Nova via em Itaqueri (não é primeiro de abril)

A foto do post de hoje não é em Itaqueri, mas sim a Marina na Fimose.

A foto do post de hoje não é em Itaqueri, mas sim a Marina na Fimose.

Todo mundo acreditou na lorota de primeiro de abril que eu criei. É simples, contei vários fatos reais como nossa busca incessante por picos novos na região do arenito e linkei-os a uma mentirinha. O problema de não termos ainda um pico novo sempre acaba sendo: As mesmas 3 ou 4 pessoas somente nessa busca para cobrir uma área muito grande, com um carrinho que não é lá muito indicado para andar nessas estradas de terra. Depois, quando finalmente chegamos a algum setor com certo potencial: Ou o dono não deixa entrar, ou é um deserto em face norte com sol das 8 da manhã as 8 da noite, sem nenhuma árvore pra fazer sombra nem para o seg. Mas na maioria das vezes é que realmente a rocha não tem nenhuma agarra mesmo (as que tem o dono não deixa entrar). Por isso ficamos tão maravilhados com o calcário de Arcos, pois onde vc bate o olho sai um 6ºsup. E claro, tivemos também um pico fechado por conta de escalador que não soube respeitar regras (Antes mesmo de sua abertura). No outro pico que fechou, o escalador parou de escalar, falou com o dono que era seu amigo e este pediu para que ninguém mais entrasse na sua propriedade. Muy amigo. Mas enfim, ainda acredito na redenção das pessoas e dos picos de escalada, estamos sempre abertos para trocar idéia na boa e tentar reabrir tais picos. (E no outro pico o dono começou a criar abelha no topo das vias… porquê não gostava de escaladores).

Mas enfim! Com isso, os picos atuais vão ficando cada vez mais saturados de gente, e de vias. O que é uma faca de dois gumes, mais vias atraem mais pessoas, só que mais pessoas pedem mais vias, para distribui-las melhor e desafogar um pouco as vias. Pensando nisso, no dia 27 de março fui pra Itaqueri sozinho estrear alguns brinquedinhos (como a furadeira, que era verdade que tinha comprado uma nova), uma mochila Osprey para avaliar a possibilidade de trabalhar com a marca na Quero Escalar, e a sapatilha Latex, da marca Spyffer que o Snakinho está fazendo artesanalmente. Com isso, escalei em solitário a Sinos do barão, fiz manutenção na parada que havia sido “marretada” 1 ano atrás e teve as chapas roubadas (sim véio, tem gente q faz isso, rouba chapa, mosquetão e martela os bolts das paradas de vias). Depois, coloquei uma chapa que tinha ficado faltando na Motor de Lancha na época da conquista, tipo 4 anos atrás (Esticão no more!). Desci, almocei, e fixei a corda na nova parada da Sinos do Barão (não necessariamente nessa ordem, como vocês podem imaginar kkkkk).

Com movimentos bastante técnicos e um pouquinho de força

Basta um pouquinho de força e técnica pra superar o tetinho do começo.

Aí subi, puxei a furadeira, paguei uma travessia meio exposta pra esquerda da Sinos e bati uma parada na reta da linha da via que eu tinha em mente fazia anos. Desci com o facão fazendo a jardinagem, tirando alguns cipós, galhinhos e espinhos da linha da via, tirando terra de agarras e rolando pedras soltas. Então pus a sapatilha e subi com uma corda fixa em solitário escalando, marcando onde ficariam melhor as proteções, calculando com a medida do meu cotovelo para os anões poderem equipar a via (viu Si, Fabi, Bia, Beto..). Uma vez la em cima, puxei a furadeira e desci furando. Não gosto muito de conquistar via sozinho pois em Itaqueri fizeram isso (sem contar que rapelaram furando sem escalar antes – lamentável) e a via ficou uma merda, ninguém escala (Caso o referido quiser arrumar a via, me chama que vou junto com a furadeira, chapa, etc.. pra dar o trampo). Por isso é a primeira vez que conquisto assim, mas desta vez confiei na minha experiência e na fórmula de escalar a via antes e avaliar as quedas, bolt por bolt, move por move (se cair agora… e agora… e agora…) e assim a via ficou segura e fácil de equipar, até pelos baixinhos. E a via estava pronta! Ficou uma das vias mais longas de Itaqueri, e a mais longa do setor 2,5, com quase 20m.

