E os vídeos Brasileiros de escalada estão cada vez melhores…

Nas últimas duas semanas parece que houve um número anormal de vídeos bons de escalada pipocando pela internet afora. Muito vídeo gringo da hora, muitos vídeos brazucas que não ficam devendo nada para os gringos. Daí a gente vê que, de um lado a galera aprendeu a fazer vídeos, do outro, aprendeu a colocar neles todo o mistério e a magia daquela escalada, que é fundamental para dar “alma” a um vídeo, que, por melhor que seja, se não tiver alma, parece que fica meio vazio. Vou colocar aqui os melhores vídeos selecionados, começando com a categoria Internacional, e deixando o melhor para o final:

Começando com o lugar de onde saem os agarrões, e de lá se espalham pelas falésias do resto do mundo. (leia-se: a maior concentração de agarrões por metro quadrado de parede da face da terra). Isso mesmo, Kalymnos: O paraíso mor das chorreras e negativos de agarrão. De todos os graus.

Quem lembra daquele cara que tava numa fenda tremelicando, deixando cair várias peças, mosquetões, e cada vez que mudava a câmera ele tava com uma sapatilha diferente? Pois bem, veio esse outro e mostrou como é que se faz:

Já esse aqui é mais uma da linha “novelinha” da Arc’teryx. O cara escalando horrores, mas ao contrario da outra novelinha do J. Siegrist que sai de furgoneta pelos EUA, esse aí é de um Weekend warrior, daqueles que só escalam de finde porque tem que trabalhar. Muito legal também!

E falando em weekend warrior, aí o anti-WW número 1, o cara que mais vive de escalada no mundo, falando sobre treinos, e provavelmente sobre sua recém-inaugurada academia de escalada nos EUA.

E para variar um pouco, dois vídeos de boulder, de um dos caras mais tribol (daquele que tem tres bolas) do mundo. Forte, técnico e feio, poderia tranquilamente ter saído de uma partida de rugby.  Vos apresento aquele não tem medo de morrer por descender do Clã Macleod, com vocês, Dave Macleod (também o escritor de um dos melhores livros sobre treinamento em escalada: 9 entre cada 10 escaladores cometem os mesmos errros, previamente citado aqui no blog).

E só para polemizar: mais um vídeo dele, contradizendo a premissa de que só pode haver um:

Finalizando, um nono grau em móvel muito legal, num pico muito bonito que até então eu não conheço muito:

E chega dessa gringaiada, bora pros filmes brazucas que estão de arrebentar a boca do balão:

Começando com o Brasileiro de boulder no Rio, durante a Semana de Montanhismo, pela produtora “Foca no climb”, versão “Sério”, ou normal:

Não obstante, se vc pensa que outro vídeo cobrindo o mesmo evento seria mais do mesmo, não se engane. Com um outro enfoque, este vídeo é mais no estilo fanfarronices por trás dos bastidores do evento. Daria tudo pra ver um desse na final do Arco Rock master, com o sei lá, Timmy O’neil fazendo trocadilhos com o Ramonet, a Sasha digiulian ou ou Killian fischuber. Eu acho que ia ficar todo mundo com cara de tacho ahahaha

E se você gosta de vídeos comédia, então dá um fraga nesse, com o escalador JASON ANDRADA dando sua opinião sobre o pico..

Agora dois vídeos de Araxá, muito bem editados, o de escalada simples porém suficiente para mostrar a rocha, o pico e dar água na boca de ir lá tentar as vias.

E para mostrar que não devem nada pra ninguém, este segundo de boulder, também muito bem feito, até quem não gosta de boulder se sente fisgado pelo escalador malhando a via… muito bom!

Eu não lembro onde eu li ou ouvi em alguma entrevista, que o escalador tem que ter seus equipamentos como meros meios para atingir seus objetivos, e não objetivos em si (tipo aquele cara que começa a escalar, começa a mandar bem, aí compra cadeirinha e sapatilha, passa a se achar e escalador e para de escalar, pois na sua cabecinha ter equipo o define como escalador – e não o ato de escalar em si – e aí ele se acomoda e para. Troféu jóinha pra ele! Eu confesso que gosto tanto de escalar quanto dos meus equipos, todo mundo sabe que mesmo que estejamos com 40 costuras indo escalar, eu ainda assim levarei as minhas 12, fazendo 52, porque eu adoro escalar com elas. Sem contar as sapatilhas, cadeirinha… enfim, um verdadeiro caso de transtorno obsessivo compulsivo  amor e devoção. Por isso, me enchem os olhos os vídeos que falam sobre essas pequenas peças de nosso dia-a-dia escaladorístico. Confira este vídeo da DMM, explicando fatores importantes a se considerar na hora de comprar seus mosquetões.

*Não perca em breve, a série “Sandstone Series”…  AGUARDE

Encontro de Animais peçonhentos no Cuscuzeiro – o veneno rolando solto!

Essa foto do Vadico ficou de OTO PRANETA... By Genja

Domingo encontraram-se no cuscuzeiro os animais peçonhentos da mais alta esfera. Vadico, Tiago de São João, e até o Índio que nem é tão venenoso assim (Na verdade ele é praticamente de uma categoria similar às Jibóias, que não tem veneno nem falam mal de ninguém).

Vadico, eu, Tiago, Índio e Isabela ao fundo cascando...

Diga-me com que cortas, e eu te direi se é para os dois lados...

A prosa foi boa, e entre uma alfinetada e outra rolou até uma escaladinha de leve. Fiz umas fotos que ficaram sensacionais. A Isabella finalmente pos abaixo mais um projeto de mil anos: Denorex! Ahul!

Isabela na Denorex!

Isabela botando a mão em seu projeto de ânus!

Fomos dar um peguinha na Manga… o Cataia queria entrar nela e na Sunday… e depois de milhÕes de pés na corda, acabou por mandar na cadena, praticamente a vista!  (praticamente porque 2 anos atrás entrou de top e foi até a segunda costura apenas. Eu considero a vista! Todos entramos nela, mas o Tiago com a camisa rosa rendeu boas fotos coloridas! (combinando com a sapatilha e a rocha)

Cataia na Manga... onsight!

Cataia Pagando uma de Gatão na Manga...

Tiago no Crux da Manga, sem dar pé na corda!

Tiago costurando na Manga, detalhe da corda em movimento, muito legal!

Tirei umas fotos do Rodrigo, iniciante que ta viciado e mordendo pedra, na Fimose e da Simone na Denorex. Quero ver essa galera evoluindo sempre na escalada!!

Rodrigo pulando costura e sem clipar a base!

Representante da família Ciarroci de volta ao cuscuzeiro...

E creio que tenha sido isso. Sem fotos minhas, pois sabe como é: Primeiro não to escalando nada! E segundo que a câmera é minha, então ninguém pega ela pra fotografar mesmo, tenho que ficar pedindo!  Ah, e para finalizar, duas resoluções ao final do encontro dos animais peçonhentos:

– Primeiro, o novo método de encordamento do Tiago: O porco duplo reverso com backup no passador da cinta da calça jeans. (NÃO, NÃO TENTEM FAZER ISSO EM CASA, NEM NA ROCHA)

Novo método de encordamento para quem quer acabar com sua vida mais rápido...

– Segundo, uma homenagem às mulheres que tem a pedra moldando todas as suas atitudes e estilo de vida!

Homenagem do Blog mais politicamente incorreto do cenário da escalada nacional!