders, essa Italiana de 15 anos mandando V11, não vou categorizar esse vídeo porquê seria pedofilia falar em pornô num vídeo com uma mina de 15 anos hahahaha

Esse vídeo eu achei cabuloso. Mistura Drone, quase nada de história e mostra o pico deixando todo mundo com água na boca. Detalhe que fica no local onde tão querendo construir uma Usina Hidrelétrica. Se fosse no Brazil, as obras já estariam iniciadas, canteiro de obras em pé, antes mesmo da aprovação do Senado, que seria comprado por algum esquema de propina e financiamento de campanha. Ver Belo Monte.

E uma série que está campeã, estou muito ansioso para ver os outros episódios é a Roc Brasil, mostrando as escaladas na Chapada Diamantina. Sério, muito melhor que as séries machistas, tendenciosas e monocromáticas da EpicTV, graaaande elenco com personalidades verdadeiras como LP Silva, Rafael ou Gironha, grandes figuras da escalada da Chapada que contribuiram muito mais para  escalada do mundo do que dois gringozinhos que escalam ônzimo grau e vão pra outro país arrancar chapas das vias alheias. Esses sim! LP Xibungo! Rafael, e Gironha e os chegados é que merecem destaque na mídia pelo que tem feito, pelo bonito trabalho com as comunidades, pela escalada, e pela inspiração. E os criadores da série, meu muito obrigado, troféu “Enquantoissonaomuitolongedali” de melhor vídeo de todos os tempos da última semana.(esse é só o Teaser… fico ansioso pelo original!)

E pra acabar, um pornôzinho gringo na espanha com a eslovaca Alexsandra Ola Taistra falando um pouco dos climbs, do que ela gosta e não gosta. Eu diria que é exatamente o modelo perfeito do nosso ClimbingPorn moderno não exagerado.

Muita informação né? Eu sei, espero que tenha gostado, que motive, entretenha e inspire!

Trabalho!

EDELRID_ALPINE_Christian_Pfanzelt_09

Semana passada não teve post. Estive ocupadíssimo atualizando a apresentação do Curso que ministramos no CUME e em seguida preparando uma nota gigante que fez eu dormir uma média de 4 horas por noite alguns dias semana passada. Mas tudo bem, trabalho é bom, ocupa a cabeça e faz a gente focar nossa atenção e energia em coisas úteis. Essa semana é pra finalmente chegar a importação da EDELRID aqui na Quero Escalar e aí sim todo mundo vai poder comprar sua corda, sua cadeirinha e muitos outros equipamentos de primeira diretamente do importador, sem intermediários, por preços justos. Essa sempre foi a idéia principal da Quero Escalar, fazer algo diferente, inovar pra crescer e é nesse caminho que queremos continuar batalhando.

Enquanto isso, não muito longe dali… (pausa porquê um sabiá muito simpático ta entrando direto aqui no escritório no quarto em casa na sede da Quero Escalar e fica cantando em cima do suporte da cortina. Outro dia dormi com a janela aberta e ele foi me acordar hehe

Enfim, semana passada e retrasada acumulei milhares de vídeos, vou desovar aqui alguns dos mais sensacionais. Hoje não vou postar as fotos da Marina na Visual nem seu relato, tampouco o texto do Cleber sobre corrida. Fica pra próxima. Esta voltando a idéia de traduzir aquele texto sobre capacetes. Enquanto isso: USE O SEU PORRA!

(Vai direto para o último vídeo se quiser um não-de-escalada mas com mensagem massa no final). E por onde começo? Ah, sim… que tal o Atleta Edelrid Killian Fischubber escalando na índia? Muuito massa o vídeo, o cara escala com uma fluidez daquelas que faz ônzimo parecer quinto grau (sem os gritinhos e chiliques adamondrianos).

E Falando em Edelrid, um comercial nada a ver, da JEEP, com um outro atleta patrocinado EDELRID com as costuras, todos os equipos verdinhos apostando pra ver quem chega primeiro no cume da montanha. Parece que ele escalou sozinho e não tinha seg nenhuma hehe mas é interessante. Se fosse por aqui a competição seria pra ver quem chega primeiro no chão, com o cara rapelando de freio 8 com uma cadeirinha da….. deixa pra lá! hehehe

Eu juro que não estou puxando a sardinha da Edelrid, masss… mais um hahaha dessa vez a N vezes campeã mundial de escalada Angela Eiter fazendo Boulder na África do sul. Provando pra vc´s o motivo de ter salvo o vídeo: O nome do Boulder é “in the middle of the Ass”. Estou perdoado?! hahaha Chek it out:

E como hoje estamos sem preconceitos com boulder, vai um muito legal de uma promessa do esporte, uma italiana de 14 anos com o pai mandando uns boulder sinistros.

