Como foi o 14° Encontro de Escalada Londrina?

Pra resumir: Foi Sensacional.

14° Encontro de Escalada de Londrina

14° Encontro de Escalada de Londrina

Mas também eu sou poliana né? Hehehe O Encontro foi muito massa, deu pra conhecer gente nova, fazer amigos, e alguns deles inclusive saíram com sorriso de orelha a orelha com seus brinquedos novos. A Quero Escalar  apoiou o evento, e mais uma vez, um evento apoiado por ela foi um sucesso, a exemplo do campeonato caipira do ano passado. Ponto alto para o evento o rango de sábado a noite. Se eu fosse uma abelha não ia nem conseguir ferroar ninguém de tanto que eu comi. Tava bom demais: comida caseira, mandioca frita, franguinho, polentinha… ai meu deus. Mas vamos ao que interessa! haha

Depois de milhões de reais gastos com pedágio, chegamos na Olívia em Maringá quase 2 da manhã de sexta (pra sábado). Um strogonoff nos esperava e após saciados partimos pro sono. No dia seguinte acordei 6:30 e tomei o último banho do finde. Batemos aquele café da manhã “ishperrrto” tranquilamente e logo fomos pro encontro. Chegando lá socialização já no estacionamento, galera já veio loca nos equipos e após breve negociação sairam algumas comprinhas. Estou no ramo certo pq quando eu vejo a galera sorrindo com equipo novo nas mãos eu fico tão feliz como se fosse eu! 😀 Bem, e aí já tocamos pro pico. Perauzinho, o setor mais esportivinho. Muitas vias mistas que ninguém estava entrando, e outras chapeletadas com fila, mas normal, muita gente no encontro, era de se esperar. Equipei um quintinho pra aclimatar, e logo tentamos um sextinho do lado. Achei um pouco forte para o grau, ainda mais com a primeira chapa praticamente depois do crux, bem alta. Ali a galera sai sempre com a primeira passada (clipstickada), o que eu sou um pouco contra. Prefiro que a via fique bem protegida para ser equipada por quem está malhando o grau da via, especialmente à vista, o que incentiva mais os novos escaladores a entrar guiando. Mas não vou discutir isso pois creio que neste quesito não exista certo e errado, apenas estilo de conquista.

Deixei o Shimoto com a Olivia na fila de um 6°sup clássico do pico, a “Ocerco”, e fui na Highline. Perguntei se tinha alguém na fila e todo mundo me olhou com aquela cara de alívio sabendo que não teria que ser o próximo hehehehe O Réges foi primeiro, e logo me ajudou na minha vez. Ai meu caralhoooO!!! Que medinho que dá. É tipo se jogar com a costura pra baixo do pé, estando em dois agarrões: Você não quer cair hehehe. Mas aí saí do chão né? Tinha uns 15 ou 20m de comprimento sobre um vão de 30m de altura. Até que fui bem longe, modo autista ativado… caí praticamente na metade! Mas o bagulho cansa muito pra voltar. Pra voltar, pra arrumar. Cada vez que você vai voltar tem que pagar uma barra, puxar um abdominal com as pernas pra cima da cabeça, nossa senhora. Sei que depois da segunda tentativa, na qual arrumei os esparadrapos da fita, fiquei MO-Í-DO. foram tipo umas 15 barras seguidas de puxada de abdomen pra cima da cabeça. A mão nem fechava direito hehehe

Modo Autista [ON]

Eu andando na Highline

Depois disso fui almoçar e já devia ser umas 5 da tarde. A galera já tava dispersando, a sombra tinha tomado o pico. Aproveitei o tomelirrolímetro em alta e entrei equipando a via que o shimoto tinha ficado pra malhar com a Olivia (a Ocerco). A Olivia ta fortona mandando 7a à vista no cipó e ali no Perau com poucos pegas! Não sei se é porque eu estou praticamente ha 6 meses sem escalar (lesiona, para, volta, lesiona outra coisa, para, volta, lesiona de novo…) ou se era por causa das mil barras na HighLine, mas a mão abriu antes de chegar na base. O shimoto já tinha entrado mas não tinha mandado, mas resolveu entrar de novo pra cadena. NÃOOO CONSEGUIUUUU também hehehe Entrei de novo e chegando na base rolou a falência múltipla dos bracitos. Genial. O shimoto entrou de novo, e, apesar de não ter mandado, não ficou de shimotation e terminou a via na dignidade. E chega! Descemos e vazamos. A noite teve palestra da Flora sobre suas aventuras com o Chiquinho e o Tomi na Patagônia. Ela é a “dona” da Marca “Flora” que faz excelentes roupas femininas para escalada, e o Tomi excelentes roupas masculinas de montanha, sob a marca Quatro ventos. (e o Chiquinho da Alto Estilo), todos no pé do Anhangava e 4 Barras, Paraná. A janta como eu já disse estava sensacional e não durei muito acordado. O Shimoto já queimou a largada cedinho e eu ainda fiquei fazendo um social mas logo menos eu também fui.