Tem um tetinho fácil no começo - não se deixe intimidar pois é uma via que eu gostei muito!

O tetinho no começo – não se deixe intimidar pois é uma via bastante agradável!

Após pensar muito num nome, resolvi adotar um nome mais politicamente correto e homenagear o parceiro que se foi ano passado, também por sentir estar de alguma forma passando por uma fase similar ao que ele vinha sentindo. E a via ficou uma homenagem pois umas 3 semanas antes do ocorrido, o Shimoto levou uma voadora de uns Perus que ficam na entrada de Itaqueri. E a via ficou sendo a Voadora de Peru. Achei que seria um 6sup, mas esse fds o Ives repetiu a via e deu 6º bola. Ele isolou uns regletões, usou uma aresta meio pra direita, diferente do que eu tinha visualisado, mas estava a vista, então kamon. “Voadora de Peru” 6º/6sup, setor 2,5 em Itaqueri – À esquerda da Sinos do Barão, 7 chapas e base (levar 8 costuras – Sugiro uma costura de 30 ou 40cm para a segunda chapa para a corda não raspar na virada do teto).

Aí domingo a gente tava indo pra invernada, mas o tempo tava ameaçando abrir e tocamos pra Itaqueri, onde pudemos fazer uma sessão de fotos na via antes de começar a chover. Fazia MIL anos que eu não saía em fotos, especialmente tiradas de cima, então obrigado Ives pelo empenho! Bem, em breve farei um review da Sapatilha Spyffer, em principio não estou acreditando no que estou usando. Em breve mais infos!

Trabalho!

EDELRID_ALPINE_Christian_Pfanzelt_09

Semana passada não teve post. Estive ocupadíssimo atualizando a apresentação do Curso que ministramos no CUME e em seguida preparando uma nota gigante que fez eu dormir uma média de 4 horas por noite alguns dias semana passada. Mas tudo bem, trabalho é bom, ocupa a cabeça e faz a gente focar nossa atenção e energia em coisas úteis. Essa semana é pra finalmente chegar a importação da EDELRID aqui na Quero Escalar e aí sim todo mundo vai poder comprar sua corda, sua cadeirinha e muitos outros equipamentos de primeira diretamente do importador, sem intermediários, por preços justos. Essa sempre foi a idéia principal da Quero Escalar, fazer algo diferente, inovar pra crescer e é nesse caminho que queremos continuar batalhando.

Enquanto isso, não muito longe dali… (pausa porquê um sabiá muito simpático ta entrando direto aqui no escritório no quarto em casa na sede da Quero Escalar e fica cantando em cima do suporte da cortina. Outro dia dormi com a janela aberta e ele foi me acordar hehe

Enfim, semana passada e retrasada acumulei milhares de vídeos, vou desovar aqui alguns dos mais sensacionais. Hoje não vou postar as fotos da Marina na Visual nem seu relato, tampouco o texto do Cleber sobre corrida. Fica pra próxima. Esta voltando a idéia de traduzir aquele texto sobre capacetes. Enquanto isso: USE O SEU PORRA!

(Vai direto para o último vídeo se quiser um não-de-escalada mas com mensagem massa no final). E por onde começo? Ah, sim… que tal o Atleta Edelrid Killian Fischubber escalando na índia? Muuito massa o vídeo, o cara escala com uma fluidez daquelas que faz ônzimo parecer quinto grau (sem os gritinhos e chiliques adamondrianos).

E Falando em Edelrid, um comercial nada a ver, da JEEP, com um outro atleta patrocinado EDELRID com as costuras, todos os equipos verdinhos apostando pra ver quem chega primeiro no cume da montanha. Parece que ele escalou sozinho e não tinha seg nenhuma hehe mas é interessante. Se fosse por aqui a competição seria pra ver quem chega primeiro no chão, com o cara rapelando de freio 8 com uma cadeirinha da….. deixa pra lá! hehehe

Eu juro que não estou puxando a sardinha da Edelrid, masss… mais um hahaha dessa vez a N vezes campeã mundial de escalada Angela Eiter fazendo Boulder na África do sul. Provando pra vc´s o motivo de ter salvo o vídeo: O nome do Boulder é “in the middle of the Ass”. Estou perdoado?! hahaha Chek it out:

E como hoje estamos sem preconceitos com boulder, vai um muito legal de uma promessa do esporte, uma italiana de 14 anos com o pai mandando uns boulder sinistros.

