Genja responde: Nylon Vs Dyneema®

Recentemente me perguntaram se seria mito ou verdade a história de não usar Daisy Chain como solteira. Eis a minha resposta:

” Daisy Chain somente para artificial e conquistas! Para solteira, apenas slings de nylon! Nem Dynema, nem spectra! Em alguns lugares nem nylon estao usando! Já é comum ver na espanha entre a galera que não escala tanto esportiva (mas faz tradicional, o que eles chamam de “clássica”) usar como solteira um toco de corda dinâmica de 9,5mm e uma plaqueta por onde passa a corda, servindo de absorvedor de energia! Mas aí pra nossa realidade é muita segurança pra pouco custo benefício… vamos nos virando com as tradicionais fitas de nylon de 60 e 80cm! ”

Aí Jundy me perguntou porque dessa implicância com o Dyneema… talvez por serem mais finas são mais suscetíveis à abrasão? Então agora eu respondo:

Pelo contrário! As fitas de Spectra e dyneema são mais resistentes à abrasão que o nylon, mesmo sendo mais finas! O que acontece é que esses materiais possuem elasticidade praticamente nula. Já o nylon tem uma certa elasticidade, ainda que pequena (coisa em torno de 3 a 5%). Em decorrência disso, ficou provado que em alguns fatores de queda altos (como seria o caso de vc tomar um pequeno fator 2 de 60cm na sua solteira, parado numa base de via olhando o resto da via, elevando-se 30cm da ancoragem para testar as próximas agarras, por exemplo) o nylon resistiu a forças que chegam a mais de 16KN enquanto que o dyneema não. No que se refere a cargas estáticas, ok, ambas aguentaram bem, mas pelo nylon ser levemente mais dinâmico (melhor seria dizer que é menos estático!), ele suportou mais pois acaba absorvendo um pouco da energia, o que quer dizer que durante uma carga dinâmica acaba distribuindo a força ao longo de um período de tempo maior (o tempo que a fita está absorvendo e se esticando em sua pequena elasticidade).  A DMM fez vários testes, e tudo pode ser visto nos vídeos abaixo. Também tem um link mostrando porque não se vende dyneema ou spectra “a granel”, como é o caso das fitas de nylon, e vc só as encontra em fitas costuradas de tamanhos pré-definidos…(resumindo, porque não dá pra dar nó em fita de dyneema, a resistência cai absurdamente).

Poderia discorrer horas e horas sobre o assunto, mas eu estaria simplesmente reproduzindo o conteúdo dos sites. Como não consegui Embebedar os vídeos aqui no blog por alguma razão, fica pelo menos os links das páginas da DMM para que vc possa ver os testes realizados.

Primeiro foram feitos testes com fitas de nylon e dyneema de 120cm a fator 1, sem e depois com nó no meio. E depois os mesmo testes com fitas iguais só que a fator 2, sem e com nó no meio. Para tirar a prova no final eles fazem com slings de 60cm também, que sao as usadas na solteira pra vc nao falar que o tamanho é curto pra dar fator qualquer!

Veja o vídeo neste link:

http://dmmclimbing.com/knowledge/how-to-break-nylon-dyneema-slings/

E abaixo sobre porque não fazer nós em slings de dyneema:

http://dmmclimbing.com/knowledge/knotting-dyneema-vid/

E é isso! Espero que tenha esclarecido, e se não, os vídeos aí são bem esclarecedores!!

———-UPDATE—————-

Como falei pouco sobre daisychains, aí vai um video que deixa bem claro porque não se deve utiliza-la como solteira. razao numero 1 é que os anéis costurados aguentam apenas 300kg (e se todos estourarem, sí sim a costura final aguenta 22KN, mas até isso acontecer, veja o video e descubra pq pode não ser uma boa idéia).

Com mais detalhes, o Davi Marski me passou um artigo escrito por ele ano passado abordando o mesmo assunto, e inclusive citando os supracitados vídeos. Pra quem quiser aprofundar um pouco mais, ele mostra até as tabelas do vídeo com as forças envolvidas..

http://www.marski.org/artigos/interesse-geral/312-nylon-x-dyneema-forcas-envolvidas-nas-quedas-dinamicas

Obrigado pelo adendo Davi!

Qualquer dúvida sobre equipamentos, não se esqueçam: Você pergunta, Genja responde hahahaha

Dúvidas sobre equipos? Genja Responde!