Perca o medo de Cair – Parte 4 (Praticando)

E vamos continuar com a série Perdendo o medinho de cair. No capítulo de hoje vamos aprender detalhes sórdidos sobre as técnicas do Clipa e Cai e como ficar mestre na arte de cair através da prática: Menos Bla bla blá e mais Bater Asinhas. 🙂

Vamos à prática!

Vamos à prática!

A via

Para começar escolha uma via que você já tenha feito e que é vertical ou negativa. Certifique-se que não há protuberâncias como arestas, quinas ou grandes saliências contra as quais você possa se chocar caso seu Seg exagere para mais ou para menos na Seg dinâmica. É bom também que você escolha uma via que não tenha agarras protuberantes contra as quais você pode vir a bater o pé. Escolha a parte mais alta da sua academia (caixa d’água) e não comece a fazer o clipa e cai até que você esteja na terceira ou quarta chapa. Você não vai querer cair e acertar a cabeça de alguém que estiver no chão quando você cair – muito menos chegar no chão!

Se você conseguir progredir até quedas para cima da costura, seria melhor que a via fosse levemente inclinada ou até mesmo bem negativa.

Quando

É melhor fazer o Clipa e Cai num momento calmo na sua academia (caixa d’água), ou numa via sem muita gente nas vias adjacentes.

Quando você está pronto

Há um outro aspecto no “Quando” que é quando você está preparado. Para alguns, fazer o Clipa-e-Cai pode ser meio assustador, mas é normal e é de se esperar um pouco de trepidação ou hesitação antes de você conseguir. Mas ao mesmo tempo estar descansado e com um pensamento positivo sobre o Clipa e Cai torna mais provável que você tenha um aprendizado eficiente mais positivo.

Todos os treinos?

Pode ser uma boa idéia incorporar o Clipa e Cai em todas as suas sessões de treino. Depois de fazer um aquecimento, encare o clipa e cai como um aquecimento para a cabeça ficar pronta para guiar.

Apertem os cintos...

Apertem os cintos…

OK Vamos começar

A Checagem Pré-Vôo pode parecer meio entediante para alguns. Mas seu propósito é certificar o escalador que vai guiar que está tudo certo com o sistema todo antes de tirar o pé do chão. Faça sua “Avaliação do Risco” no chão e não na metade da via. Assim quando estiver no meio da via o escalador não vai precisar checar seu nó ou se preocupar se o mosquetão do Seg está fechado. Se todos os ítens da “tick list” de segurança tiverem sido verificados o escalador pode se concentrar unica e exlusivamente na via e executar o Clipa e Cai.

Alguns podem achar bom verbalizar essa checagem inicial pré-vôo para ganhar ainda mais confiança. Na verdade essa prática é ótima para seu psico antes de qualquer escalada!

Checagem Pré-Vôo

    • Certifique-se que a corda está em boas condições e passada numa posição próxima ao Seg (Pense no quanto o Seg vai se movimentar quando fizer a seg dinâmica)
    • Quem guia se encorda e o Seg passa a corda pelo freio.  Agora cada um checa o outro.
      – O Seg checa a cadeirinha do escalador, se as fivelas estão fechadas e se o nó está bem feito.
      – O escalador checa a cedeirinha do Seg, se as fivelas estão fechadas, se a corda está passada corretamente pelo freio e se o mosquetão está com o gatilho fechado.
    • Olhe para as costuras na parede e veja se todas estão colocadas corretamente e parecem em boas condições. Você perguntou para o pessoal responsável pela manutenção da parede como elas estão? (Faça isso se você tiver qualquer sombra de dúvida quando você pensar em cair nelas)

Antes de começar

    • Combine com o Seg sobre em qual costura ele deverá retesar bem a corda e o escalador sentar-se-á nela para a partir de então dar início ao treino de quedas.

Comece a escalar

  • O escalador escala clipando as duas ou três primeiras costuras normalmente.
  • Quando chegar na chapa combinada, o seg retesa a corda e o escalador se senta. Isso dá mais confiança de que o sistema está funcionando. O Escalador então avisa o Seg que ele vai começar o Clipa e Cai na próxima costura.
  • O escalador vai até a próxima costura, clipa com a costura mais ou menos na altura do ombro e cai. O Seg deve assegurar-se de que o escalador tem uma queda confortável.
  • O Seg pergunta ao escalador se estava bom de corda ou se foi muito e se a queda foi confortável. O Escalador responde e o seg reage conforme as considerações do escalador. Não deixe o escalador cair mais do que eles está esperando nos primeiros estágios do treino.
  • O Escalador continua no Clipa e Cai até a parada da via e aí desce.
  • Descanse sua corda antes de fazer outra sessão de Clipa e Cai ou troque as pontas.
Se você não está caindo, Não está se esforçando o suficiente...

Se você não está caindo, Não está se esforçando o suficiente…

O Progresso

 Se você estiver muito nervoso com essa coisa de clipar e cair, um bom aquecimento é escalar uma via bem abaixo do seu limite guiando como você faria normalmente. Certifique-se que você fez todas as checagens no seg e sente numa costura no começo da via para sentir confiança no sistema. Quando você chegar na parada da via clipe a última costura e imediatamente se jogue, abrindo as duas mãos.