Pra compensar a bouldericidade, uma via esportiva móvel no Rio, com o Flavio Daflon. Favor providenciar mais vídeos desses, grato! =)

Continuando no cenário nacional, um pequeno vídeo sobre a falésia que esvaziou o visual das águas de paulistanos, já que agora todos vão pro Paraíso! rsrs

E esse é pra vc que é um cagão que nunca cagou fora de casa e não sabe que sua merda polui, não sabe segurar esse cu e sai cagando em qualquer lugar por aí. Não faça no Pé de via de escalada pública o que você faz na privada! E trata de quando achar um lugar escondido, cavar um buraco de acordo pra encher (dependendo do caso preciso de um buraco de um metro e meio pra não transbordar) e OU enterra o papel bem enterradinho, ou leva embora. Para as meninas, não tem xororô, mijou, leva o papel junto, guarda na mochila. Não sou eu quem está dizendo, mas a associação de escaladores do Cipó. #tamojunto #bandodecagão!

E voltando ao cenário internacional, uma competição de verdade que a Adidas organizou num esquema mó dinâmico e empolgante para o público tanto leigo quanto escalador. (Alô RedBull, #FikDik)

E Aqui um dos picos mais legais da Espanha, na cidade de CUENCA. Daqueles que é mais fácil vc mandar um sétimo grau que um quinto, pq ali é tudo via dura pra caralho, OLD SCHOOL mesmo. Aliás, no Festival de escalada em Kalymnos que rolou no começo do mês, as lendas da escalada ao ser perguntadas como ainda mantém sua performance tão alta, responderam: “Because of the sof grades of the modern routes”. (Por causa dos graus moles das vias modernas – como se um 10b de hoje fosse um 10a de antigamente). Exemplo, em RED RIVER GORGE nos EUA o Adam Ondra decotou todos os 9a Francês pra 8c+ (de 11c pra 11b) que mandou a vista enquanto foi pra CUENCA e não mandou nenhum 9a a vista e capaz de ter precisado de mais de um pega pra mandar 8c+.

E pra finalizar, um video de um cara que eu não gostava mas agora eu adoro! O Edu Marin ensinando a como usar o Grigri. No curso no fds teve gente que me perguntou: “Mas sério que tem gente que não segura a mão na corda ou põe a mão na alavanca? R: É o que mais tem.. é só o que vc vai ver por aí. Show de horrores.” Vc sabe dar seg?

E pra finalizar, mais um do Edu Marin, com a Miss rosa Sasha Digiulian. Depois da treta com a Nina em Orbayu, acho que ela resolveu descer prum pico mais ensolarado e mandou um 11a (ou b?) do Dani Andrada na Sicília. Awesome!

E pra finalizar, um não de escalada! Muito massa, recomendo assistir!

E por hoje é só pessoal! Vamos ver se ainda essa semana posto alguma coisa, mas acho dificil! Tem muito trabalho aqui e muita coisa acumulando, mas ta da hora, enquanto a mente ta ocupada e não para, ta ótimo!

PS – Ah, e to fazendo um treino animal na cda, mandei um 8a que eu nunca tinha entrado, no segundo pega em itaqueri semana passada, depois de ter mandado um 7a, um 8a e um 8b equipando! =D Ahh muleke! Em breve falo mais sobre isso… ;P

Vídeos de escalada para todos os gostos

Andrea Cartas é tipo a Janine Cardoso na espanha ;)

Andrea Cartas é tipo a Janine Cardoso na espanha 😉

Bom, vou colocar rapidinho uns vídeos que eu estou acumulando aqui ha alguns dias, todo mundo gosta dos videos, das fotos, então ninguém vai sentir falta do gerador aleatório de blá-blá-blá do Genja hehehe  E preciso por estes vídeos porque ja estamos todos comentando sobre eles, e se vc não os viu, e provavelmente não os viu porque foi escalar no carnaval e não ficou no computador Twitando ou foi pq Bebeste. Anyway, se vc nao viu vai ficar boiando…