Pra compensar a bouldericidade, uma via esportiva móvel no Rio, com o Flavio Daflon. Favor providenciar mais vídeos desses, grato! =)

Continuando no cenário nacional, um pequeno vídeo sobre a falésia que esvaziou o visual das águas de paulistanos, já que agora todos vão pro Paraíso! rsrs

E esse é pra vc que é um cagão que nunca cagou fora de casa e não sabe que sua merda polui, não sabe segurar esse cu e sai cagando em qualquer lugar por aí. Não faça no Pé de via de escalada pública o que você faz na privada! E trata de quando achar um lugar escondido, cavar um buraco de acordo pra encher (dependendo do caso preciso de um buraco de um metro e meio pra não transbordar) e OU enterra o papel bem enterradinho, ou leva embora. Para as meninas, não tem xororô, mijou, leva o papel junto, guarda na mochila. Não sou eu quem está dizendo, mas a associação de escaladores do Cipó. #tamojunto #bandodecagão!

E voltando ao cenário internacional, uma competição de verdade que a Adidas organizou num esquema mó dinâmico e empolgante para o público tanto leigo quanto escalador. (Alô RedBull, #FikDik)

E Aqui um dos picos mais legais da Espanha, na cidade de CUENCA. Daqueles que é mais fácil vc mandar um sétimo grau que um quinto, pq ali é tudo via dura pra caralho, OLD SCHOOL mesmo. Aliás, no Festival de escalada em Kalymnos que rolou no começo do mês, as lendas da escalada ao ser perguntadas como ainda mantém sua performance tão alta, responderam: “Because of the sof grades of the modern routes”. (Por causa dos graus moles das vias modernas – como se um 10b de hoje fosse um 10a de antigamente). Exemplo, em RED RIVER GORGE nos EUA o Adam Ondra decotou todos os 9a Francês pra 8c+ (de 11c pra 11b) que mandou a vista enquanto foi pra CUENCA e não mandou nenhum 9a a vista e capaz de ter precisado de mais de um pega pra mandar 8c+.

E pra finalizar, um video de um cara que eu não gostava mas agora eu adoro! O Edu Marin ensinando a como usar o Grigri. No curso no fds teve gente que me perguntou: “Mas sério que tem gente que não segura a mão na corda ou põe a mão na alavanca? R: É o que mais tem.. é só o que vc vai ver por aí. Show de horrores.” Vc sabe dar seg?

E pra finalizar, mais um do Edu Marin, com a Miss rosa Sasha Digiulian. Depois da treta com a Nina em Orbayu, acho que ela resolveu descer prum pico mais ensolarado e mandou um 11a (ou b?) do Dani Andrada na Sicília. Awesome!

E pra finalizar, um não de escalada! Muito massa, recomendo assistir!

E por hoje é só pessoal! Vamos ver se ainda essa semana posto alguma coisa, mas acho dificil! Tem muito trabalho aqui e muita coisa acumulando, mas ta da hora, enquanto a mente ta ocupada e não para, ta ótimo!

PS – Ah, e to fazendo um treino animal na cda, mandei um 8a que eu nunca tinha entrado, no segundo pega em itaqueri semana passada, depois de ter mandado um 7a, um 8a e um 8b equipando! =D Ahh muleke! Em breve falo mais sobre isso… ;P

Costura encontrada no Cusco! (& vídeos)

Escaladora anônima que decora o post de hoje

Escaladora anônima que decora o post de hoje

Faz um mês mais ou menos, o pessoal de Botucatu encontrou na Nega Maluca uma costura e deixou comigo pra eu divulgar e procurar o dono. Se alguém for o dono, entre em contato enviando o modelo, cor, número da conta bancária, senha, etc.. para podermos retornar a dita cuja ao papai (ou mamãe) desnaturado! Se não aparecer o dono, vamos colocar os mosquetões nas paradas das vias novas que conquistarmos! (A propósito perdi um canivete da PETZL azul com detalhe em laranja em Itaqueri, provavelmente no segundo setor, se alguém achou, ficaria muito feliz de ter meu bebê de volta!)

