Na estrada!! (parte 1/3)

Arcos, segunda casa!!

Arcos, segunda casa!!

E depois que eu assumi de vez (ui) esse estilo de vida de escalador, as coisas tem ficado muito mais corridas aqui na Quero Escalar. Muitos pedidos, reposição de estoque, negociações, importações, uma lou-cu-ra. Adoro hehehe Mas aí aos finais de semana, vish… mais correria ainda. Muitas viagens, aberturas de vias, festivais, nossa. Fazia tempo que eu não postava justamente pq primeiro tenho tentado ocupar o tempo o máximo possível com coisas não computadorianas, segundo não tenho tido tempo por causa das atribuições da Quero Escalar (da loja) e terceiro que tenho viajado pra caralho pra prestigiar eventos, campeonatos, abrir vias, enfim, muito trabalho, sabe como é. 😉

Já nem lembro mais mas acho que foi 1 mês e meio atrás que fui pra Arcos com Ives e Cleberina num feriadinho tipo 1º de maio ou algo assim. Foi risada a dar com pau, mas sinceramente nem lembro mais dos detalhes do nosso itinerário kkkkk Aqui vão algumas fotenhas:

E Arcos sabe como é né, não tem como ir pra lá, não levar a furadeira e não abrir uma viazinha! Num dos dias fui com o Ives no setor novo que o Peixe, Maurinho, Carlão, Cintura e Cia. Ltda tinham descoberto atrás da cafeína e piramos. Eu alucinei no setor. Mas a logística ali ia ser mais pesada, preciso de uma trip só pra isso pois o setor ali cabe o triplo de vias que atualmente já estão abertas no pico inteiro. (!!) Sendo assim abrimos uma linha que há muito namorávamos do lado esquerdo da Minha Criança/Mar de Espinhos. Linha Incrível, e adivinha? Não passa de mais um sexto grau (LINDO). O Nome ficou uma homenagem ao graaaande Cleber Harrison, e nossa piada interna favorita: “CURTE O PLANETA QUE VOCÊ VIVE, 6º”

Ives na conquista da "Curte o Planeta que você vive" no segundo Andar

Ives na conquista da “Curte o Planeta que você vive” no segundo Andar

Mas aí o terceiro andar era muito alucinante… tive que voltar pra Arcos só pra explorar ali aquele setor, mas eu chego lá no próximo post. Enquanto isso pudemos curtir uma trip leve, engraçada e suave, como tem que ser. Apesar da comida apimentadíssima do Ives, não houveram muitos percalços durante nossa estadia. Ah, e nossa ida pra lá ocasionou uma coisa muito legal! Tava muito lotado o camping da Celinha, e logo ali os brothers Cintura e Tetê alugavam uma casa onde a gente brincava que só a Diretoria costumava ficar e ficamos lisonjeadissimos em poder ficar ali também. Aí motivados pela nossa ida,  Teco e a Dalva resolveram transformar a casa em abrigo de escaladores em parceria com o Cintura e a Tetê!!! Uhuuullll!! Fiquei muito feliz e na próxima Trip ja pudemos voltar e literalmente estrear o novo Abrigo Base. AH! E uma parte da diária do abrigo vão pra comprar chapa pro pico, irado, não?! É a transformação começando a aconteceeer….

No próximo post tem mais coisa incrível acontecendo… aguardeee….

Nota mental: Não deixar para entrar nas tretas no último dia de viagem, a menos que seja o projeto de todos os dias da viagem.... kkkkk

Nota mental: Não deixar para entrar nas tretas no último dia de viagem, a menos que seja o projeto de todos os dias da viagem…. kkkkk