E já que viemos em ritmo de (festa, ma oee) carnaval, um vídeo bem fanfarroneado de um polonês escalando na Espanha e mandando tutooo um 8c+ em Oliana, a nova falésia da moda esportiva mundial.  LE PONN PUCHEEEEEEEE

E só porque eu sou fã dos italianos, vai esse de boulder: Christian Core, um dos escaladores boulderistas mais fortes do mundo malhando o que pode vir a ser o primeiro V17 do mundo, um 9A de boulder. Patrocinado pela melhor marca de sapatilhas da face da terra: SCARPA! A-d-o-r-o! (Né Ives?)

E falando em Scarpa, vai aí um videozinho curto de uma dessas feiras de artigos outdoor que tem realmente artigos outdoor e não bolsas Louis Vutton camufladas para o público “madame-paulistana-que-vai-ao-sítio-em-Atibaia-na-semana-santa”. Mas O Foco do vídeo é o cara da Scarpa falando sobre a a linha Instinct, que eu tanto adoro, e sobre o novo lançamento da nova Instinct de Velcro. (SHUT UP AND TAKE MY MONEY)

Bom, e se você voltou do carnaval animado pra treinar,(se não procure um psicólogo) vai aí um vídeo de treino bem legal do Sean MColl mostrando como esmirilhar seus tendões em apenas uma sessão de treino 😉

[update] Tava esquecendo do vídeo da Andrea Cartas, que mandou seu segundo 8c (11a Br) na espanha recentemente. Neste vídeo aparece ela mandando o primeiro, White Zombie, na gruta de Baltzola, no país Basco. Tem o da segunda cadena tbm por aí, mas nao ta la grandes coisas entao nem salvei.

Todo mundo sabe que eu pago maior pau pro Cedar Wright. E nem é porque ele escala tudo isso não, é mais porque ele faz as coisas muito bem feitas (música, vídeos, edições, e até mesmo algumas escaladas). É um cara bem “multifacetado” do tipo que lava, passa, cozinha, lava louça e ainda põe o lixo na rua hehehehe Vídeos dele são na maioria das vezes sinônimo de coisa nova. Destaque para o cachorro giroletando no ar em Slowmotion (acho que a melhor parte do video hehe)

E se você vai fazer um vídeo de boulder, que já é chato, que tal usar a criatividade pra fazer uma coisa grandiosa? Mano, olha que legal o que esse casal conseguiu fazer com poucos minutos de cenas de boulder (também, qualquer vídeo de boulder com mais que isso é bom pra por as crianças na cama). Destaque para o casal Instinct, ela de Sliper e ele de Laces. Please Scarpa, send me the new Instinct VS to try and say good things about it! Grazzie! Detalhe também para o momento igual daquela via de itaqueri entre a motor de lancha e a sinos do barão. (Só os fortes entenderão)

Na sequência, um excelente vídeo Brasileiro que superou minhas expectativas: NO ROPES NO BOLTS. Do Felipe Dallorto e da Flavia dos Anjos. Muito legal a produção, peca um pouco pela falta de FullHD (só esta em 460 no youtoba). Mas o vídeo é legal e prende bem a atenção, os 40 minutos passam rapidão. Fizeram um video muito legal com não tanta escalada assim, aproveitaram do lugar, da historia, das vias, dos locais, ou seja, tudo muito bem encaixado. Legal! Só a parte que eles vão para o GRIT-ISHHTONE no meio que ficou estranho, pois eu esperava que ia ser metade metade, mas quando o filme volta a mostrar Mallorca eles entretêm tanto que nem dá nada!

E no final mas não por último: este vídeo sobre uns russos que vão fazer um bigwall pela primeira vez em yosemite. É interessante de ver os perestroikas treinando com shortinho da copa de 70 em Utah e depois fazendo dedicatoria pra namorada… é outro jeito de ver nossa mesma escalada 🙂