E já que estamos, vou deixar uns videozinhos lúdicos que vi faz umas duas semanas (que ultimamente não ta dando tempo nem pra almoçar!).

Esse aqui com uma cena raríssima do Adam Ondra escalando com móveis nos rodapés Gritstones ingleses. Curtinho (por isso que eu vi) e interessantinho vê-lo costurar um camalot.

E aqui meu sonho de consumo. Não, não é a Alex Puccio nem um jogo de Tri-Cams novo. Também não é a nova Scarpa Instinct VS. Nem a nova cadeirinha Cyrus da Edelrid. É a Van do Alex Honnold. Imagina ir pros picos e não ter que pagar (muitas vezes) R$25 de camping?! Porquê será que Camping é tão caro aqui no Brasil né? Em teoria vc paga por um espaço na grama pra estender uma barraca, dorme no chão, usa uma pia pra encher sua garrafinha de água e o chuveiro (não necessariamente). E muitas vezes pelo mesmo valor ou próximo vc acha pousadinhas onde vc pode ficar numa cama de verdade, com café da manhã incluído, enfim. Acho que até o ato de acampar é meio visto como comportamento elitizado por aqui. Afinal, agrega! Enfim, lá fora vc compra uma van dessas usada (com uns 3 a 5 anos) por valores entre 10.000 reais e 150.000 reais (nova) toda equipada. Aqui a usada com 15 anos de uso e sem nada (ou seja, vc vai ter que montar cama, cozinha, tudo do zero) vc paga em torno de R$20.000. Bom, quem quiser me dar uma de presente, eu dou os trampos! hahaha Ia ficar invernado no Cipó meses! Pensando bem, será que isso sobe a trilha da Divisa? Será que da pra deixar estacionado no pé do Anhangava na moral? Ali em frente à carumbé no G3? É… tudo tem seus prós e contras! Enfim, video:

Apesar da Polêmica com o Enzo “destruidor de vias alheias” Oddo e sua passagem pelo ParNa Itatiaia, o Fotógrafo Brasileiro Taranto Jr. Acompanhou os dois escaladores em sua passagem pelo Brasil e está programando de lançar um vídeo muito legal com os meninos. Não vejo a hora de ver a filmagem da remoção das chapas da via do Eliseu! hahaha

E falando em Francisco Taranto Jr, o próprio esteve por algumas semanas nas Filipinas em companhia de outro Brasileiro, o Pablo Scorza, que entre uma autorização e outra pra poder morar na Espanha esteve acompanhando o casal Edelrid-Wild Country James Pearson e Caroline Ciavaldini. Ô Vida dura desse Francisco!

E voltando à terras tupiniquins, video de outro Atleta (talvez um dos poucos) patrocinado Brasileiro, o Nishimura, mandando a via África no setor Corujas. Nota: Se vc escala mais que 7c não aqueça nessa via no setor Corujas. Melhor aquecer em algum oitavo de agarrão qualquer no setor que apertar esses regleticos!! Nishimura de parabéns!

E pra acabar, Beto mandando a Caixa de Pandora! Um dos vídeos mais esperados dos últimos meses aqui no Blog! BOOOA MOOONSTROOO!!! (sic) hahaha

E por hoje é só pe-pe-pessoal!

PS – Sábado tem Ritual Xamânico aqui em São Carlos, quem quiser participar, me peça que encaminho o convite e as orientações!

Fica a primeira parte (de 4 partes) de um vídeo incrível, vejamos se ele irá cativar-lhes! A segunda parte é mto legal!

 

 

Novo vídeo do Adam Ondra

E essa é a Maja ou a Natalija? Natalija Gros!