Então você pode progredir para os próximos estágios, movendo-se de um estágio a outro somente quando você estiver bem à vontade com o atual. Você pode sentir certa dificuldade quando avançar de estágio mas isso é muito normal. Alguns podem ficar tentados de logo no primeiro treino de Clipa e Cai a tentar já progredir de clipada na altura do ombro para clipar estando um pouco acima do bolt e tomar umas boas quedas. Mas você corre o risco de progredir muito rápido e comprometer o treino

O Objetivo é tornar-se confortável e relaxado com a queda em cada estágio. Se você se cobrar muito e avançar muito rápido (talvez por causa da pressão da galera ou para provar algo pra alguém) e começar a tomar quedas maiores mas sentir muita tensão e medo quando estiver fazendo isso, isso quer dizer que você não está evoluindo.

A técnica do Clipa e Cai também pode ser útil como um método para auxilia-lo a guiar vias mais difíceis se você está lutando para mandar vias no seu limite mas tem falhado por medo de cair. Escolhe uma via acima do limite que você acha que pode mandar a vista então vá lá e clipe e caia! Depois você pode até malhar a via pra poder encadenar. E quem sabe até você pode pensar em mandar a vista esse grau da próxima vez, porque não?

Primeiro Passo:
Quedas de Top Rope. Suba uma via qualquer de Top rope. Tome quedas de Top apenas pelo elongamento da corda em cada bolt. Estilo da Seg: De cômoda (retesada) a dinâmica. É bom também para o seg ir se acostumando com segurança dinâmica.

Segundo Passo:
Clipa-e-Cai. Clipe na altura do ombro e se jogue. O Seg faz uma Seg confortável bem justa. Essencialmente o que “amortece” a queda é o elongamento da corda.

Terceiro Passo:
Clipa-e-Cai. Clipe na altura do ombro e se jogue. O Seg faz a segurança normalmente. As quedas são um pouco maiores que no segundo passo. As quedas são amortecidas pelo elongamento da corda mais uma leve barriga de corda que o Seg deu. O Escalador não bate contra a parede pois ainda está abaixo do bolt. Esta fase é boa para o Seg treinar e evoluir na seg dinâmica.

Quarto Passo:
Clipa-e-Voa. Clipe na altura do ombro e faça mais um movimento depois da chapa costurada ou clipe da cintura ou estando numa “posição estranha” (tipo pegando uma agarra invertida ou fazendo um Flag) e aí pule. Seg dinâmica é essencial nessa hora. Pense bem na posição dos pés e aprenda como não dar pé na corda para não virar de ponta cabeça ou não queimar a perna antes do próximo passo.

Quinto Passo:
Clipa-escala-voa. Clipe na altura da cintura e escale até a próxima costura e se jogue. Atenção que é para o Seg fazer a seg dinâmica!

Sexto passo:
Clipa-Escala-Pula-Voa? Clipe na altura da cintura e escale até a próxima costura, dê um tapa na próxima agarra e se jogue tentando fazer o próximo move. Seg Dinâmica sempre. Ah, e não tente fazer isso antes de clipar a sexta costura!

O treino mental é tão importante quanto o físico!

O treino mental é tão importante quanto o físico!

Dicas adicionais para aprender a Cair, do livro: Aprendendo a aprender… a cair (Learning How to Learn…. to Fall) por Arno Ilgner.

O que fazer quando estiver caindo.

Nós temos a mania de treinar quedas, ou qualquer coisa estressante, para acabar logo com isso. Isso não só irá atrasar o nosso aprendizado, mas também vai fazer com que aprendamos errado. Nosso corpo irá aprender a ficar tenso. Aprender a cair significa aprender a relaxar enquanto estamos caindo. Aqui está uma técnica de práticas de quedas baseada no aprendizado.

1. Pequenos incrementos: Comece no toprope
Primeiro, simplesmente segure na corda e fique se balançando.
Em segundo, tome umas quedas de TopRope.
Terceiro: Tome quedas guiando.

2. Medida do aprendizado: Conforto
Para começar, fique no mesmo estágio até você estar confortável com ele.
Segundo: Você sabe que está confortável quando…
B: Você está respirando durante a queda
E: Você está olhando pra baixo durante a queda
R: Você está relaxado durante a queda
P: Seus braços estão abertos durante a queda, não pegando na corda.

3. Segurança: Dando uma seg macia

Primeiro: Não passe para quedas guiando até que seu Seg saiba te dar uma seg dinâmica e amortecida durante quedas de Toprope.

Segundo: Uma seg amortecida é quando o seg se deixar puxar pela corda quando você cai. Ele deve terminar aproximadamente 1,5m acima do chão quando você acaba de cair.  Se ele não estiver, então ele vai ter que pular conforme a corda estica. Esse é um processo de aprendizado para o Seg, tão importante quando o processo de aprender a cair para o escalador.

Clique aqui para ler o original: Learning How to Learn…. to Fall by Arno Ilgner no UKClimbing.com.

E a quarta parte é essa! Ela detalha muito bem o método do Clipa e Cai com técnicas avançadas pra você que quer perder o medinho de voar e começar a mandar cadenas extremas por aí! Mas espere! Cadenas extremas são na rocha e até agora tudo foi baseado em paredes “Indoor”. Não se preocupe: A quinta parte é exclusivamente sobre como aplicar essas técnicas que você aprendeu até aqui, durante uma escalada de verdade (leia-se: Na rocha).  Aguardem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s