Agora sim, pra finalizar, não podia faltar a alfinetada do dia. O vídeo que TODO BRASILEIRO DEVE VER: Muito Além do peso. Mostrando o lado GORDO da moeda dos alimentos gordurosos e cheios de açucar. Mostra a determinação das crianças em querer emagrecer – em alguns casos – ou de fazer birra e os tontos dos pais darem tudo que ela quer até ela explodir de gorda. É o que eu sempre falo, o problema não é a pessoa ser gorda, o problema é ela comer que nem uma filha da puta pra curar a ansiedade, e depois não fazer exercicio, nem um esporte, e reclamar que a vida é injusta. Um atenuante é que ninguém é obrigado a saber que essas merdas tão gostosas que a gente come fazem tão mal, faz parte da cultura de um povo a questão da cultura alimentar, e no nosso país estamos perdendo isso: Tanto por pais que dão tudo o que os filhos querem e tem preguiça de cozinhar e fazer comida de verdade, quanto da propaganda que vende essas porcarias como se fossem obrigatórias para vc ser uma pessoa normal, iludindo quem não tem senso crítico suficiente para poder discernir entre o que é bom realmente e o que é veneno que ela está ingerindo. Lamentável! Depois vai escalar não sai do chão não sabe porquê?!

É um documentário de mais de 1h, então põe aí nos favoritos e assista amanhã a noite quando você chegar em casa E come um miojo com nuggets

Bom, e chega por hoje pois apesar de eu ter sido sucinto, tem video pacarai. Bom finde, e até a semana com a segunda parte do Artigo sobre móveis! Dessa vez falando sobre cadeiras de balanço e criados mudos. kkkkkkk

Vídeos não, agora são FILMES de escalada

Nina Caprez em seu novo filme, Silbergeier

Nina Caprez em seu novo filme, Silbergeier

Esse final de ano foi repleto de filmes de escalada. Primeiro foi o ReelRock tour, depois o Brasil Vertical do Felipe Camargo, e logo o Silbergeier. Puts! Esse filme é insano e vou começar com ele! (mesmo porque o Reelrock tour nao tem na internet então só na base do torrent/truta que me passou)

Para o filme da Nina eu só tenho elogios: Uma ótima continuidade, ótimo “roteiro”, ótimo desenrolar da história, ótimas filmagens, ótimo tudo! E principalmente, ótima atuação do Casal Nina-Cedric que são dois palhações mesmo e o filme só fica sério a hora que ela ta apertando um regletinho no meio da via que é tudo ou nada para a cadena, pq o resto do filme é só zueira, muito legal. Inclusive a FANFARRONA da Nina chega num ponto famoso da via (Silbergeier, daí o nome do filme) em que tem uma foto famosa da década de 80 do conquistador da via descansando sem as mãos. Pois ela quando está ali ainda vira de costas e cruz os braços!! Sensacional esse filme, nós vimos quando estávamos no Roctrip na Argentina e no dia seguinte todo mundo quando chegava num descanso da via tentava virar de costas e cruzar os braços hahaha Essa Nina lançando moda mesmo viu! hahaha

Nina lançando moda hahaha Mão na nuca? já era...

Nina lançando moda hahaha Mão na nuca? já era…

E tivemos também o lançamento do Brasil vertical, que mostra o Felipe Camargo escalando os primeiros ônzimos do Brasil pelo Cipó e Rio afora. Tem também uma parte ele subindo um rodapé…

Já esse filme eu achei que faltou um final. O filme ia bem, com a narrativa, com a sucessão de cadenas, vai te prendendo ao “enredo”, até com a parte do boulder tudo certo, mas de repente: Ué? Acabou? Mas assim, já? Nem vai fazer uma conclusãozinha? Uma sequencia de imagens? Cenas de projetos nao mandados ou panoramicas do cipó? Entrevistas com os caras das antigas falando o que representam essas vias, sei lá… o filme meio que faz vc morrer (de pau duro) com um zap na mão… Mas as imagens são legais e o filme é muito bom, bem filmado, boa qualidade, só o final que ficou devendo, e muito. Poderia ter tipo um mapinha do Brasil antes de cada escalada com o aviãozinho indo de onde ele estava para onde ele vai, no estilo Street Fighter, pra mostrar ONDE de fato são as escaladas que ele ta fazendo, pra deixar claro que não é tudo num lugar só, muito menos na AMAZONIA como muito gringo vai pensar, certeza…

E já que dois filmes longos de tanta qualidade tomar-lhes-á a tarde toda para ver, hoje o post é curto, mas de Calidad!

Hoje as fotos do post são em homenagem a Nina. Não, não vou por foto do Felipe aqui hahahaha

Hoje as fotos do post são em homenagem a Nina. Não, não vou por foto do Felipe Camargo hahahaha

Inté!