Ô que beleza, é só a gente mentalizar que o universo conspira a favor! Mais um vídeo de escalada essa semana, muito legal! Dessa vez Adam Ondra na Itália mandando o primeiro 11c da Sicília, em San Vito (MAMAMIAAAAA). O vídeo principal, com 10 minutos, mostra ele falando sobre a importância de doar medula óssea para salvar vidas. Muito bom!  E na sequência, detalhe para o vídeo feito de celular, todo toscão, mas com ótima qualidade, que mostra efetivamente muito melhor que o video principal uma coisa importante: ele quase não alcançando a agarra da cadena no crux, fato que não dá pra ver no vídeo “melhor”. Ah, e também neste segundo video aparece ele falando em italiano sobre a via propriamente dita… um video sem o outro não seria nada!

E agora o vídeo gravado do celular (mentira, só se for de um celular ultramoderno pq  a qualidade ta boa)

Bom, continuem votando na enquete, mas sem zuar o Barraco seus xibungo! hahahaha (se não eu não coloco as fotos do meu descanso de tela aqui no blog)

E é isso, enjoy!

A bruxa ta solta!

Calma! Essa foto é de 2008, quando eu enfiei a mão num ouriço do mar – e eu já não gostava de praia ANTES…

Faz mais ou menos um mês eu fiz um treino de finger. Já vinha fazendo algum tipo de treino nele, mas nada muito puxado, apenas algumas suspensões nas agarras maiores, e aproveitava e fazia puxadas abdomnais (Puxando o joelho no nariz e descendo devagar com as pernas o mais esticadas possivel) pendurado, o que pra mim era a parte mais importante e eficiente do treino, que se traduzia mais em escalada fluente. Até que um mês atrás resolvi avançar no treino, e fazer a suspensão no reglete intermediário. Na hora lógico não deu nada, mas depois de uns dias aquela dorzinha incômoda não ia embora e até começou a aumentar. Era hora de parar. E cá estou eu, já ha 21 dias sem escalar (Não digo sem por uma sapatilha no pé pq aqui em casa eu coloco a sapatilha de vez em quando só pelo tesão pra relembrar a sensação). E quem mais está nessa comigo são as minhas fãs: a Sasha digiulian que teve que abandonar o RockMaster e o Campeonato Mundial em Paris este mês. Ela até foi para a final no Arco Rock Master, mas achou melhor abandonar por causa da lesão. E a outra é a Alizeé Dufraisse que lesionou o punho. É, as lesões são coisas que podem afetar até os melhores atletas! (imagina os ruim que nem eu! kkk)

De maneira que meu outro site já está quase pronto, estou pedindo a uma seleta casta de amigos para entrar e avaliar o layout e as funcionalidades, e logo logo teremos uma bela novidade no ar! Mas por enquanto vou colocando a seleção de vídeos do Genja, assim o blog vai cumprindo sua função social no meio escaladorístico: Mantendo atualizados e fornencendo assunto para as conversas desse bando de escalador que se o mundo está acabando não fica sabendo pq só lê notícia de escalada. (ah, e só pra esclarecer, quando eu escrever Cacrinsh ou cacrin$h, é o sinônimo da onomatopéia para aquele barulho de caixa registradora, sinalizando que algum dinheiro entrou em caixa).

Bem, e como não estou escalando essas semanas, vou postar o primeiro vídeo de um outro esporte, não estou certo se são os 50 ou 100m rasos (nem qual o nome deste esporte, vulgo: corrida hehe), porque não só de escalada vive o homem, é preciso variar de vez em quando! Video dedicado especialmente para o xibungo mais xibungo de itirapina, Bruno Marcondes, esse é em sua homenagem:

E agora sim, indo para os vídeos de escalada, começamos com o mais legal na minha opinião: Um estilo leve e gostoso de assistir (ainda que seja só o trailer) mas ficou muito original e divertido. Um casal que escala ônzimo grau (sim, ela também), sai de rolê pela Itália (a cantar ê ê A-há quando acabar o maluco sou eu) escalando e fazendo um vídeo muito bem animado, fica a dica casais!