No dia seguinte mesmo esquema: desmontar barraca, café da manhã tranquilamente, chegamos no pico quase meio dia. Fomos direto pra uma das clássicas do pico, a “De repente Califórnia”. Que saco ficar com aquela música “Garota eu vou pra califóoooorniaaa… viver a vida de cinemaaa” e só, pq depois fica repetindo o refrão pq ninguém lembra o resto.

A via é daquele jeito: Crux na saída, primeira chapa depois, na casa do chapéu. Protegi com um Tricam (seu lindo!) azul e fui tirando os moves. Estava me sentindo pesado e sem ritmo e o mega esticão da segunda pra terceira eu coloquei o Tricam laranja (que depois eu troquei por uma fita laçando o buraco). Daí não cai mais até a base. Via linda, sensacional.  O Shimoto entrou, caiu no primeiro Tricam, voltou, e conseguiu isolar a saída, foi até o final, e desceu. Entrei de novo e mandei na tora (Saudades do tempo que tava mandando 7b a vista, 8a com 2 pegas :/ ) mas mandei! O Shimoto entrou bem, e, sem Shimotar, caiu indo pra terceira, mas com dignidade. Voltou e terminou a via.

Shimoto costurando o tricam na saída da Eternamente California

Shimoto costurando o tricam na saída da Eternamente California

Almoçamos e fomos em busca de um quintinho. Só que havia poucos, e os poucos que tinha eram mistos ou em móvel. E os que eram em móvel tinham grandes esticões de parede lisa onde não parecia protegível, enfim, um pouco controverso. O bom é que a vibe da galera era ótimo e não foi difícil achar uma via. Com o dedo coçando pra entrar numa viazinha em móvel, entrei num 6° chamado “Milhão de peças”. Muito boa a via! Colocações perfeitas e agarras ao longo da lateral da fenda, e a costurada da base com direito a entalamento de joelho: maravilha! Ao nosso lado o pessoal ainda tomou umas picadas de abelha e foi mó trampo pra eles limparem a via. O Shimoto não quis entrar na via em móvel (começou a shimotação) e pediu pra eu equipar um 7a pra ele, cuja primeira chapa era tipo a uns 4,5m de altura, e mesmo tendo clipsticado, não consegui isolar nenhum move até a chapa. Ou eu to muito tanga ou era uma via nova, já que não tinha quase nada de magnésio. Acabei desecalando pela árvore, arrumamos as coisas e fomos embora pois iria começar o sorteio de brindes (OFERECIMENTO QUERO ESCALAR) no posto da Bica, logo na entrada da estrada de terra para o Perau.

E foi isso! Na volta pegamos um caminho alternativo pra pagar menos pedágio. 1,5h  a mais, e R$30 a menos pagos de pedágio. Bom, não fosse a pescaria entre eu e o shimoto no carro. Fomos falando muita merda pra variar. Os assuntos mais comentados na viagem foram shimotices e xoxotices, esta última que acorda qualquer um, principalmente embriagado de sono no caminho de volta!

O Evento foi muito legal, ótimo conhecer um pico novo, vias novas e voltar a escalar em grande estilo (sim, foi minha primeira escalada de verdade em meses). Tá Naná, com excessão da vez que escalamos no Rio, mas nessa ocasião não usei as mãos quase né?! hehehe

Eu praticamente na metade, momentos antes de sair voando

Eu praticamente na metade, momentos antes de sair voando

 

Ah! E pra variar, uma montagem com a nova expressão do São Carlos Pression Team que surgiu na viagem:

Shimoto nós te amamos viu?! hahaha

Shimoto nós te amamos viu?! hahaha

Quando vc fica de shimotation With me, cara? É quando vc desescala o crux inteiro em vez de pegar no próximo agarrão e costurar, ou faz uma via de agarrões pelos regletes hehehe ou ainda…. Náhh…. deixa pra lá! 🙂

Falou!

Falou!

 

 

3 pensamentos sobre “Como foi o 14° Encontro de Escalada Londrina?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s