E o segundo vídeo é um si ne qua non da semana, o mais comentado, twitado, faceado, shareado e viado (de view), com vocês, os dois mais populares das search engines do google: Adam Ondra e Chris Sharma (só de escrever o nome deles aqui o google ad-words já me pagaria uns R$50 hehehe – se eu tivesse) num teaser do próximo filme da Big Up productions, que ultimamente tem demorado mais pra lançar seus filmes, mas também, quando lança são blockbusters absurdos, com milhares de seeds no uTorrent! kkkkkk Ah, o vídeo é uma “pseudocompetiçãozinha” obviamente armada pela produtora de filmes pra ver quem manda primeiro um projeto e compara os estilos de ambos:  cheio de Cri-cris e gritaria do Adam Vs. o estilo Zen e os inconfundíveis “gritinhos do Chris Sharma”. O Chris Sharma perto do Adam ondra Parece eu perto do Guilherme: Um Maldito gordo hahahaha Enfim, vídeo!

A moda agora é conquistar vias novas. E como toda moda tem seus prós e contras. Ao mesmo tempo que aumenta o numero de vias pra gente subir, tambem estatisticamente falando pode aumentar o numero de vias estragadas, que ninguem vai querer subir depois (como é o caso da…) . Por isso é muito importante conquistar com parcimônia. Neste vídeo, aparece o escalador Italiano Matteo (e sua namorada Giuliana) que por acaso hoje, depois de eu ter assistido seu vídeo, mandou seu primeiro 11c aos 37 anos, a via Abyss, na França, em gorges du loup – via aberta por alex Chabot em 2006 com a primeira repetiçao do Bindhammer no ano seguinte. Bem, retomando, ele diz que curte um pico calmo, sem crowd, e que muita gente o desconcentra na hora de escalar, por isso ele mora numa província desconhecida da Itália, e equipa ele mesmo as vias. O Bom disso é que ele equipa as vias pensando na mulher dele, por isso o equipamento deve ser feito minuciosamente, e não deve sair por aí colocando bolt onde ele “achar que deve” (só na mulher dele que pode). Assim as vias ficam seguras pra ela equipar e todo mundo fica contente!

E já que o assunto é novas vias, vai outro video de abertura de vias, desta vez do “Petzl RockTrip”  da North Face, que vai acontecer em Kalymnos. Agora ta na modinha as companhias imitarem o que a Petzl vem fazendo ha mais de 10 anos: Equipar um setor inteiro novo e chamar a galera pra curtir um festival. A idéia é ótima e tem que ser copiada mesmo, mas nem todas têm tido o mesmo êxito, como é o caso da Salewa, que colocou em seu site um videozinho tosco mostrando os “salewa” rocktrips de anos anteriores, MUUUITO PAIA… hahaha Talvez eles devessem me contratar como consultor técnico de organização RockTrips ehehehe Estou aguardando sua proposta hein Salewa! Bom, voltando, novamente, ao foco: O Italiano equipando um setor novo em Kalymnos para o “Kalymnos Climbing Festival” e falando que tem de quartos a décimos, pra todos os gostos e que é pra todo mundo chegar junto e escalar na moral. Em Italiano, claro.

Prometo que agora ponho o último vídeo de conquista de vias. Esse é um tapa com luva de pelica nos conquistadores que tem medinho de usar Cliff. O Chris Sharma (ad-words: CACRIN$HHH!! Vou instalar essa porra!) conquista uma via em CEUSE na frança (la no pico onde ele mandou a Biographie/Realization 10 anos atrás e virou o fenômeno que é) só que essa conquista é debaixo pra cima, com a furadeira a tiracolo, e ele vai escalando em livre, fica no cliff e fura onde ele acha que precisa de bolt. Detalhe, a via é no minimo um ônzimo grau! É caliza de calidad eu sei (calcário), mas tem arenito bom que também dá pra ficar no cliff (e até em arenito não bom, se vc tiver com a sua costura da sorte que sua vó benzeu, no rack da cadeirinha).  Enfim, Com vc’s Chris Sharma e seu capacete de tartaruga ninja! ( É tão feio – o capacete, não o Chris Sharma (cacrin$h!) – que as pedras em queda livre vão desviar em meio a sua trajetória pra não pegar nele – até nisso a Petzl vem inovando).

O próximo é um daqueles vídeos-feedback do atleta que é patrocinado e fica um tempo sem aparecer na midia, aí faz um video desses pra ganhar moral com o patrocinador de novo hehehe Na verdade é especulação, mas como eu não tinha ouvido falar dessa mina NUNCA, então, sei lá hehehe Pode ser atleta nova patrocinada tbm, vai saber…

E agora um nacional: A chamada para o Encontro de Escalada Tradicional do Brejo da Madre (que parió a la araña de los cojones) de Diossss… Muito bem editado, e com filmagem em HD, fica dificil o vídeo nao ficar bom, mas confesso que mesmo com fullHD eu tenho as manha de estragar uma filmagem! hahaha (aguardem o The Sanstone Series episódio IV – a new hope, e o Sancapression Team: Adventure Tales).

E sobre a charada, a Isabella adivinhou no Churrasco, e a do Guilherme com Beta a Olivia e mais alguém do sexo feminino também descobriu! No próximo post eu mando a resposta!

Boa procrastinação txurminha!

Um dos melhores vídeos Brazucas…

(Não esqueçam de clicar no HD para assistir os videos em Alta definição!)

Fiquei emocionado com esse vídeo da Raquel Guilhon no RJ mandando a esdrúxulo luxo, 10a (8a+). Finalmente um vídeo com qualidade gringa, e uma escaladora com nível gringo. A Raquel na minha opinião é junto com a Janine a escaladora mais forte do Brasil, e isso se mostra nas vias que ela vem mandando na rocha. O destaque também é pela incrível edição, de qualidade, com muitos takes, e várias tomadas, sem erros de continuidade, parabéns ao Ricardo Cosme da Granito Filmes pela produção. Em breve o primeiro lançamento amador da Marmota filmes sobre o cuscuzeiro. E já menos amador uma pequena produção sobre a nossa trip para o cipó.

Sobre fotos dos últimos climbs, bem, a camera anda meio tímida, e o fotografo idem, sem muitas sequências geniais que mereçam vir para o blog. Mas em breve, como já antecipei, vídeos!

E já que o assunto é vídeo, fiquem com mais um:

O polêmico Barnabé escalando uma “criação sua”, um praticamente 12a, que ele teve que colar umas agarrinhas (béééééeeeee) para poder linkar um trecho impossível… ou seja, fabricando vias, coisa que não fazemos aqui no Brasil nem fudendo! (talvez por isso não tenhamos dôzimos? Melhor não pensar).

E na sequência, 2 trailers:

Esse da Sashinha que rolou aos montes na internet semana passada, mas eu não poderia deixar de coloca-lo. Detalhe que ele foi feito usando uma (!!) GRUA (!!) é isso mesmo, uma espécide de haste que acompanha a escaladora conforme ela vai subindo.. muito foda essas superproduções. E eu aqui todo feliz que fiquei sentado numa árvore em frente a via pra fazer umas fotinhos mixurucas… =/ Note que o saquinho de mag que ela usa parece gigante, mas eu tenho um igual e é bem menor, mostrando que ela édeve ser muito pequena. Maldita magra

E esse trailer do filme do Adam Ondra… Muito bom assisti-lo malhando a Golpe de Estado (12b Br) bem de perto, vê-lo falhar, não conseguir fazer os moves, insistir até conseguir… Vê se aprende pra não dar fiasco na leite com pêra, genjão! – Eu sei… 😦

E vocês lembram daquela via que iniciava o Dosage 4? Onde o Chris Sharma pagava uma travessia nuns abaolados ignorantes, e no final fazia uma virada pegando num reglete inexistente, dando umas vuadas alucinantes? (medo) Pois ela está de volta… Ficou bem legal essa edição, não está world class, mas vale a pena acompanhar a escalada e o crux de uma forma menos “gritante”.

Para finalizar, o Alex Honnold, solando uns bagulho cabuloso, e gritando no meio: “Ai caralho, to me cagando!!!”  Vaaai nego… detalhe para o bom gosto para camisas dele, que assim como eu, alto e feio, temos que utilizar para parecer mais normal. Além de escalarmos pra caralho é claro kkkkkk

E chega por hoje, quem quiser mais vídeo, tem esse, que entrou na lista porque a trilha sonora fez a média subir e passar raspando no pré-requisito…